sexta-feira, 3 de março de 2017

Chove, como se molhasse minha alma

Chove, como se molhasse minha alma
Tão fria, é como dentro de mim a sinto
Caem as pétalas que libertam a calma
Fica a tristeza dentro de meu instinto 
.
Este sentimento que a chuva me traz
Onde as lágrimas escorrem sem querer
Só a tua doce companhia me satisfaz 
Mas divide comigo o que te faz sofrer
.
Caem  pétalas perfumadas de tristeza
Sinto como ela  invade o meu coração
Que se enche de  revolta, da incerteza
.
Chove lá fora, chegam  os sentimentos
Revoltas de vidas, que exigem reflexão
Para que nos aliviem certos tormentos.
****
Cidália Ferreira 

27 comentários:

  1. A chuva serve pra apagar mágoas...Linda poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. A chuva lava a alma e apaga as tormentas.
    Preciso dizer que adorei o poema?

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  3. Que lindo soneto Cidália!
    Só a chuva pode lavar essa alma tão triste.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. A chuva tudo lava!

    Parabéns pelo excelente poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. É exactamente assim que eu me sinto!

    Um beijo, Cidália e obrigado!

    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  6. Um poema lindo e tocante... para mais num dia de chuva como o de hoje... ganha ainda mais sentido...
    Beijinho! Bom fim de semana, Cidália!
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Esta imagem faz-me querer dançar á chuva, mas depois, com o teor mais triste do poema, apenas me imaginava a percorrer as ruas, a pisar as pétalas e a chorar ao mesmo tempo, em sintonia com a natureza!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Soberbo poema!!!! A melancolia da chuva entrenha-se nas tuas palavras e emoções tornando-a ainda mais real e emotiva!
    Poema muito bem elaborado como sempre!
    Apesar de transmitir tristeza para alma, é uma boa fonte de inspiração poética. A imagem está perfeita!
    Feliz sexta amiga e bom fim de semana. Abraço forte!

    ResponderEliminar
  9. Ci

    por vezes no conforto do lar, ouvir a chuva cair apazigua a nossa mente.

    um soneto inspirado na chuva denotando muita melancolia.

    bom fim de semana.

    beijinho

    :)

    ResponderEliminar
  10. Lindo!
    E por acaso, hoje chove a potes.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Que lindo poema e que até condiz com o tempo que está hoje! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. A chuva limpa tudo amei seu belo poema.
    bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  13. Cidália
    Me perdoa
    Bati o dedo nos comentários e nem sei como fiz que os perdi, ele ficaram dentro do blog.
    Então fiz um miniconto e escrevi quem comentou.
    Sua poesia é brilhante.
    Haja capacidade!!

    ResponderEliminar
  14. A passar por cá para desejar um bom domingo.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  15. Com tão bela poesia ... aproveito para "lavar" a alma!!! Bj

    ResponderEliminar
  16. Este bonito e sentido poema teu,
    fez eu lembrar de uma frase de
    uma música: "Sem você, a minha alegria
    é triste"...
    Fiquei encantada com o título (poesia pura...) e
    a imagem escolhida!...
    Um bom final de semana, Cidália!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde Cidália,
    Um poema lindo cheio de sentimento!
    A chuva que cai ajuda também a levar todas as mágoas!
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  18. Palavras para quê? Mais um poema maravilhoso escrito por uma grande alma, um coração de bondade, de sentimentos belos e únicos. Lindo demais.
    Beijuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  19. A seguirà chuva dizem que a temperatura vai subir.
    O sol faz-me falta. Doem-me os ossos todos!!!
    Amigam, sim é um livro(sobre violência).
    Um bom fim de semana.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália
    Hoje eu vi ouvir o vídeo
    Parece "frances".
    Adoro a voz dos portugueses nato.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  21. Querida Cidália
    Uma imagem maravilhosa e muito a propósito!
    Um texto lindo, adequado ao tempo que estamos a suportar! A chuva vai ajudar a lavar as mágoas.
    Um bom domingo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  22. Que a chuva alivie a alma.
    Nostálgico e maravilhoso poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar