terça-feira, 16 de janeiro de 2018

"Intempérie na minha mente"

Sopra um vento possante e assustador
Em dia de intempérie na minha mente
Bate forte, o meu coração sem limites
Por se encontrar fraco, constrangedor
Sensível a qualquer abalo e mormente
Falta-me a força que tu me transmites,
Quando abro a janela, ao meu coração
*
Na eminencia da vida que tanto anseio
Não é compatível com a minha alegria
Uns dias a felicidade escapa pela janela
Onde um vento possante provoca receio
Traz-me desalento à mente, e bom seria
Se o vento passasse, sem deixar mazela,
Neste silêncio cinzento, foge-me o chão.
****
Cidália Ferreira.

42 comentários:

  1. Começa a semana muito bem com este belo poema, embora seja triste. Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Oi Cidália, tudo bem? Que lindo poema, gosto quando os poetas usam algo da natureza para discorrer sobre algo, acho que deixa um quê mais poético, sublime... Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Sempre lindas e tão inspiradas poesias! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  4. Bato com a Érika, é lindo! Também gosto quando os poetas falam da natureza rebelde ou discorrem sobre a alma humana e seus desacordos! São tantas as situações que se oferecem para poemas, tantas mazelas, tantos encontros e desencontros do ser humano... Gosto muito.
    Beijo, querida, uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  5. Se a felicidade voltar a entrar, eu vou gostar mais.

    ResponderEliminar
  6. Que belo poema
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  8. Bom dia. Como sempre, um poema fabuloso, apesar de triste. Adorei.


    Hoje; Do Gil que se econtra ainda um pouco combalido, motivo, por qual sou eu a visitar. »» Amor:- Essa dor Oculta

    Bjos
    Votos de uma boa Terça-Feira.

    ResponderEliminar
  9. A mente, a alma com as suas necessidades... Os ventos uivantes da vida nos pedem para clamar pelo Alto!
    Bonito poema, Cidália!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Bom dia Cidalia.
    Eu gosto de poesia e nunca
    vou cansar-me de ler
    e nem de refirmar meu gosto.
    Dessa sua linda poesia quero ressaltar
    "Se o vento passasse, sem deixar mazela,
    Neste silêncio cinzento foge-me o chão."
    ****
    Cidália Ferreira.

    Encantada.
    Bjins
    CatiahoAlc,

    ResponderEliminar
  11. Tão maravilhosamente retratados os sentimentos :) beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  12. Querida Cidáliamiga

    Muito obrigado pela tua visita com comentário ao meu covil...

    Poema? Está tudo dito: excelente!

    Qjs do teu amigo e fã
    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  13. Libertar-se pense então,
    as intempéries vencendo
    para bem do seu coração
    o qual dentro do seu peito
    sendo perfeito e bondoso
    feliz continuar satisfeito
    aqui neste mundo maravilhoso!

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Cidália Ferreira. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Um poema refrescante deixando-nos viajar junto ao vento para que seja liberta essa intempérie da mente.
    Lindo Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  15. Há ventos assim. Varrem folhas e sentimentos.
    Abraço

    ResponderEliminar
  16. Gosto da ventania na janela fonte de inspiração, sempre.
    Belo poema Cidália
    deixando meu abraço

    ResponderEliminar
  17. Olá, lindo poema que me faz pensar, o vento que passa nunca é igual ao anterior, atrás de cada vento pode vir um vento que cheira a felicidade.
    AG

    ResponderEliminar
  18. Cara amiga Cidália, eis um poema denso e belo no estilo o qual tu tens domínio: paixão e natureza. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde, uma boa semana, um bom ano e uma boa vida.

    ResponderEliminar
  19. Tão belo e dorido. ..
    Mas, às vezes falta o chão,
    porém a poesia é um modo
    de voar e tu, querida
    poetisa, voa lindo sempre!
    Uma semana radiante e feliz!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Um doce, reflexivo e inspirador poema, gostei bastante!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Seria tão bom se o vento levasse o que não presta e soprasse para perto o que presta.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  22. Há dias em que o Vento nos deixa sós....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  23. Falta-me a força que tu me transmites,
    Quando abro a janela, ao meu coração
    lindas palavas Cidalia
    Bjs
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. Oi Cidália,
    Há dias que temos alegrias, outros são tristes, Assim é a vida e seria muito chata se todos os dias fossem iguais.
    O que um tem que passar o outro tem a sua outra passagem diferente.
    Esse mundo é ruim, a dor da carne e de amor vão nos envelhecendo rapidamente.
    Já pensou como será depois da morte? Ninguém sabe de nada.
    As igrejas só querem dinheiro.
    Eu leio a Bíblia todos os dias e mesmo assim me pego em pequenos pecados.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Embora triste é um poema lindo.
    Boa semana.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidália,
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  27. Um estado de alma que nos incomoda!
    Gostei de ler!!!
    ...
    Termino aqui o nosso passeio pelo LUSO:
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/villa-missi-no-luso.html

    Ovo estrelado só há um mas … experimentar esta sugestão pode ser bem agradável:
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/ovo-estrelado-no-forno.html

    Bj e ... sinta-se bem FELIZ!!!

    ResponderEliminar
  28. Adorei este turbilhão de emoções... combinando na perfeição, com a imagem escolhida!...
    Adorei cada palavra! Beijinho! Continuação de uma feliz semana, Cidália!
    Ana

    ResponderEliminar
  29. Lindo poema, onde descreves na perfeição o que te vai na alma!
    Mesmo tarde, aqui ficam os votos de um feliz 2018!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  30. Querida que 2018 seja encantador e tudo seja um sucesso na sua vida e família, postagem encantadora amei arrasando como sempre, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  31. Cidália!
    Por vezes nossa mente trabalha tão agirada, incuti pensamentos impróprios e nos enfraquece. Temos de ser fortes e enfrentar tudo com o coração aberto e ameno...
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderEliminar
  32. Há muito que não passava por aqui. Deparo-me hoje, com um poema sublime, um pouco melancólico, mas faz parte

    Um beijo

    ResponderEliminar
  33. Bravo amiga!!!!
    Poema imponente tal como o vento!
    E a imagem em perfeita sintonia! Adorei TUDO!
    As tuas inspirações são sempre divinais!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  34. Que o vento só traga serenidade e leve consigo todas as mágoas.
    Maravilhoso poema
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada...