quinta-feira, 5 de julho de 2018

Sentimentos que nunca rejeito...

Imagem relacionada
Soltam-se as notas musicais do meu imaginário
Que procura na fragrância das flores oferecidas
Todas as palavras já escritas, no meu dicionário
Deixando meu coração libertar coisas vencidas
*
Cada palavra solta dos meus dedos cuidadosos
Que imaginam, percorrer, o teu bonito interior
São como delírios à solta...momentos ansiosos
E atrás de um gesto teu está o verdadeiro valor
*
São as palavras, eternos poemas do meu recanto
E quando o sol se ausenta, e me retira o encanto
Volta um turbilhão de sentimentos, nunca rejeito
*
Soltam-se dos meus dedos, em palavras insanas
Delírios da minha mente. Mas, em mim emanas
O perfume que faz do meu raciocínio imperfeito
****
Cidália Ferreira

31 comentários:

  1. A imagem já se pirou,
    lá no sítio não está
    onde Cidália a deixou
    por onde é que andará?

    Mais um fantástico poema,
    da sua muita imaginação
    escreveu na tarde serena
    dum dia chocho de verão!

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Cidália Ferreira.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Tu tens uma alma grandiosa,
    Cidália, amiga querida!
    Tu amas demais a vida...
    Tua alma uma luz esposa!

    A luz divina que goza
    Tua alma, é, então, devida
    À fé que tens, com guarida
    No teu coração! E a prosa

    Que escreves, é puro amor
    De um coração com o esplendor
    Do teu próprio ser. Diria

    Que quem da vida é amante,
    Tem essa luz flamejante
    Tua e da tua poesia.

    Lí tua postagem anterior e admirei demais o teu testemunho, minha querida amiga! Meus parabéns! A vida se não for amor, não é vida, por que a vida é Deus e Deus é amor. Grande abraço! Fique com Deus! Laerte.

    ResponderEliminar
  3. Querida Cidália, mais um belo poema que partilha connosco! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Sentimentos profundos nesse maravilhoso soneto amiga Cidália!
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Muito belo e sentido este poema! Boa escolha de palavras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Que lindo!
    "Soltam-se dos meus dedos, em palavras insanas" Cidália
    Adorei ler.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  7. Mais uma vez um belíssimo poema. Adorei :))


    Poema do Gil António, que, por motivos profissionais não pode visitar-vos. Esperamos que entendam...Obrigada.

    Gratidão em Chuva de Amor

    Bjos
    Votos de uma óptima noite

    ResponderEliminar
  8. Um soneto muito bonito, Cidália. Encantam-me os sonetos, mas penso que é uma das formas poéticas mais difíceis de escrever.
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Um soneto que se sente à flor da pele.

    Temos um novo conto. E como é para vós que escrevemos, convidamos-vos a participar na escolha do título.
    https://contospartilhados.blogspot.com/2018/06/novo-conto-ainda-sem-titulo.html

    Continuação de boa semana.
    Saudações literárias!

    ResponderEliminar
  10. Olá Cidália, maravilhoso poema.
    Beijinhos de Luz!
    AnaMaria

    ResponderEliminar
  11. Passando para ler este lindo poema deixar um bjs

    Kique

    ResponderEliminar
  12. Lindamente belo. Deixei no blog minha participação no Poetizando

    ResponderEliminar
  13. Um poema lindo cheio de sentimentos bonitos, cada palavra uma emoção, parabéns pelo escrito, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  14. Oi Cidália
    Cada dia escrevendo lindas poesias
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. Waounh mas que bonito eu sue adoro musica pois sou locutora adorei parabens bjs

    ResponderEliminar
  16. COMENTÁRIO


    DUAS PALAVRAS SINGELAS
    MERECEM COMENTÁRIO
    NESTE VERSO FAÇO DELAS
    PRESENÇA DO CENÁRIO

    MÚSICA E POESIA
    SEMPRE ANDARAM LIGADAS
    AO SOM DUMA FANTASIA
    POR POETISA TOCADAS

    A CIDÁLIA FERREIRA
    NAS TECLAS MEXE BEM OS DEDOS
    PARTITURA VERDADEIRA
    AS ROSAS SÃO OS ENREDOS

    LEYRENO

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália
    Lindo poema, bjs querida.

    ResponderEliminar
  18. Magnífico poema.
    Parabéns pela inspiração poética das tuas palavras.
    Amiga Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Um show de poesia, Cidália! Parabéns!

    São as palavras, eternos poemas do meu recanto
    E quando o sol se ausenta, e me retira o encanto
    Volta um turbilhão de sentimentos, nunca rejeito


    Beijo, restinho de boa semana!

    ResponderEliminar
  20. Boa tardinha, querida amiga Cidália!
    Um poema lindíssimo com revelação de seus próprios sentimentos em cada verso mas que se tornam pura delicadeza... é prova de que não se anticipa ao que te conduz... Lindo!
    Tenha uma tarde/noite abençoada e feliz!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  21. Leio cada palavra tua emocionada e até parece que me repito, mas gosto tanto!

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  22. Poderoso e emotivo poema! Elaborado com toda a dedicação e sensibilidade habitual.
    Adorei e a imagem é simplesmente maravilhosa!
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Há sentimentos que ficam para sempre presos na alma e no coração.
    Maravilhoso poema
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  24. Sempre uma maravilha, apreciar cada turbilhão de sentimentos e moções, que emana em cada um dos seus trabalhos, Cidália!
    Inspiração em alta, por aqui, Cidália! Uma vez mais, muitos parabéns!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  25. Ai Cidália!
    A rima do coração em poema tão delirante, obrigada.
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/07/divulgacao-cultural-90-43-poetizando-e.html

    ResponderEliminar