sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Soltam-se os ventos que saem do silêncio

Entre ventos e agrestes tempestades  
E a relva verdejante humedecida
Pela manhã já bem alta, entristecida
Olho as águas ondulantes transparentes
Que alimentam minha alma em desespero,
Soltam-se folhas dos ramos, qual mensagem
Caem em perfeita sintonia onde te espero
Libertando meus devaneios por cansaço
A quem comigo caminha nesta paisagem
E ambos nos tornamos imponentes,
.
Soltam-se os ventos que saem do silêncio
Ouvem-se os ecos sentidos em liberdade
Como aragem que me leva à emoção
Em momentos de pura solidão,
São tristes os meus pensamentos vãos
Que se perdem na aragem mais agreste
Acabam por beijar o azul celeste
Do meu céu que me alimenta o coração
Onde tudo entre nós é tão verdade
Como verdadeira é, a força da união.
***
Cidália Ferreira.

30 comentários:

  1. Um belo poema minha amiga e que se soltem os ventos.
    Um abraço e bom fim-de-semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  2. Tristes e tão lindos versos! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Cidália,o vento triste passa pelo agreste anunciando uma tempestade,mas acalma-se quando se depara pelas palavras lindas do seu poetar.
    Adorei.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. AVISO

    Enquanto não consigo resolver o problema da regularização das datas da NOSSA TRAVESSA apresentadas nos vossos blogues, aviso que desde ontem há um novo artigo postado, de minha autoria e intituladoMudanças Obrigado.

    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  5. Perfeito versar...
    Menina docemente sensível e talentosa...

    Um ótimo dia pra você, doce amiga poeta!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. Não sei como consegue, mas em tantos poemas que publica, há sempre um enorme sentimento que transparece ...
    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Que lindo amiga Cidália! Uma inspiração divina em momentos de solidão!
    Um poema muito bem elaborado com uma carga emotiva profunda que se sente verso após verso.Todo esse envolvimento da natureza nos faz reflectir e os momentos menos bons vêm à nossa memória.
    A imagem é soberba. Adorei!
    Um feliz fim de semana com alegria no coração

    ResponderEliminar
  8. Adoro poesia e muito mais quando leio e ela me diz algo que entre no coração. Amei demais este poema que fala de amor, saudade, desejo de presença. Este seu blogue é lindíssimo com poemas e imagens deliciosas e abrasadoras em amor e carinho.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Belíssimo poema.... coisa comum por aqui!!
    Que os bons ventos nos tragam amor, paz, harmonia e muita ... muita compreensão entre os homens!!!

    ResponderEliminar
  10. Que maximo amei a poesia sempre arrasando,
    bom final de semana obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  11. Belo poema romântico e ecológico, cara amiga Cidália. Muito lindo também o soneto postado no dia 28, lindo, delicado e musical. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  12. Já desactivei o anti-spam Cidália, quando puderes experimenta!

    Outra coisa que é importante saberes é que o email que a caixa de comentários que o sapo exige nunca é divulgado.

    ResponderEliminar
  13. Lindo poema Cidália
    Bom fim de semana
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. Lindo, os versos perfeito para nos mostrar a alma, tens essa capacidade, nos encanta!
    A natureza nos fala e com ela nos integramos,integras com as belas paisagens e me faz sempre lembrar de quando em trabalho escolar eu podia soltar minha inspiração diante de "gravuras inspiradoras", a professora era sábia, nos incentivava, acho que por isso aprendi a escrever e mostrar, assim como você, o sentir!
    Amei ler como sempre!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  15. Belíssimo,querida amiga poeta Cidália!

    Que esses ventos lhe tragam flores para enfeitar seu caminho.

    Obrigada pela visita e excelente comentário!

    Ótimo finalzinho de sexta e um fim de semana de Paz Profunda!

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderEliminar
  16. Muito bonito teu poema, Cidalia. Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Romantismo e tristeza neste teu excelente poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Maravilhoso! E que se soltem os ventos para animar!!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. É linda a poesia mas não posso deixar de admirar tb a beleza do novo layout do blog... está lindooooo! Gostei de tudo aqui e especialmente da sua foto à direita, onde vc está muito bem, combinando-se com toda a beleza do blog.
    A vc, um fim de semana de muita luz, paz e amor.

    Beijos

    https://odiariodaescrava.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  20. Dizem que a união faz a força.
    Bonito poema.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  21. Amiga venho despedir-me de si até 25 de Outubro,
    pois vou até à Irlanda para estar c/os meus.
    Desejando que se encontre bem.
    Um beijinho da amiga
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  22. que se soltem os ventos e que a alegria tome conta do momento.
    um poema bem rimado embora muito melancólico.
    bom fim de sema.a
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  23. Poema maravilhoso porém triste. Beijos Cidália bom sábado a você

    ResponderEliminar
  24. Uma linda noite Cidália
    Beijos
    Lua Singular
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar