sábado, 14 de julho de 2018

Deambulando, no meu silêncio.

O sol vai nascendo devagarinho
Dento do meu coração permanece
Mas falta algo, que não sei dizer
E mesmo que as nuvens apareçam
O meu coração irá agradecer
Os raios, que enaltecem o meu ser,
E os ramos, abanados pelo vento
Onde o canto dos pássaros é lamento
E eu, deambulando no meu silêncio
Pelo longo e árduo caminho.
*
E, devagarinho vou caminhando
Escrevendo coisas da mente
Olhando o horizonte e pensando
Nas palavras escritas, e mormente
Não seria eu, se não fosse sincera
Se não me saísse do fundo da alma
Este verdadeiro sentimento, que me calma
Com os raios de sol, que continuo olhando
Onde a emoção e a recordação
Estão no meu coração...que te espera.
***
Cidália Ferreira.

27 comentários:

  1. Um sentimento mais que profundo dentro da sua alma amiga Cidália!
    Amo ler seu poetar.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Oi Cidália
    Que poesia linda!
    Fiquei encantada
    Já estou melhorando, logo ficarei boa se Ele quiser.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde. Adorei o poema, parabéns:))

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira

    ResponderEliminar
  4. Um lindo poema carregado de sentimento! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  5. Lindo poema, amei!


    Beijos!
    https://blogtrendreport.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Belíssimo poema, Cidália.
    Obrigada pela gentil visitinha.
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderEliminar
  7. Um belo poema. Gostei de ler.
    Um abraço e bom fds

    ResponderEliminar
  8. Mais um lindo poema carregado de emoções.
    Gostei muito.

    Bom fim de semana

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  9. Que lindo poema, inspirada alma, eis a poetisa que és!
    Amei ler como sempre, parabéns!
    Abraços querida Cidália!

    ResponderEliminar
  10. Linda imagem e majestosa poesia amiga. Abraços, seja sempre iluminada por Deus. Bjuss

    ResponderEliminar
  11. Uma caminhada e um encontro no silêncio, muito bonito, Cidália.
    Muita sensibilidade.
    Um bom fim de semana!
    Beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  12. Muito bom, há muito que comecei a andar sozinho :)

    Bom fim de semana

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Simplesmente belo Cidália!
    Feliz fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Poema muito belo e luminoso,
    o sol nascendo por dentro no
    silêncio interior. ..
    A imagem escolhida linda
    acompanhar esta luminosidade.

    Feliz final de semana, Cidália!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  15. Há dias assim em que deambulamos pelo silêncio e reescrevemos o tempo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  16. Um poema tão profundo quanto a beleza de sua inspiração e sabedoria!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Olá, Cidália, mais um lindo poema da tua veia poética, parabéns, minha amiga.
    Um bom domingo
    Beijo

    ResponderEliminar
  19. Deambulando no seu silêncio, vendo e sentindo tudo o k a rodeia, até que o amor chegue. mto bem, estimada Cidália. Releia o poema, se assim o entender, pke faltam 2 letrinhas em 2 palavras.

    grata pela sua visita e exagerado comentário, aliás, como sempre. Não sou poetisa, escrevo, apenas.

    Beijos e bom domingo.

    ResponderEliminar
  20. Que poesia linda!
    Fiquei encantada

    TAMBÉM GOSTO DE
    devagarinho IR caminhando
    Olhando o horizonte e pensando

    Bom Domingo

    ResponderEliminar
  21. Lindíssima participação amiga Cidália.
    Lindo poema que amei ler. Sentimentos vindos da alma, transformados em poesia.

    Desejo uma semana de muita paz, luz, amor e harmonia
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Cidália!
    Que belo poema, mesmo que deambulante...
    Desejo uma semaninha de luz e paz!
    “É o coração que sente Deus e não a razão.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/07/divulgacao-cultural-92-44-poetizando-e.html

    ResponderEliminar
  23. Um deambular pelas recordações que ainda tocam o coração de quem espera.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  24. Um maravilhoso nascer do sol... e da esperança... que nos é oferecido em cada palavra, neste emotivo trabalho!
    Mais uma inspiração brilhante, por aqui, Cidália!
    Adorei! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar