domingo, 16 de março de 2014

"Banhada pelo mar, olhando a luz do luar"


Banhada pelo mar, olhando luz do luar
Caminhava triste sozinha, inconsciente
No meu rosto cansado, um puro olhar
Tentei avistar-te como estrela cadente

Pensamentos vagueiam em mar deserto
Na calma das ondas fiquei, ali me deitei
Esperei por alguém no momento certo
Mas acordei sozinha…por ti não esperei

Quando o teu ser ilumina a minha alma
Até os teus beijos alimentam-me a calma
Na brisa das ondas sinto uma leve emoção

No meu caminho percorrido vou alcançado
Momentos delirantes eu estou recordando
Com saudade...são devaneios do meu coração.

****
Cidália Ferreira


15 comentários:

  1. Momentos assim,apesar de toda a beleza a nossa volta, a dor e a solidão que sentimos,suplanta a contemplação que poderia serenar o coração.

    Versos sentidos,em cada palavra uma emoção das palavras ditas e aquelas
    guardadas profundamente dentro de si.

    Enterneço-me ao ler-te Cid pois comungo com a tua percepção do mundo e da vida.

    Tua sensibilidade é admirável.

    Abraço-te com carinho desejando que hoje tenhas um dia lindo.

    ResponderEliminar
  2. Lindos momentos, lindos olhares! Ótimo domingo! bjs,chica

    ResponderEliminar
  3. Oi Cidália,
    Uma poesia bela e simultaneamente triste
    Bom domingo pra você
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  4. Oi amiga Cidália,poesia triste,mas nos
    mostra lindos momentos e esses são eternos.
    bjs amiga e um lindo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito, embora algo triste e...distante.

    Tem um Domingo feliz
    Beijho

    ResponderEliminar
  6. É bom um coração ter devaneios. Muito bom, amiga.
    Pois é, o Windows 8 é mtº. diferente do Vista, vou ter
    que fazer o que sei e ir aprendendo.
    Desejo que esteja a passar um bom domingo.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  7. Gostei de ler o seu poema.
    Bon dimanche

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema amiga Cidália, mar e luar é tudo de bom!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  9. Querida Cidália
    Numa noite de luar, banhada pelo mar, consegue inspiração a dobrar.
    Fez os seus cálculos, que não deram o resultado pretendido, mas sim origem a um belo poema,pelo que a felicito.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  10. Amiga que poema encantador feliz domingo.
    tenha uma semana abençoada.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  11. De uma beleza triste teu soneto. Bjus amiga.

    ResponderEliminar
  12. Lindo poema amiga. Uma grande imaginação, da qual só os bons poetas podem e sabem descrever.
    Ainda bem que as marés já baixaram, porque ondas gigantes poderiam estragar um sonho dos descritos.
    Feliz semana !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  13. Eita, que quando o coração vagueia assim, só há um porto de chegada: reavivar a memória do que nos toucou.

    Lindo poema, Cidália.

    Meu abraço!

    ResponderEliminar
  14. Oi tia Cidalia
    É para arrepiar mesmo
    Mamãe diz que a fome é a maior miséria
    Beijinhos
    Mundo dos Inocentes

    ResponderEliminar