terça-feira, 28 de agosto de 2018

Entrelinhas da tristeza...

Da noite estrelada  um eterno silêncio
E nas  entrelinhas do meu pensamento
Deixei-me levar pelo  meu sentimento
Onde tantas  palavras minhas, silencio
*
Leio nas entrelinhas, a minha tristeza
Sinto que as forças me faltam na hora
Não consigo ser indiferente por agora
Apenas não controlo a minha natureza
*
Sou feita de meros sonhos e desilusões
Que entram no meu coração e atrofiam
Deixando-me num estado de ansiedade
*
Duros momentos me tocam as emoções
Quando certos factores me influenciam
Onde meu sentimento é a solidariedade
****
Cidália Ferreira.

39 comentários:

  1. Bom dia:- Haja o que houver que a coragem seja sempre o ponto de partida a fim de se alcançar a felicidade. É difícil mas sem se tentar nada acontece. Poema triste mas de uma beleza poética invulgar.
    .
    * Ventanias *
    .
    Uma semana feliz.

    ResponderEliminar
  2. Tristes ,mas tão lindos e profundos versos! Ótima semana! beijos, chica

    ResponderEliminar
  3. Sempre a melancolia como pano de fundo destes seus sonetos tão sentidos, Cidália…
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Muito bem escrito. Quand se fazz com alma e coração, sem coisas lindas assim. Beijinh

    ResponderEliminar
  5. Olá, Cidália, gostei muito do teu "Entrelinhas da tristeza", um belo poema. Parabéns.
    Uma excelente semana
    Beijo
    Pedro

    ResponderEliminar
  6. Um poema triste, mas lindo como sempre! :) Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  7. Na tristeza, muitas vezes encontramos a beleza, é o caso desse poema tão belo, sensível e tocante.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Há momentos assim, mas é na tristeza que por vezes encontramos as respostas para as coisas que mais tarde nos darão felicidade ;)

    Digo eu

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. É nas entrelinhas que tudo acontece Cidália
    Momentos tristes e também perfeitos!
    Tal qual sua escrita de alma.
    beijim

    ResponderEliminar
  10. Que a solidariedade não seja em vão, nestes tempos de sentimentos descartáveis.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Poema melancólico, triste mas muito bonito
    Bjs

    Hoje em Caminhos Percorridos - Na cama...por cima ou por baixo...

    ResponderEliminar
  12. Estou solidário contigo nestes belos sonetos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Oi Cidália

    Sentimentos introspectivos que demonstra um amor que vivem nas entrelinhas do seu pensamento.
    Adorei o soneto
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa o erro Cidália.
      São as dores infinitas nos pés.
      (demonstram).
      Lua Singular

      Eliminar
  14. ****THIS IS A PUBLIC SERVICE ANNOUNCEMENT:****
    Portugal is the Biggest Racist country that i have ever lived in. I feared for my life there and i consider myself lucky that my family got out alive! I have never lived in such poverty (Sopas dos Pobres everyday) 40% unemployment rate and 60% of the population earn less than $932 USD per month, and that's considered Middle Class here! Within the European Union it is the worst of the worst place to live.

    The bottom line is the bulk of the People in our poor country exist in a brainless comma that is fed by Ignorance, anti-Spanish hate, and severe Racism of pretty much everybody that isn't Portuguese! And, Portugal started the Global Slave Trade in 1441 so it is definitely NOT a safe place for Blacks!!

    I found important websites that explain the Severe multi-generational Racism and Hate that exist in Portugal today, and i highly encourage all to read them and spread the word in order to avoid innocent, and desperate people from living or visiting there. Get educated on the Truths about Racist Portugal now.



    1) https://www.theroot.com/a-white-journalist-discovers-the-lie-of-portugal-s-colo-1790854283

    2) https://saynotoracistportugal.neocities.org/

    3) http://www.discoveringbristol.org.uk/slavery/routes/places-involved/europe/portugal/

    4)SOPAS DOS POBRES EVERYDAY IN PORTUGAL BECAUSE OF NON EXISTENT ECONOMY:

    https://www.noticiasaominuto.com/pais/764453/sopa-dos-pobres-foi-criada-ha-anos-mas-ainda-existe-problemas-persistem

    5) http://www.ipsnews.net/2011/10/portugal-crisis-pushes-women-into-prostitution/

    6) https://www.theatlantic.com/business/archive/2013/06/the-mystery-of-why-portugal-is-so-doomed/276371/

    7) Portuguese (what they made-up and call Luso) DNA Phenotype is a mix of Moors, Gypsies and Blacks:
    https://www.arabamerica.com/every-facet-portuguese-life-arabs-left-mark/


    Be SAFE friends. Hugs.

    ResponderEliminar
  15. bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. O poema é muito bonito, a solidariedade um dos sentimentos mais bonitos.
    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Olá, Bom dia, como sempre acontece escreveu mais um lindo poema, certamente que também pode Ler nas entrelinhas a sua felicidade.
    Feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  18. Gracias como siempre por tus fantasticos poemas.
    Gracias por pasar por el blog y dejar tu huella.

    Besos

    ResponderEliminar
  19. É nas entrelinhas da nossa vida que tudo acontece...bom e mau!
    Amei o teu soneto! Profundo!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Nas entrelinhas deixamos nossos sonhos acontecerem!
    Maravilhoso soneto amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  21. Todos temos sonhos, ilusões e desilusões, mas poucos, muito poucos, sabem descrever, em belos sonetos, o seu sentir.
    Parabéns, Cidália. :)

    ResponderEliminar
  22. Sonhos, desilusões... dor... lágrimas... mas, nas entrelinhas, encontramos forças para vencer...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  23. Todos somos feitos de sonhos e desilusões.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  24. Numa noite estrelada,
    sonhos de desilusões
    nesta curta caminhada
    aqui aos trambolhões!

    Tenha uma boa tarde amiga Cidália.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  25. Cidália...
    Ah querida que maravilhosas
    essas Entrelinhas que nos
    inspiram todo tempo.
    Lindos mais esses versos.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  26. Joao Lisboa, tu tiens muita, muita verdades hoje! Em portugal nao trabalhos, no economia e lixo.....e verdade e verdade amigos! Muito racismo tambem!

    ResponderEliminar
  27. Adorei o poema, é triste mas belo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Olá Cidália querida

    Amei o poema, um tanto quanto triste, mas nem só de alegrias se faz lindos poemas como esse.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  29. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  30. As estrelas fazem parte de nos pode ser ate numa noite romantica ou nao pois elas estam sempre presentes adoro o teu poema mesmo ele sendo triste bjs

    ResponderEliminar
  31. A melancolia que seus versos trazem encanta no belo soneto, mas se reveste no final no belo sentimento de fraternidade.Lindo Cidália.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  32. Lindo e poderoso!
    Mais um poema de nota 10 com fortes emoções.
    Que nunca te falte inspiração amiga!
    Mega beijinho

    ResponderEliminar
  33. Cidália!
    Amo seus sonetos sempre tão profundos e carregados de sentimentos, parabéns!
    Desejo um mês repleto de alegrias e uma semana abençoada.
    “Só são verdadeiramente felizes aqueles que procuram ser úteis aos outros.” (Albert Schweitzer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/09/diulgacao-cultural-121-51-edicao-do.html

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘