sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Sou como orvalho que te invade os pensamentos

Resultado de imagem para imagens lindas
Sinto-me tão pequena, sozinha, no meio do nada
Incapaz, de mudar o rumo deste mundo,
Sinto-me a vaguear sem rumo por aí
Onde tudo que eu quero é tão profundo,
Sinto-me pequenina, são meus momentos
Tão profundos, como os intensos sentimentos,
Sinto-me incapaz de sozinha caminhar
Porque sem ti, não saberei o caminho
Para que ambos, o consigamos mudar,
.
Sinto-me por vezes uma felizarda, infeliz
Quando penso que consigo o impossível,
Sinto que esmoreço quando o sol desaparece
Pois existem impossíveis que não se esquecem,
Mas sinto-me capaz de continuar esta loucura
Mesmo que pequenina, resumida a uma gota,
Sou como orvalho que te invade os pensamentos
Onde me sinto tão grande, mas tão pequena
Quando dou por mim, a divagar, nesta aventura.
***
Cidália Ferreira

33 comentários:

  1. Que lindo Cidália,um poema tocante!
    Mesmo sentindo-se tão pequenina como a formiga,você é grandiosa em seus poemas.
    Parabéns.
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Mais um poema muito bonito e tão bem ilustrado! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Um belo e tocante poema muito bem ilustrado.
    Gostei bastante deste poema.
    Um abraço e bom fim-de- semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  4. Lindo demais! Um poema genuíno e maravilhoso, em perfeita harmonia com a imagem.
    Todos nós já nos sentimos pequenos ou esmorecemos perante os impossíveis da vida, mas o que importa é não sobrevalorizar essas situações...afinal de contas, existem inúmeras possibilidades de sermos felizes.
    Bom fim-de-semana, beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Magnifico e tocante poema!
    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Que bonito!
    Bom fim de semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Sempre arrasando amei, bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  8. Dizem que somos do tamanho dos nossos sonhos, sendo assim é preciso nunca parar de sonhar.
    Bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Bonito poema :)
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Oi Cidália,
    Sonhar é bom, o difícil é o despertar
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  11. Cidália, bom dia.
    Eu amo vir ler seus poemas.
    Leio vários e comento o ultimo
    a ser publicado. Alias amei este ultimo.
    Feliz fim de semana.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  12. Cidália, lindo seus pensamentos expostos. É verdade que sentimos pequeninos no meio de tanta grandeza, mas nem por isso somos menos importante para o Deus Criador de tudo, principalmente nós. Abraço

    ResponderEliminar
  13. Olá Cidália, agradeço sua gentil visita ao meu blog.
    Leio-te agora e aplaudo seus portentos pensares, grande só nosso Deus, e não somos pequenos para ele,mas cada um de nós tem sua grandiosidade guardada lá no fundo do cerne. Seus versos são grandiosos.

    Tarde de paz!
    Bjss!

    ResponderEliminar
  14. Essa imagem inspirou_a na perfeição! Adorei ... Bj

    ResponderEliminar
  15. Olá poetisa, minha amiga!
    Gostei já a partir do título do título do teu belo e sentido poema: "Sou como orvalho que te invade os pensamentos". Parabéns.
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minhas desculpas, Cidália, por ter repetido, no comentário: "do título".

      Eliminar
  16. Olá Cidália
    Sentimo-nos pequeninos diante da grandeza de Deus mas aos seus olhos somos imensos porque somos fruto do seu imenso amor
    Beijos amiga e uma feliz semana

    ResponderEliminar
  17. Muito expressivo, belo e comovente...
    Apreciei-o com detalhe e gostei bastante, estimada poetisa.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidáli,
    Respondendo o seu comentário no meu blog
    A mágoa é um sentimento ruim, mas passa quando somos acometido dela
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. A passar por cá para desejar bom domingo!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar

  20. Olá amiga! Hoje estou divulgando um blog do qual faço parte na organização das pesquisas e postagens. É o blog da biblioteca em que trabalho. Um espaço virtual com muitos conhecimentos em diferentes áreas. De acordo com o tema, utilizamos, poesias, mensagens, artigos de amigos e amigas escritores na net, temos muitos bons anônimos que precisam ser valorizados. O Nome do blog e o link : BIBLIOTECA MADRE ÓDILA EM AÇÃO https://bibliotecamadre.blogspot.com.br/ Trabalho nessa escola.
    Será um prazer receber sua visita e se gostar seguir, ficaremos grata. O nome da bibliotecária é Elza Interminese.
    Tenha um fim de tarde de domingo na paz de Deus e um início de semana abençoado. Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderEliminar
  21. Hoje estou passando somente para matar
    essa saudade tão doida dos ultimos tempos.
    E comigo veio uma frase do querido padre
    Fabio de Melo...
    Se pela força da distância você se ausenta,
    pela força que há na saudade você voltará...
    Um carinhoso abraço beijos.
    Evanir.
    Amiga te agradeço muito ,
    pois além de cometar o meu blog
    nunca me deixou sem um palavra de amizade e carinho.

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde, Cidália, poema belíssimo, imagem bem escolhida.
    Todos nós, com certeza já nos sentimos alguma vez pequeninos diante de tanta maravilha deste mundo, imensidão que nos faz pequenos, mas que ao mesmo tempo nos dá força para voltarmos a ser grandes diante das adversidades da vida. Gostei muito. Beijos!

    ResponderEliminar
  23. Adorei o poema uma semana
    https://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Poema maravilhoso Cidália,
    que transborda sentimento,
    e você ilustrou divinamente com essa graciosa imagem...
    Nos sentimos pequenos em vários momentos
    e incapazes de mudar o mundo...isso acontece mesmo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  25. Que belleza Cidália... Como gotas,
    Que bacen mares...
    ...

    Visitándote desde el blog de Maria ahora te sigo.

    Si gustas
    Puedes visitar el meu blogue da poesía.
    Obrigado!

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidália
    Magnífica poesia
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  27. Uma gota de orvalho que serviu para ilustrar mais um belíssimo poema.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  28. Um poema tão belo como uma gota de orvalho.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  29. Brilhante!!! Uma imagem tão poderosa da pequenina formiguinha tentando empurrar a gota conseguiu-te inspirar divinamente!
    Bela construção poética e com emoções bem poderosas!
    És uma poetiza de "mãos cheias" e continua assim amiga!
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  30. E até mesmo, todas as coisas pequeninas... são insubstituíveis, neste mundo... uma gota de orvalho... pode fazer toda a diferença, a uma pequenina flor...
    Um poema muito belo e expressivo, que adorei ler, Cidália!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar