sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Sinto que o imaginário me presenteou

Sinto que o imaginário me presenteou
No dia, em que  apareceste, tão lindo
Sinto que o meu coração se apaixonou
Pelo ser que me protege e vai fluindo 
.
Sinto um excesso de carinho a chegar
Sinto que és a força que tanto preciso 
Sinto-me embebecida por poder olhar
Ver-te chegar sem qualquer improviso 
.
Mas haverá sempre o caminho a seguir
E um destino, que nos envolve, a fluir
Como o sol que se esconde, da neblina
.
E neste solitário caminho, a esperança
Nasce a todas as manhãs, qual criança
É o imaginário, um sol que me ilumina.
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Ainda existe vida, em degraus cansados

Resultado de imagem para imagens- folhas de outono sensuais
Ainda existe sol em meu solitário coração
E degraus para subir, sem limites, 
Existem folhas que caem suavemente
Quando em seu tempo e lentamente
Me brindam, com suaves e ternas cores
E me enleva o pensamento à reflexão,
Entre degraus e palavras não ditas
Ficam meus pensamentos num consolo
Por querer deixar, nas folhas, palavras escritas,
.
Ainda existe vida, em degraus cansados 
Perdidos em noites e manhãs. Enevoados
Onde tantas vezes ali passam outros ventos
Ventos, que sopram por vezes em demasia
Fazem dançar as folhas em jeito de poesia, 
Ainda existe sol em meu coração, que vive
Consolando o olhar, e sem outros tormentos
Me faz querer viver tudo aquilo que não tive 
Nestes degraus...onde o meu pensamento é livre.
***
Cidália Ferreira. 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Procura em teus sonhos, se esse for o momento

Imagem relacionada
Procura-me ao entardecer, se esse for teu desejo
Procura-me, entre lençóis brancos de puro linho
Entre suores de desejo e momentos, só um beijo
Atenua a saudade que meu corpo sente, sozinho
.
Procura em teus sonhos, se esse for o momento
Caminha até mim, mas por ardorosos caminhos
Sei que esse, é o teu, e meu desejoso sentimento
Quando trocamos imaginários e suaves beijinhos
.
Toca em  meu corpo, e sente  como se manifesta
Ao sentir que chegaste com teu cheiro, em festa 
E me deixas embriagada de tanto desejo, é amor 
.
Procura-me ao entardecer e faz-me sentir mulher
Nos momentos solitários se esta vida eu escolher
É porque sem ti, minha vida não tem mais valor.
***
Cidália Ferreira 

domingo, 24 de setembro de 2017

Já passaram 8 anos. Nada acontece por acaso.


Já passaram 8 anos. Do meu acidente: (24 Setembro de 2009 - 18H25). Nada acontece por acaso. 


Se este dia não tivesse existido, certamente que não teria entrado na blogosfera muito menos no "mundo da poesia".Não tinha este blogue que, para mim é sagrado. Não teria "conhecido" pessoas fantásticas como vocês. Não saberia dar o verdadeiro valor às mais pequeninas coisas da viva. Não teria feito 2 livros. Este acidente podia não ter acontecido, podia, "mas não era a mesma coisa". Deixou-me marcas profundas, que jamais se apagam, mas, trouxe-me à vida muitas outras coisas boas. Hoje, é apenas isto. Nada acontece por acaso.


Feliz Domingo para todos: Cidália Ferreira.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Na mesa, flores, recordo a saudade

Foto de Cidália Ferreira.
Não via a hora da tua chegada, esperava
Embriagada de tanta ansiedade,
Saudade dos tempos cinzentos
Da chuva, do sol brilhante
Do cheiro da terra molhada,
Saudade, da intensidade dos momentos
Que passam, talvez não voltem mais,
A esperança alimenta-me a alma
Meu coração, numa espera angustiante
.
Esperava pela hora da tua chegada
Tão só, e tantos pensamentos vãos,
Soltam-se em desejo, palavras escolhidas
Para te enternecer à chegada,
Na mesa, lugares vazios, reservados
Esperando, por ti, por mim
Pela loucura do nosso vigor,
Na mesa, flores, recordo a saudade 
De quando te espero, de coração cheio de amor
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Cada traço colorido, significa a saudade

Resultado de imagem para imagens românticas
Emolduro cada palavra dita com sentido
No meu coração, com teu laço de carinho
São imensas as saudades, e não te olvido 
Quando penso, és parte do meu  caminho
.
Cada traço colorido, significa a saudade
Cada cor, qualidades do teu ser generoso
Sempre aclamando pela voz da lealdade
Mesmo sendo, meu imaginário perigoso 
.
Vou deixar-te meu coração onde estiveres
Mesmo sabendo, que partes, sem quereres
Quantas vezes, em ti, me quero embriagar
.
Emolduro os nossos sonhos, sentimentos
Palavras doces, amargas, são fragmentos
E toda a nossa vivência, no meu divagar.
****
Cidália Ferreira

sábado, 16 de setembro de 2017

Anoiteceu, existem lembranças de ti.

Imagem relacionada
Anoiteceu, e existem lembranças de ti
Da tua voz, do teu sorriso,
Da tua força.  Existe o cheio do mar,
Existe musica na nossa forma de amar
No brilho do luar, as notas musicais,
Existe tanto de ti no meu coração
Nos meus momentos bagos de solidão,
Existe o perfume da noite, na maresia
E tanto de ti no meu imaginário louco
.
Anoiteceu, deambulo nas letras soltas
No teclado, meus dedos tremem de emoção
Talvez seja amor, qual musica tocada ao luar
Ao som das ondas envoltas de carinho,
Mas no ar, existem de ti, as lembranças
O puder da tua voz que me enlouquece
E me embriaga a calma. Anoiteceu,
Fazes parte do meu mundo de fantasia
Do meu louco frenesim, e da minha poesia.
***
Cidália Ferreira

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Sinto no ar teu cheiro de meiguice e doçura

Resultado de imagem para imagens sensuais casal
Sinto no ar teu cheiro de meiguice e doçura
Sinto o calor dos  teus lábios em meu corpo
Sinto chegar, em silêncio, desejo  tão louco
Que me invade o pensamento, pura ternura
.
Percorres meu corpo e em sussurro sensual 
Estremeço em delírio... sentimento tão meu 
Enlouqueço, com a volúpia e desejo  do teu 
Neste deambular, é meu sentimento pontual
.
Sinto tua chegada num momento inebriante
Que me deixa desinquietada de tanto desejo
E neste meu deambular sinto chegar o beijo
Ao meu corpo, que se imagina, tua amante.
****
Cidália Ferreira 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Nesse lugar sereno onde descansas

Procurei-te pelos trilhos do pensamento
Por encruzilhadas e ruelas
Pelas veredas do impossível,
E encontrei-te num lugar tão previsível
Onde o sussurrar das águas serenas
São a razão desse louco afastamento
.
Procurei-te nas ondas do meu desejo
Onde te guardo para todo o sempre
Sei que me desejas, como desejas o mar,
Sei que, neste meu louco imaginário
És a razão do meu viver, do meu acordar
Para todo o sempre, enquanto eu viver
.
E nesse lugar sereno onde descansas
E toda a beleza do pôr-do-sol contemplas
Sei que pensas e tens esperanças
Num reencontro desejado, tão nosso
Para que o sol em nós volte a renascer,
Nesse banco, onde tão sozinho te encontrei.
***
Cidália Ferreira.

sábado, 9 de setembro de 2017

São puros os sonhos que faço transparecer

Resultado de imagem para fotos noite, lua, estrelas e nós
Viajam sonhos em meus puros pensamentos
Que desinquietam minha mente em segredo
Que me despertam tão desejados momentos
Nunca serás indesejado, nem nunca degredo
.
Perfumas os momentos com presença fatal
Fazes-me sonhar, em noite de céu estrelado
Fazes-me olhar em frente, com ar angelical
Nesta viagem, ao meu eu, mais apaixonado
.
São puros os  sonhos que faço transparecer
Tão verdadeiros, que me  fazem emudecer 
Quando de ti tenho, momentos abençoados
.
Viajam os sonhos, pensamentos de lealdade
Como desejos de outros tempos de liberdade
Dos sonhos que tinha contigo, enamorados.
****
Cidália ferreira

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Fizeste-me recuar no tempo, querer viver...

Resultado de imagem para imagens lindas
Fizeste-me por momentos recuar no tempo
Em suaves e assegredados pensamentos
Por palavras sussurradas, desejadas 
Em momentos vagos de solidão,  
Fizeste-me querer voltar e recordar
Aquele abraço que não deste, quererias dar
Aquele beijo que trocámos naquela esquina
Entre desejos tão nossos mas proibidos,
Recordações de um tempo que já passou
Mas que no meu coração, entraram e ficaram,
.
Fizeste-me recuar no tempo, querer viver
Voltar a ter-te no meu desejado horizonte
Apreciar o pôr-do-sol e meditar
Sobre um mar sereno que me fascina
Ao soltar meus pensamentos livremente,
Fizeste-me, esboçar aquele sorriso
Ao lembrar, o teu beijar, de rebeldia
E por momentos senti-me a vaguear
Naquele mar, onde sempre me quis perder
Nas recordações da nossa intima ousadia.
***
Cidália Ferreira.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Do Brasil para Portugal - Prémio ganho, da Rita Sperchi

Hoje é com orgulho que partilho convosco este momento. Recebi este livro que ganhei, num sorteio/passatempo, num blogue de uma amiga- do outro lado do Atlântico- Brasil.
Frente
Parte de trás.
No blogue da nossa amiga Rita Sperchi. Num passatempo baseado em frases, verdades e mentiras, sobre a própria. Claro que quando decidi comentar foi naquela de cumprir a minha visita. Jamais imaginei que poderia ganhar alguma coisa. O dia da postagem foi a 1-7-2017. Quando voltei ma próxima postagem fiquei surpreendida quando vi o nike do meu blogue, ou seja, tinha sido a sortuda contemplada.  É nestes momentos que o mundo parece mesmo pequeno e que estamos tão longe, mas tão perto. 

Quando soube que ganhei, fiquei a pensar, mas ganhei o quê? Isto porque, a Rita Sperchi, nunca disse o que era o prémio, nem no mail... Fiquei muito feliz com o Livro do seu irmão. "Um dia de Domingo" Um livro que me parece de leitura fácil, com 282 folhas no total.
É a segunda vez que ganho, em passatempos na blogosfera, a primeira vez foi em Portugal e agora Brasil, quem diria....Estou muito grata por tudo isto. Do blogue  *Cantinho virtual da Rita*

Muito obrigada pela dedicatória e empenho que teve em fazer chegar o presente até mim. 

Cidália Ferreira.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Recordo todos os sonhos que ainda desejo ter

Resultado de imagem para fotos noite, lua, estrelas e nós
Das lembranças e dos sonhos, quando acordo
Olhando, através da luz  dum misterioso luar
Que pára em  frente à minha janela e recordo
Quanta saudade sente  meu coração, ao olhar
.
Olho a beleza da lua e parece ser a mensagem
Que há muito aguardo, desejando tua chegada
Mesmo que o sonho seja uma breve passagem
Mas só a tua presença me deixa aconchegada 
.
Recordo todos os sonhos que ainda desejo ter
És o pensamento que me invade, e sem te ver
És o constante momento  na minha presença
.
Iluminas-me quando adormeço ao amanhecer
Iluminas-me, quando de ti só quero fortalecer
Os nossos laços e momentos, sem indiferença.
****
Cidália Ferreira.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Sou como orvalho que te invade os pensamentos

Resultado de imagem para imagens lindas
Sinto-me tão pequena, sozinha, no meio do nada
Incapaz, de mudar o rumo deste mundo,
Sinto-me a vaguear sem rumo por aí
Onde tudo que eu quero é tão profundo,
Sinto-me pequenina, são meus momentos
Tão profundos, como os intensos sentimentos,
Sinto-me incapaz de sozinha caminhar
Porque sem ti, não saberei o caminho
Para que ambos, o consigamos mudar,
.
Sinto-me por vezes uma felizarda, infeliz
Quando penso que consigo o impossível,
Sinto que esmoreço quando o sol desaparece
Pois existem impossíveis que não se esquecem,
Mas sinto-me capaz de continuar esta loucura
Mesmo que pequenina, resumida a uma gota,
Sou como orvalho que te invade os pensamentos
Onde me sinto tão grande, mas tão pequena
Quando dou por mim, a divagar, nesta aventura.
***
Cidália Ferreira