sexta-feira, 23 de novembro de 2018

A chuva, o elixir dos meus dias.

Neste caminho longo e tão  distante
Do  mundo, por onde quero vaguear
Numa chuva  que me  leva acreditar
Que tudo pode ser  belo e desafiante
*
Podem os trilhos ser a encruzilhada
E a chuva, impedir belos momentos
Posso ser musa dos teus sentimentos
Não fosse ilusão da alma apaixonada
*
Cai a chuva e as afloram as fantasias
Molho o meu rosto que se deslumbra
Na distância, meu olhar se vislumbra
Sendo a chuva, o elixir dos meus dias
****
Cidália Ferreira

30 comentários:

  1. Boa noite, querida amiga Cidália!
    A chuva, o outono, o frio e outros... nos deixam assim...
    Ainda bem que temos a poesia e você faz dela sua melhor chuva de beleza.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  2. Tendo a chuva por musa, não vão faltar poemas nos tempos mais próximos.
    Gostei deste.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Inspiradora chuva! Linda poesia! Bjs chica

    ResponderEliminar
  4. Se a chuva não for demais, como tem sido por cá, pode até ser um elixir desejado. Bom poema!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. A chuva quando cai numa flor fá-la desabrochar
    Gostei de ler
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Teu refugio...

    ResponderEliminar
  6. Oi Cidália,
    Adoro a chuva molhando as flores então é lindo.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  7. Já eu confesso não gostar nada de chuva.
    Só quando estou a dormir, fechado em casa.
    Beijos, bfds

    ResponderEliminar
  8. Olhar para a chuva, sentir suas primeiras gotas no rosto.
    Dançar na chuva e nela colocar nos barquinhos e nossas emoções.
    E mais tarde os amores e os desencontros e a chuva vem nos lavar a alma cheia de melancolia embrulhadas em lembranças tantas.
    Belo poetizar Cidália, que muito me inspira.
    Sempre belo e emotivo poetizar com alma.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  9. Chuva e poesia que se entrelaçam em sentimentos e emoções !!!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  10. A chuva tem poderes mágicos, minha amiga... elixir para os dias de muitas pessoas, inclusive os meus...

    ResponderEliminar
  11. Gostei da harmonia das palavras, das rimas. Beijinhos, uma excelente sexta-feira. :)

    ResponderEliminar
  12. Uma poesia com sentimentos, gostei muito amiga Cidália.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  13. Simplesmente maravilhoso :))

    Do nosso amigo Gil António, com : Amor reflectido na cor das águas do mar

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira.

    ResponderEliminar
  14. A chuva ou nos deprime ou nos inspira....
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  15. Adorei a leitura, maravilhosa escrita.

    Bjs

    Votos de paz, luz, amor e harmonia.
    Wellington Maia

    ResponderEliminar
  16. Um tema desenvolvido com belas metáforas e imagens poéticas.
    Beijos
    ~~

    ResponderEliminar
  17. Lindos versos.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Muito lindo! Gostei de ler.
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Lindíssimo como sempre. Maravilhoso de ler e imaginar

    Bjo

    ResponderEliminar
  20. Olá, estimada Cidália!

    Grata pela sua visita e comentário, sempre mto exagerado.

    A chuva é a "personagem" principal do seu poema, e se a tem como musa inspiradora, tudo pode acontecer e até elixir ela pode ser.

    Beijos e bfds.

    ResponderEliminar
  21. Olá, Cidália, um belo e inspirado poema.
    Parabéns!
    Um ótimo final de semana.
    Beijo
    Pedro

    ResponderEliminar
  22. Embora não seja agradável andar pela rua em tempo de chuva, a chuva é muito bela, tal como este poema! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  23. Querida Cidália, mais uma linda poesia! sentir as gotinhas de chova molhando, em especial as primeiras chuvas caindo é uma bênção, é maravilhoso! Amei sua linda poesia. Parabéns! Grata pela visita, abraços

    ResponderEliminar
  24. "A água lava as mazelas do mundo, e lava a minha alma, lava a minha alma..." Um abraço, Cidália.

    ResponderEliminar
  25. E chuva... é vida!... Depois da chuva... o verde da esperança, sempre renasce mais intenso... Não há tempestades que durem para sempre... tudo passa... e também a chuva dos dias...
    Mais um belo momento poético, que adorei apreciar por aqui... e que de facto, tão bem se harmoniza, com o tempo dos últimos dias...
    Beijinho! Bom domingo!
    Ana

    ResponderEliminar
  26. Cidalia!
    Eita que chuva deliciosa para lavar e enxaguar a armagura.
    Boa semaninha!
    “Felizes são os que ajudam os pobres, pois o Senhor Deus os ajudará quando estiverem em dificuldades.” (Bíblia)
    cheirinhos
    Rudy
    https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=1883801522675851984#allposts/postNum=4

    ResponderEliminar
  27. Adoro ouvir o som da chuva nos vidros das janelas.
    Belíssimo poema
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘