terça-feira, 7 de março de 2017

No silêncio, a noite chega devagarinho

Foto de Cidália Ferreira.
Murmuram  belas no silêncio da noite 
As águas que emanam belos momentos
Trazem a felicidade para nosso deleite 
Levando o passado de outros tormentos
.
Serenam ao meu olhar, quanta saudade
Das manhãs, apanhando a brisa do mar
Outros caminhos são a impossibilidade 
De encontrar no sol, a vontade de amar
.
No silêncio, a noite chega devagarinho 
As nuvens parecem em perfeita sintonia 
De quem espera a incerteza dum carinho
.
Murmuram as águas em poesia cantada 
No silêncio, meus sonhos de monotonia 
Onde  espero, por tanto, ou talvez nada.
****
Cidália Ferreira

35 comentários:

  1. Cidália, adorei, poesia linda, você escreve maravilhosamente.
    Beijinhos de Luz!
    AnaMaria

    ResponderEliminar
  2. Lindíssima, mais uma por aqui,Cidália! Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. que lindo poema
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Olá Cidália
    Lindo poema, silenciar é preciso. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  5. Que linda imagem Cidália,exatamente coincide com as palavras desse lindo soneto de saudades à espera do amor diante das águas do mar.
    Amei!
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. A eterna saudade de quem ama!
    Magnífico soneto em total sintonia com a imagem.
    Os meus sinceros parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Oi Cidália
    Lindo soneto
    Escreve poesias magnificamente bem
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  8. Magnifico e belo poema minha amiga, gostei bastante e que tenha um Feliz Dia da Mulher.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  9. A vontade de amar acaba por despertar a poesia!
    Gosto ... e também gosto da nova foto do perfil!!!bj

    ResponderEliminar
  10. Olá! =)
    Muitos parabéns, em primeiro lugar pela imagem que está fantástica, em segundo lugar por este belo poema =)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. Feliz dia das mulheres minha amiga.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  12. Belo e sentido soneto e acompanha uma imagem
    perfeita na harmonia do sentir poético.

    Um dia feliz hoje no dia da Mulher e todos
    os dias, querida Cidália!

    Registro aqui também o que deixei no meu blog, sempre
    grata pela tua leitura e gentileza ímpar, minha querida.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Um soneto lindissimo. Um dia da mulher muito feliz.
    Bjo

    ResponderEliminar
  14. Mais um poema lindo e emocionante.
    Desejo-te um dia muito feliz!

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  15. Feliz Dia das Mulheres a você Cidália, bjs

    ResponderEliminar
  16. Cara amiga Cidália, belo soneto sob a batuta do teu estilo bem delineado: paixão e natureza.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Parabéns pelo dia da mulher.

    ResponderEliminar
  17. Maravilhosíssimo soneto, Cidália! Parabéns pela arte! Gostei imensamente da forma, da mensagem, métrica, rima e engenho. Eis um talento! Parabéns também pelo Dia da Mulher. Cordialmente. Laerte.

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidália
    Um lindo soneto como todos os outros
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália
    A maldade humana é atroz
    Existem pessoas muito boas também
    Dia da Mulher, nem lembrei. Pode?
    Tenho que fazer repouso(cirurgia) e durmo pra caramba! Tomo um coquetel de remédios.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  20. Que poema maravilhoso!
    Uma pérola poética minha amiga
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Querida amiga Cidália
    Minha amiga eu vim abraçá-la e parabenizá-la pelo dia de hoje e por todos os dias em que mereces ser homenageada como todas as mulheres
    Mulher, símbolo de sensibilidade. És a glória do homem, fonte terna de amizade, pérola de inestimável valor. Âncora fértil da imaginação, manancial profundo de amor. Alma misteriosa, tens inexplicável poder. Poder de conciliar trabalho, emoção, lar. Mestra na arte de amar, és uma guerreira em potencial. Parabéns amiga pelo teu dia.
    Beijos e o meu afetuoso abraço

    ResponderEliminar
  22. Maravilhoso poema amiga Cidália e ilustrado com uma imagem de arrasar e uma escolha perfeita.
    Está muito bem construído com rima e emoções em sintonia que faz parecer que ouvimos os murmúrios das águas.

    Feliz dia Cidália e um beijinho carinhoso

    ResponderEliminar
  23. Belo soneto Cidália Ferreira, que a metáforas embelezam.
    Agradeço que veja, por favor, leia e comente BRASIL - O SORRISO DE DEUS.
    Pará e… Belém do Pará
    http://amornaguerra.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Suave e belo como o entardecer.
    Adorei a imagem
    Beijinhos
    MAria

    ResponderEliminar
  25. Olá Cidália.
    Gostei de No silêncio, a noite chega devagarinho, um belíssimo soneto. Parabéns.
    Desejo-te excelente domingo.
    Abraços.
    Pedro

    ResponderEliminar
  26. E quem espera... sempre alcança... pelo menos gosto de acreditar que sim...
    Gosto do fiozinho de esperança, que os últimos versos deixam antever...
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
  27. Como sempre amiga muito carinhosa
    Você é poetisa
    Que dádiva de Deus
    Amanhã conversaremos pelo e-mail.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  28. Oi Cidália
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar