sexta-feira, 31 de março de 2017

Entre os silencios de uma natureza tão calma

Imagem relacionada
Entre os silencios de uma natureza tão calma
Onde meros pensamentos atravessam a ponte
Não há distância que defina o meu horizonte
Enquanto olhar em verdadeiro estado d'alma
.
Serenam as águas, silenciam-se os momentos
Olham-se as árvores, contempla-se a destreza
Das águas que correm sem qualquer ligeireza
No silêncio, o balsamo de nossos sentimentos 
.
Em cada margem que avisto, um carinho meu
Em cada ramo, um pensamento, qual renascer
Como o sol que espreita ligeiro, ao amanhecer
E nos dá vida, porque meu sentimento é o teu
****
Cidália Ferreira.

32 comentários:

  1. Cidália parece que estou no silêncio da natureza,ouvindo somente os pássaros e as águas serenas margeando essa ponte.
    Um poema que nos traz muita paz.
    Amei!
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Tão lindo esse silêncio que tanto fala! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Lindo! Os silêncios também falam alto ...
    Bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Querida Cidália
    Que bonito!
    A natureza ajuda muito a quem ama!
    Um beijinho
    Beatriz
    Voltei a publicar.

    ResponderEliminar
  5. Cidália que poesia linda, silêncios falam e trás uma paz, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  6. O silêncio da paz é maravilhoso. Bem relatado por ti.

    Wellington Maia

    ResponderEliminar
  7. Nada melhor que o silencio e beleza que só a natureza nos transmite. Lindo poema. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. Cidália:
    Um poema revelador de uma grande sensibilidade. Parabéns!

    Um beijinho


    O Toque do coração

    ResponderEliminar
  9. Silêncios de amor e de dor...
    Lindo poema.
    Beijinho. Bom fs

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Cidália.
    Lindo compor, cenas tranquilas que se mimetizam com os sentires.
    Parabéns pelo compor, obrigada pelo carinho e excelente final de semana.

    ResponderEliminar
  11. O que precisamos, de facto, é de águas serenas...

    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Que belo poema amiga sempre arrasando,
    bom final de semana, obrigado pela sua visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  13. Belíssimo poema, Cidália! Parabéns! Tudo de bom! Cordialmente. Laerte.

    ResponderEliminar
  14. A natureza é uma excelente apaziguadora da alma.
    Poema de uma beleza leve e serena, simplesmente encantador.
    Bom fim-de-semana, beijinho!

    ResponderEliminar
  15. Querida Cidáliamiga

    Mais um poema; mais um sucesso.

    Em Goa as coisas não correram muito bem; uns problemas de saúde (meus) - ainda que pouco graves (Ver abaixo sff)- deram origem a situação pouco feliz - que ainda persistem. Irei escrevendo quando tiver a cabeça mais arrumada...

    Além disso no local não havia ligação Internet...

    31 de Março - Parece-me que vou melhorando da recaída que tive da depressão bipolar que com ela terei de viver até ao forno crematório, pois é doença incurável.

    Vou pois andando devagarinho (sempre são 75 aninhos...) e um destes dias volto a publicar umas linhas. Aproveito para agradecer a todas/os que me acompanharam nestes momentos menos fáceis e sobretudo à Grande Mulher, a minha Raquel, que me amparou, cuidou de mim, enfim teve a paciência de me aturar...

    Qjs & abçs

    Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
  16. Oi Cidália, poetisa queridal vc sempre com uma linda inspiração. Bjs um bom final de semana, Amo vc e Deus ainda mais. Bjs

    ResponderEliminar
  17. Que lindo poema a natureza é tão poderosa
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. OI CIDÁLIA!
    ESCREVESTE ESTE POEMA EM ELEVADO ESTADO D'ALMA, AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. O silêncio que tanto diz num excelente poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde. lindo poema escrito com a alma que a natureza lhe deu, é o silencio que muito quer dizer.
    AG

    ResponderEliminar
  21. Quase nunca gosto de silêncios. Ou nunca gostei.
    Na minha casa sempre fomos muito barulhentos.

    ResponderEliminar
  22. Por vezes é preciso silenciar para ouvirmos a voz da alma.
    Mais um lindo poema que demonstra a tua imensa sensibilidade.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  23. Hoje, dia 1 não há post?

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã... Para não me chamarem de mentirosa, lol.

      Eliminar
  24. Bom poema, este

    Beijinho, bom fim de semana e Abril excelente, Ci

    ResponderEliminar
  25. A serenidade da natureza é ideal para momentos de reflexão...momentos que a saudade domina!
    Lindo poema como sempre! Muito bem construído, com uma inspiração serena e maravilhosa.
    Um abraço amiga e uma ótima semana

    ResponderEliminar
  26. Na harmonia da natureza encontramos a paz interior.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  27. Um poema lindíssimo, Cidália!
    Adorei! Ficarei com umas palavrinhas dele, debaixo de olho, para o destacar qualquer dia, com um link para aqui, se não se importar...
    Beijinhos! Bom restinho de domingo!
    Ana

    ResponderEliminar