quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Sinto, que meu corpo se perde do teu laço

****
Sinto que o meu corpo já não se aguenta
Com as tempestades que a vida oferece
Sinto, que o meu corpo nem se lamenta
Não reage, mas também não se esquece
*
Não se esquece que existes em meu peito
Nem dos carinhos dúbios que seduziram
Meu coração, quando sofreu preconceito
Mas assim, sei, que os meus olhos viram
*
Viram, um exímio coração, que os ajudou
Em certos dias da vida e de tanto cansaço
É o passado, que não volta, a quem amou
Sinto, que meu corpo se perde do teu laço
****
Cidália Ferreira

39 comentários:

  1. Gostei e identifiquei-me em parte.. =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Bom dia. E o verbo sentir, por vezes, é tão doloroso, mesmo poeticamente falando
    Um poema triste, dorido, saudoso, mas ao mesmo tempo, fascinante de ler.
    Votos de um dia feliz.

    Beijo no coração e na alma.

    ResponderEliminar
  3. Muitas vezes, desta amálgama de sentimentos também nasce a luz, isto é, um poema.
    Um dia luminoso, Cidália.
    M.

    ResponderEliminar
  4. Melancólico e muito lindo teu poema...beijos, ótimo dia! chica

    ResponderEliminar
  5. Un bello poema amiga, Un feliz día para ti y los tuyos.

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito

    Beijinhos e tem um dia feliz :)

    ResponderEliminar
  7. Bonito poema cargado de mucho sentimiento.

    Abrazote utópico.-

    ResponderEliminar
  8. Un bonito poema muy grato de leer.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  9. Um poema triste e saudoso, mas lindo. Gostei muito de ler
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que belo poema!
    saudades do entusiasmo do amor, do tempo da paixão!!!

    ResponderEliminar
  11. Triste, mas lindo este poema.
    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  12. O que seria de nós sem as paixões!
    Boa continuação de semana.

    ResponderEliminar
  13. Adorei o poema!

    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  14. Boa noite querida Cidália!
    Um amor entusiasmante vale mais que mil palavras!
    Continuação de boa semana!
    Um abracinho de luz!💙🌼💙
    Megy Maia🌈

    ResponderEliminar
  15. Oi Cidália
    Senti uma tristeza que me doeu a alma.
    Será que é comigo
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Bom dia de muita paz, querida amiga Cidalia!
    Um sentimento que revela sentimentos que abatem demais.
    Eles passam ... Constroem linda poesia
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderEliminar
  17. Oi amiga, boa noite !

    Poema lindo, como tudo que você escreve, porém com umas doses de melancolia.
    Vi o Daniel aqui, em algumas partes.

    Abraços
    Dan
    https://gagopoetico.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidália que lindeza de poema.
    O final então é maravilhoso em poesia.
    É sempre muito lindo passar por aqui e beber desta agua.
    Beijo amiga e grato por toda atenção.

    ResponderEliminar
  19. Cidália!
    Triste, porém emocionante.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar
  20. Chega uma fase da vida que as memórias são o que melhor preservamos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. A passar por aqui para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  22. O corpo também tem memória...
    Magnífico poema.
    Continuação de boa semana, querida amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  23. Que lindo poema e adoro a imagem que o acompanha! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  24. eu tb ando cansada. esses tempos escuros não estão fáceis. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  25. A memória do corpo se manifesta em muitas vozes, mas, quando se dá em ecos poéticos, ganha foco, desnuda o olhar.

    Mais uma linda voz poética se personifica por aqui em teus versos, Cidália.
    Bjssss,
    Calu

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde Cidália,
    Embora melancólico, um poema que apreciei ler.
    Um beijinho.
    Ailime

    ResponderEliminar
  27. Espero que não seja um estado de alma
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Oi Ci,que versos! (Os fez pra mim?)
    Na primeira estrofe,primeiro verso você diz o que sinto. Já não me aguento mesmo.
    Xeru

    ResponderEliminar
  29. Melancólico como o dia de hoje...

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    Hugs and Kiss.
    Sandra C
    Bluestrass

    ResponderEliminar
  30. coisas bonitas que a minha amiga escreve
    num poema sentido

    beijo

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘