sábado, 17 de novembro de 2018

Desespero ...

Pode o deserto  ser seco e abandonado
Ser o calor infernal e sem  vida vivida
Ser o frio, o gelo, ser  um solo rasgado
E nascer  uma vida em jeito de dádiva
*
Pode o momento  de solidão, ser a dor
Reflexão, a vida sentida, ser o esmero
Ser a vida que nasce no deserto, a flor
Que acompanha teu peito no desespero
*
Posso parecer instável na sensibilidade
Quando o nosso sentimento é de união
Sozinhos somos puros na cumplicidade
Mas... jamais duvides, do meu coração.
****
Cidália Ferreira.

36 comentários:

  1. Lindo coração bem aberto à cumplicidade! Bela poesia! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema exaltando o amor mesma em condições adversas.
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  3. Feliz do destinatário. Poema de amor muito bonito

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Para acabar a semana em beleza e espero que sem desespero.
    Beijinho
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. De quem puro amor,
    sente no seu coração
    junto coloca uma flor
    com essa declaração
    sem desespero de dor!

    Boa noite e bons sonhos amiga Cidália Ferreira.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito poema.um coração que transborda amor.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Não há desespero nem dor
    Enquanto se ame alguém.
    Não seja deserto o Amor
    Porque exista vida também.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  8. Querida Cidália
    Pelo que acabo de ler e de que muito gostei, parece-me uma sincera e poética declaração de Amor!
    Bom fim de semana.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, Cidália,
    já faz bastante tempo que conheço teus poemas, todos eles inspirados e com boa técnica. Este, minha amiga poeta, é mais um dos teus poemas que dizem bem do teu talento. Gostei muito da imagem (a flor no deserto). Espero que continues escrevendo belos poemas.
    Parabéns, um bom final de semana.
    Beijo
    Pedro

    ResponderEliminar
  10. Há um toque de magia em suas palavras amiga Cidália!
    Maravilhosa inspiração.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Que bonito poema, gostei muito de ler! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. Lindo! Que o coração esteja sempre a florir sentimentos de amor, mesmo no meio de outros mais melancólicos. Beijinhos, um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. Mais um belo poema da Cidália
    Uma linda e profunda declaração de amor
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Maravilhosa declaração de amor.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  15. Boa noite Cidália,
    Gostei muito deste seu bonito poema!
    Excelente participação.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que me enganei. Tinha vindo da Larissa que já tinha participado;))! Desculpe. Bjs

      Eliminar
  16. Sempre a surpreender com a sua poesia, adorei.
    Bjs e bom fim de semans.

    ResponderEliminar
  17. Um "desespero bonito", a foto combina muito bem com os sentimentos derramados...
    Boa noite. Um abç

    ResponderEliminar
  18. Cidália : há sempre muita cumplicidade entre os corações que entendem os caminhos do amor...sempre!! Combinações perfeitas entre imagem e palavras. Abraços carinhosos a ti querida amiga.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália

    Gostei muito
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  20. Parabéns, Cidália, por este belo poema.
    Desespero - nunca! Amor - sempre!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  21. E em desespero... a melhor solução... será sempre deixar falar o coração...
    Mais uma linda participação, Cidália! Sempre com a emoção despontando, em cada palavra!...
    Adorei! Beijinho! Feliz domingo!
    Ana

    ResponderEliminar
  22. Cidália mais um poema maravilhoso que você trás, o desespero sempre perto de nós Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  23. Fantástica e sensível como sempre Cidália. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  24. Mais um belíssimo poema...

    ResponderEliminar
  25. Um show de poesia, de sentimentos cúmplices envolvendo o coração!
    Beijos e feliz semana!

    ResponderEliminar
  26. A sua poesia expressiva, amorosa e dorida,
    num estilo muito peculiar.
    A gravura é muito interessante.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  27. Lindo poema de esperança, Cidália
    apesar das adversidades :)
    abraço
    Angela

    https://poesiesenportugais.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  28. Um belo começo de semana pra ti querida flor amiga virtual.abraços carinhosos meus.

    ResponderEliminar
  29. Onde a dor vive a espreitar, um grande amor se faz notar e a poesia vem enaltecer toda força deste querer Cidália.
    Intensa e muito bonita amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  30. Cidália!
    Até da terra árida do deserto, nasce o brilho de uma flor e mostra o amor divino por nós.
    Uma semana pleno de luz e paz!
    “Oh, faz-nos felizes, e nos terás feito bons.” (Robert Browning)
    cheirinhos
    Rudy
    https://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/11/divulgacao-cultural-148-61-poetizando-e.html

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘