terça-feira, 24 de junho de 2014

Carentes, insanos, perdidos de Amor

Na extremidade da nossa vontade
E de tudo o que juntos desejamos
Quente, é o momento de saudade
O desejo, de quando nos tocamos 

Perdia meu corpo entre carícias
Quais nossas tentações magistrais
Nossa irreverência, fazem delícias
Que se perdem entre mãos sensuais

Na imensidão de sussurros meus
Entre mãos afáveis, abraços teus
Nos entrelaçamos em esplendor

Sussurramos na mesma direção
São devaneios do nosso coração
Carentes, insanos, perdidos de Amor.
****
Cidália Ferreira

19 comentários:

  1. Bom dia de São João amiga.
    Só este lindo poema raia luz a neste dia cinzento, à beira mar encostado.
    Obrigado e feliz continuação
    Beijinho !!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Uma sensação maravilhosa essa entrega ao amor assim forte! beijos,linda poesia! chica

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,
    Lindo poema amoroso, a partilha do amor é um bem necessário para o ser humano para o equilíbrio emocional.
    Dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Bom dia, Cidália!! Muito delo e cheio de romantismo. Gostei!
    Um grande abraço.

    www.euflordealfazema.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei o seu espaço de poesias... A poesia está simplesmente bela!!!

      Eliminar
  5. toda semana é um prazer meu estar moderando seus maravilhosos comentários, no meu Cantinho da Poesia!!!BJS!

    ResponderEliminar
  6. Linda poesia de amor e desejos.
    Adorei amiga Cidália.
    bjs
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  7. Encontrar um amor é perder-se de si mesmo e numa procura insana encontrar-se no outro...

    Versos deveras sensuais, Cidália.

    ResponderEliminar
  8. Ola Cidália,

    Mais um poema lindo...gostei, muito sensual

    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Como sempre mesmo tristinha vi vc la no Face
    consegue fazer maravilhas, elogios mais uma vez
    pelo belo poema.....Intenso, forte lindo

    Bjuss querida td de bom
    Rita!!!!

    ResponderEliminar
  10. Um poema feito na base da sensualidade dando voz ao coração e aos desejos insanos da alma. Quando assim é, em que as palavras são a mensagem do nosso pensamento, só pode acontecer que aconteça o poema que encanta. Intenso e, como a brisa do vento, suave de ler
    Parabéns pela versatilidade poética

    ResponderEliminar
  11. lindo poema amiga cheio de ternura,singela, amor, pensamentos do coraçao

    ResponderEliminar
  12. Um poema bem sensual, e muito lindo. Adorei
    Gosto de te "ver" assim.

    Bjus de boa noite.

    Fátima Gonçalves

    ResponderEliminar
  13. Cidália,
    Mama mia
    Poesia transbordando de paixão
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. Que paixão.

    Um poema cheio de amor.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. oi Ci,

    è lindo... sensual.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  16. Olá Cidália! Passando para te cumprimentar e me deliciar com a leitura deste belo soneto, com ênfase para o quarteto abaixo:

    Perdia meu corpo entre carícias
    Quais nossas tentações magistrais
    Nossa irreverência, fazem delícias
    Que se perdem entre mãos sensuais

    Beijos e um ótimo São João para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  17. Muito bonito, versos bem rimados, poesia de encantar
    Beijo

    ResponderEliminar