quinta-feira, 26 de julho de 2018

Espero-te...como quem espera pelo verão

Foto de Cidália Ferreira.
Espero-te...como quem espera pelo verão
Alma carente, desejando-te para além dele
Só tu reconfortas, e afagas o meu coração
Com carícias na alma, na mente, e na pele
*
Imagino teus beijos nos mais doces afagos
Sinto como me conquista este louco desejo
Em volta, apenas a brisa, faz seus estragos
Sendo a envolvência e testemunha do beijo
*
O verão, com a sua envergonhada estadia
Traz-nos o amor, em sonhos e imaginação
Quando se libertam balões em pura magia
Beijam-se as nossas bocas... pura emoção.
****
Cidália Ferreira

48 comentários:

  1. Nem sempre se desespera,
    bem valeu a pena esperar
    para se ter o que quisera
    felizes se estão a beijar!

    Bonito poema, gostei amiga Cidália.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Świetny post <3 bardzo mi się podoba :* oraz super blog :) obserwuję i zostaję tu na dłużej :D zapraszam http://mysterious-natalia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Posso garantir-lhe uma coisa. O seu poema é muito melhor do o Verão.
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Me ha gustado mucho tu lindo poema.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  5. Um desejo em forma de espera.
    Muito bom, Cidália.
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. O verão é o tempo das paixões por isso é perfeita a escolha!
    bj e gostei de ler

    ResponderEliminar
  7. Fosse o verão mais quente, mais as paixões ficam exarcebadas

    Gostei.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  8. Thanks for the beautiful post!
    Have a nice day)

    ResponderEliminar
  9. Como é bom ter dentro da gente uma semente de amor, que sempre está a esperar por uma estação...
    Gosto do teu jeito de poemar.

    Linda tarde!!!

    ResponderEliminar
  10. Mais um maravilhoso poema, adorei. Identifico-me muito consigo.
    :))

    Bjos
    Votos de um óptimo fim de tarde.

    ResponderEliminar
  11. O Verão liberta-nos.... e torna-nos leves...
    Obrigada pela visita.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  12. Cidália
    Quebrei dois dedos
    Logo volto
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. Como é bom ter dentro da gente essa chama que e nos incendeia de amor
    O poema é maravilhoso, Cidália
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Poema lindo encantador
    Bjs

    Hoje em Caminhos Percorridos - ARTE ARTESANAL

    ResponderEliminar
  15. Verão combina com paixão! :) Mais um lindo poema. Beijinhos e boa noite.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  16. bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Que chegue rapidamente o Verão e que não tenhamos que esperar muito

    muito bom

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Que quem espera chegue mais rápido que o Verão que teima em se manter arredio.

    ResponderEliminar
  19. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  20. Há esperas que valem a pena...
    Parabéns pelo poema, é excelente.
    Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  21. Verão perfeito para amar Cidália linda poesia uma inspiração maravilhosa, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  22. Cidália,parabéns por tanta inspiração!
    Amei ler essa espera pelo amado na estação do verão.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  23. Linda poesia, muito inspiradora.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde, o poema é lindo e a espera é proveitosa.
    AG

    ResponderEliminar
  25. tendo em conta como está a ser o verão por estes lados, acho que ainda vamos ter que esperar!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  26. Se esse Amor for tão instável quanto é este Verão, melhor é nem aparecer.

    Já o poema é uma delícia de ler e sentir.

    Parabéns, Cidália, gostei imenso.

    Beijos

    ResponderEliminar

  27. INFORMAÇÃO
    Acaba de ser publicado na Nossa Travessa o episódio n.º 9 da saga É DIFÍCIL VIVER COM UM IRMÃO MONGOLÓIDE desta vez com o título Vem à baila testamento.


    http://anossatravessa.blogspot.pt

    Como habitualmente voltarei depois para postar comentário.

    ResponderEliminar
  28. Bom dia, Cidália,
    e o verão chegou com sua magia, repleto de rosas e perfume, preparou o ambiente para o tão esperado e desejado encontro das almas no efetivo beijo! Abraço!

    ResponderEliminar
  29. lindo poema. Parabéns linda poetisa. Bjs querida

    ResponderEliminar
  30. E, como reza o ditado popular, quem espera sempre alcança. Mas alcança-se mais depressa o brilho deste bonito poema que o do Verão.

    Convidamos-vos a ler o capítulo 3 do nosso conto escrito a várias mãos "Janelas De Tempo".
    https://contospartilhados.blogspot.com/2018/07/janelas-de-tempo-capitulo-3.html

    Votos de excelente fim-de-semana.
    Saudações literárias!

    ResponderEliminar
  31. Pura emoção, define, também, o teu poema! Parabéns!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Bonito poema pode ser que assim o verão chegue!
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  33. a passar por aqui para desejar bom fim de semana!
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  34. Essa é uma espera
    constante do poeta
    que sente na alma
    toda vida passando...
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar

  35. Olá Cidália

    Boa tarde, o poema é lindo!

    Contrariamente a 90% dos portugueses eu estou a adorar este Verão!
    Passo muito mal com o calor,
    no ano passado foi horrível mesmo
    com temperaturas de 40º
    então estou a sentir-me tão bem com os 26º que tem feito.

    Por aqui tenho um post novo neste blogue:
    http://pensamentosimagens.blogspot.com/

    HOJE "Os meus pensamentos" vão para a questão

    "viajar sozinha e viajar acompanhada"

    e, já vai perceber o porquê...

    Espero a sua visita.
    Beijinhos da Tulipa

    ResponderEliminar
  36. Maravilhosa, esta inspiração, Cidália... da qual ficarei com umas palavrinhas, debaixo de olho... para um futuro destaque, lá no meu canto...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  37. Quem espera alcança!
    Fabuloso poema que nos eleva nas teias do amor!
    Adoro!!! Sempre nota máxima e também na escolha de imagem que está sempre em sintonia com os poemas.

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  38. Cidália!
    Que amor acalentado pelo desespero e pela paixão, lindo!
    “A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/08/divulgacao-cultural-101-46-poetizando-e.html

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada...