sábado, 16 de setembro de 2017

Anoiteceu, existem lembranças de ti.

Imagem relacionada
Anoiteceu, e existem lembranças de ti
Da tua voz, do teu sorriso,
Da tua força.  Existe o cheio do mar,
Existe musica na nossa forma de amar
No brilho do luar, as notas musicais,
Existe tanto de ti no meu coração
Nos meus momentos bagos de solidão,
Existe o perfume da noite, na maresia
E tanto de ti no meu imaginário louco
.
Anoiteceu, deambulo nas letras soltas
No teclado, meus dedos tremem de emoção
Talvez seja amor, qual musica tocada ao luar
Ao som das ondas envoltas de carinho,
Mas no ar, existem de ti, as lembranças
O puder da tua voz que me enlouquece
E me embriaga a calma. Anoiteceu,
Fazes parte do meu mundo de fantasia
Do meu louco frenesim, e da minha poesia.
***
Cidália Ferreira

33 comentários:

  1. Quando se deixa vaguear a imaginação, e os sentimentos, se transformam em palavras, acontecem os poemas perfeitos

    Bom dia.

    ResponderEliminar
  2. Anoitecer, hora mágica...Povoam a mente as lembranças! LINDA! bjs, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  3. É bom termos boas lembranças!
    Belo poema ... Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou da mousse!
      Faz_se rápido e é gostosa!
      Eu adoro manteiga de amendoim e vou experimentar para substituir a manteiga normal!
      Bj

      Eliminar
  4. Lindo poema, uma bela e normal junção, a noite e as lembranças. :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  5. Olá, estimada Cidália!

    Uma excelente poesia, bem pensada, com pouca rima e onde expressa bem os "seus" sentimentos.
    Há lembranças no ar e em todo e qualquer lugar, porque o amor tem destas coisas.
    Tudo o que e dele, e a ele lhe pertence, é como se fosse da de quem escreveu, a Cidália.

    O poder da voz dele, do olhar dele, das mãos dele, do corpo dele, de tudo, afinal, percorre e anima a sua imaginação, que cede, para construir poesia assim.

    Grata pela sua visita e comentário, Não fique estarrecida, porque não é caso para isso. É prosa, género literário, onde não me sinto muito à-vontade, mas o Vítor deu o mote e depois foi só segui-lo.

    Os comentadores, que afirmam que têm dificuldade em comentar poesia, e a minha, em particular, espero agora que isso não aconteça, porque, desta vez, há muita prosa.

    Beijos, um abraço de gratidão e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Envolto nos meus pensamentos, anoiteceu
    Olhei a noite solitária, o céu estrelado
    Vi aquela estrela de luz, brilhando no céu
    Sorri, porque ela tinha teu nome gravado
    .
    Da sua luz imensa, soavam notas musicais
    Que ecoavam pelo céu, na noite de solidão
    Tocavam em meu peito, qual luz de vitrais
    Notas de amor timbradas de mélica emoção
    .
    Tocando ao luar, letras soltas de magia
    Fazendo da minha noite a beleza do dia
    Em que caminhei através da escuridão
    .
    Reparei estar só, olhando a doce estrela
    Não a agarrei, mas deliciei-me ao vê-la
    Sentindo que ela iluminava meu coração
    ....................................
    A minha simples homenagem ao teu poema que me deliciou. Lindo demais
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Eu gostei muito Cidália,um poema com sentimento de saudades de quem se ama e deseja que esteja por perto.
    Bjs -Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. A minha hora do dia preferida é o anoitecer. Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  9. Ao anoitecer, longe da azáfama do dia, tudo vem à mente.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Olá Cidália querida


    Que lindo poema.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  11. Quando anoitece a nossa imaginação torna-se livre e preenche um silêncio, uma ausência.
    Muito bonito este poema em que as lembranças acordam um amor adormecido.
    Bom fim-de-semana, beijinhos!

    ResponderEliminar
  12. Gostei do poema. Do anoitecer e dos sentimentos que a magia dessa hora sempre desperta.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Preciosos versos, querida Cidália.

    Feliz noche.

    Besos.

    ResponderEliminar
  14. Que lindo texto.

    Venha me visitar em meu Caramelos Café.
    Entre e sirva-se à vontade.

    ResponderEliminar
  15. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  16. Linda inspiração, a imagem te deu azo para nos dar o poema como todos amamos, sentir no âmago o que nos eleva, pois não há quem nunca vivenciou um amor assim, ou até quem nunca imaginou o amor assim, romanticamente lindo!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  17. Olá!
    Para fugir da rotina, lancei hoje a brincadeira “POETISANDO E ENCANTANDO, no blog Filosofando na vida.
    https://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    Vim convidar você a participar da saudável brincadeira.
    Como acontece, postarei uma foto e a partir desta foto, criamos um verso. Não precisa ser poeta, basta usar da criatividade e postar seu versinho em sua página. Exercite sua imaginação, use sua criatividade.
    Comente, leve o selinho número 1º, desta saudável brincadeira.
    Postarei aos domingos e deixarei durante toda segunda feira, a sequência da brincadeira para que facilite os participantes pegar seu selinho e a imagem.
    O link desta página, ficará na lateral do meu blog.
    Ficarei feliz com sua participação.
    Abraços, Profª lourdes Duarte.

    ResponderEliminar
  18. É sempre bom vir aqui e ficar
    uns instantes com a sua poesia.
    Desejo que esteja bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  19. É no silêncio da noite que as recordações nos " assaltam".

    Adorei o poema. Brilhante, como sempre.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. A noite chegou e só fica a lembranças do amor, lembranças boas merecem ser sempre lembradas, lindos os versos, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  21. O anoitecer torna as lembranças mais intensas.
    Lindíssimo poema
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália,
    À noite, lembranças e saudade sempre
    chegam com força total...
    Linda poesia ;)
    Bjs!

    ResponderEliminar
  23. Lindo demais,amiga poeta Cidália.

    Sempre romãnticas, magistrais suas poesias.

    E a noite inspira,traz lembranças e nossa alma perambula pelas recordações.

    Linda a imagem!

    Parabéns,minha linda.


    Beijos sabor carinho e uma semana de bênçãos

    Donetzka

    ResponderEliminar
  24. Poema apaixonante! Parabéns pelo seu blogue.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  25. A noite é o lugar onde sobrevivem todas as emoções, todos os sonhos, todas as memórias... Tão belo, este poema, Cidália!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  26. A noite traz sempre recordações, umas que nos são queridas, outras nem por isso.
    Mais um bonito poema!

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  27. Oi Cidália
    Nostalgias não fazem bem a saúde: que vivamos o hoje e sonhemos com um lindo futuro
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  28. Inspiração e emoção, em estado puro, neste maravilhoso poema!
    Impossível, eu não levar daqui, umas palavrinhas suas, Cidália... vou já avisando... :-D
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  29. Chega a noite...a escuridão...soltam-se memórias saudosistas da alma mas ilumina as tuas inspirações! E assim constrois mais um belo poema!
    Adorei como sempre!!! O teu toque pessoal está cá!
    Um abracinho grande

    ResponderEliminar