sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Desassossegado sossego...


O tempo passa, meu pensamento não sossega
As folhas caem ressequidas,
Lá longe, as nuvens passam, desaparecem
O sol nem sempre brilha em mim,
Este tempo incerto desassossega o meu eu
Faz calor, eu sinto frio
Um frio no desassossego da minha mente,
O tempo passa, tu não vens
Ainda te espero, como quem espera a chuva
Como quem espera o impossível
Numa tarde de outono, imaginária, docemente, 
.
Neste meu desassossegado sossego, onde guardo
As recordações que me fazem sonhar
Onde tantas vezes as olhos, lacrimejando, 
Mas meu olhar distante, vagueia
Por entre folhas ressequidas onde penso
Que seria de mim, sem teu apoio
Imaginação minha, por tanto amar,
Neste desassossego, infindável, constrangedor
Onde vives dentro de mim, apenso 
Mesmo que tempestades surjam de vez em quando
Existe, em meu desassossegado pensamento, amor.
***
Cidália Ferreira.

32 comentários:

  1. O amor é ótimo para tudo! Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Acredito que todos nós temos um desassossego em nós, devemos lidar com ele e tirar como experiência tudo na nossa vivência.
    Uma boa sexta feira pra vc!!

    ResponderEliminar
  3. Embora uma vida sossegada seja boa, um pouco de desassossego também faz bem. :) Bonito poema. Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Um sentimento que existe em todos nós,quando existe o amor e ele está distante.
    Lindo poetar Cidália.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Fantástico poema , onde descreves o verdadeiro amor com suas fases.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Cidáliamiga

    Tu, querida amiga, és uma verdadeira "fábrica de produção de Poesia" Admiro-te como Poetisa e como persistente.

    Como sempre espero-te na NOSSA TRAVESSA

    Qjs

    Henrique o Leãozão

    ResponderEliminar
  7. Linda demais sua poesia,amiga Cidália!

    Seus seguidores também não aparecem.Com o mesmo erro que no meu!

    E pensei que fosse só comigo.Muitos que visitei estão assim.

    E o google nada resolve!

    Beijos sabor carinho e um sábado de bênçãos

    Donetzka

    ResponderEliminar
  8. Quando uma folha seca mostra ternura
    E nosso olhar esbate de pura emoção
    Chegas tu e com tanta doçura
    Que empregas em poemas de eleição
    ...........
    Amei teu poema. Algo sofredor visto que a espera a isso leva, mas de um carinho exemplar pela coragem da espera por alguém que mora dentro do coração. A esperança nunca morre...

    Beijinhos ilustre poetisa.

    ResponderEliminar
  9. Um poema lindíssimo, e uma emotiva declaração de amor...
    Belíssimo, como sempre, Cidália!
    Beijinho! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Mais um fantástico poema querida Cid´lia. Que bom, o tempo passa e você cada vez mais inspirada. Abraços, com desejos de um fim de semana iluminado por jesus.

    ResponderEliminar
  11. Um desassossego que proporcionou um belo texto poético!bj

    ResponderEliminar
  12. Amei, Cidália! O amor traz sempre sossego ao desassossego, mesmo que não o transforme acaba por diminui-lo.
    Bom fim-de-semana, um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Abençoado final de semana!!!!!! Beijokas

    ResponderEliminar
  14. Que poema lindo
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Tem um post novo no meu blog explicando tudo,como colocar botão provisório de seguidores!Vá lá!

    Basta clicar no nome de meu blog p chegar lá.

    Beijos

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  16. Tantas vezes nos sentimos desassossegados!
    Gostei da antítese.
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Um desassossego emocionado que se transformou em mais um lindo poema.
    Bom Domingo

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  18. Querida Cidália, obrigada por mais uma vez participar do Poetizando com seu lindo verso. Seja sempre bem vinda querida. Abraços, um feliz Domingo.

    ResponderEliminar
  19. Bom dia querida Cidália! Vim lá do blog da Lourdes e vi sua linda participação. Um verso inspirado. Você é uma grande poetisa, suas poesias são perolas que nos encantam. Parabéns! Abraços, um dia de paz e feliz. A minha está prontinha.

    ResponderEliminar
  20. "Neste desassossego, infindável, constrangedor
    Onde vives dentro de mim, apenso
    Mesmo que tempestades surjam de vez em quando
    Existe, em meu desassossegado pensamento, amor."

    Muito bonito, Cidália!
    Beijo. Uma feliz semana.

    ResponderEliminar
  21. Cidália como sempre você trazendo lindos poemas, as vezes o desassossego faz bem a gente, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  22. Gostei muito do desassossegado sossego!
    Muito lindo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Por vezes esse desassossego nos faz bem. Lindos e sentidos versos.
    Feliz semana amiga!

    Bjss!

    ResponderEliminar
  24. Um encanto e espanto em cada passagem pelo seu blog!
    Muitos parabéns Cidália!
    Bj

    ResponderEliminar
  25. BRAVO!!!!
    Que poema fabuloso onde imperam as metáforas!
    ADOREI! Momentos de desassossego todos temos mas a esperança deve persistir sempre.

    Abraço amiga!

    ResponderEliminar