terça-feira, 7 de abril de 2020

Primavera em quarentena ...

****
Chove no asfalto num momento solitário
Onde já não existe viva alma
Apenas o ruído da chuva, uma flor sozinha
E o cinzento do chão por trilhar
São o ex-libris de qualquer alma
Que se encontra o mundo ao contrário
*
Uma flor viçosa, sozinha em qualquer lugar
Sobrevivente de uma nefasta solidão
Mostra ao tempo como se cresce
E no meio do nada se floresce
Animando quem observa, com emoção
Deixando preso, por ali, o seu olhar
*
Chove, numa primavera em quarentena
Tudo o que parece esmorecer
Agarra com toda a força, a vida
Não se deixa vencer, e florida
Mantém a solidão para rejuvenescer
Ensinando-nos afinal, que viver vale a pena.
****
Cidália Ferreira

37 comentários:

  1. Até a flor sozinha! Linda poesia,reflexiva, como o momento pede! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Mas como não tem comentário, criança?
    Como não comentar tua escrita e essa
    música tão linda...
    Beijos.
    Ah, você anda tão curiosa, hein.
    É claro que existe verdade temperada
    com um pouco de ficção, pra dar liga.

    ResponderEliminar
  3. A primavera alheia ao que se passa no mundo, continua a alegrar o mundo.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  4. Que lindo poema! :) Aqui com a chuva que está, também parece que a Primavera ficou em casa. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  5. Temos uma Primavera chuvosa.
    Existe sempre quem resista
    A viver sob o olhar da lua
    Linda, frágil, orgulhosa
    Por saber que à primeira vista
    A estrada é só sua
    ....................
    Gostei muito do Poema. Atualíssimo

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. mas vale estar so mas com saude e em breve vamos colorir tudo isso sim aqui esta sol lindo bjs coragem saude

    ResponderEliminar
  7. Realmente é lastimável, até a Primavera está de quarentena.
    Beijinho Cidália. Fique bem.

    ResponderEliminar
  8. Um poema reflexivo e actual.
    Temos de ter esperança e fé.
    Boa semana.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  9. Um belo poema para um dia chuvoso :)

    Assim não custa tanto ficar em casa

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Um belo poema que "retrata" a realidade....
    bjinho

    ResponderEliminar
  11. A Primavera alheia ao que se passa pelo mundo,que esta chuva arraste o malvado covid-19.
    Gostei muito do poema.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Não adianta esconder a realidade,
    nesta Primavera de quarentena
    chuvosa, por ser essa a sua vontade
    com esperança, por bem se entenda!

    Gostei de ler mais um, belo, poema seu amiga Cidália, boa noite. Bjs.

    ResponderEliminar
  13. Por vezes para crescermos, temos de estar sozinhos, só assim crescemos sem depender de outros ao nosso lado.
    Crescemos e tornamos-nos mais fortes depois poderemos ajudar outros a crescer com as nossas experiências.

    Beijinhos
    Os Piruças

    ResponderEliminar
  14. A vida que renova e se fima em meio as adversidades. É a força que brota do chão e floresce indiferente aos caos. Tão lindo o poema amiga Cidália
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Não importa as condições, a força da semente representa o milagre da flor.
    Boa semana.Bjs

    ResponderEliminar
  16. Gostei de ler.
    Quando era menina sempre ouvia dizer que na Semana Santa, a natureza chorava.
    E esta começou bem chuvosa.

    ResponderEliminar
  17. Um bonito e inspirado poema, chuva que fertiliza o solo, firma a raiz, a vida brota e floresce em meio
    as intempéries do tempo.
    Boa note com votos d'uma ótima semana.
    Bjss

    ResponderEliminar
  18. Belo poema, como sempre! ^^
    garotastarfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Boa noite dr Paz minha amiga Cidália...
    Linda poesia, uma florzinha solitária mas com grande beleza, força e fé em florir...
    Eu penso que esta flor representa cada um de nós pela nossa força e fé de sobreviver em meios as dificuldades...
    Parabéns
    Linda poema de reflexão!
    Um grande abraço de Luz 🥀🌿🎉🌾🙏

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália,
    Como sempre fazendo lindas postagens
    Parabéns
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  21. Bom dia de paz de Semana Santa, querida amiga Cidália!
    Tenha um novo dia abençoado, poetando muito lindamente como aqui e protegida de todo mal!
    Foco e fé, amiga!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  22. Está a ser uma Primavera em tudo atípica.
    Vai passar.
    Beijos, boa semana

    ResponderEliminar
  23. Sentido poema. Asi vivimos la primavera todos. Saludos.

    ResponderEliminar
  24. Hoje faço anos e não pode ser este tempinho assim assim que me vai pôr para baixo =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  25. Uma Primavera diferente, neste ano bissexto que ficará para a história.
    Com ou sem quarentena, vale sempre a pena acreditar que hoje é melhor que ontem.
    'Mesmo Chovendo Também faz Sol'... eu acredito ;)
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidália
    Lindo poema, bjs querida.

    ResponderEliminar
  27. Apesar de tudo...O Mundo vai florir....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  28. A exemplo dessa flor, o distanciamento social a todos nos torna mais solitários. Se tomarmos o exemplo
    com que se agarra à vida, acharemos o sinal de esperança para continuar.
    Abraço solidário,
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  29. Olá. Espero que a Cidália esteja bem.
    A primavera por cá chegou e nós de quarentena...
    Gostei do poema.
    Votos de muita saúde para si e os seus.

    ResponderEliminar
  30. Boa tarde Cidália,
    Hoje o sol, embora tímido, já brilha aqui para os lados de Sintra.
    Bonito poema.
    Tenhamos esperança, sempre.
    Beijinhos e fique bem.
    Ailime

    ResponderEliminar
  31. Gostei muito do poema e está bem ilustrado com a imagem
    um beijinho e uma boa noite

    ResponderEliminar
  32. Un bonito poema y que cierto que con la primavera y buen tiempo siempre apetece mas a salir a dar un paseo o reunirse con amigos.
    La ultima frase una gran verdad realmente vivir vale la pena.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  33. Que esta chuva de primavera limpe tudo o que é tóxico do nosso planeta!

    Abraço

    ResponderEliminar
  34. A minha mãe costumava dizer " em abril águas mil".
    Lindo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘