sexta-feira, 31 de março de 2017

Entre os silencios de uma natureza tão calma

Imagem relacionada
Entre os silencios de uma natureza tão calma
Onde meros pensamentos atravessam a ponte
Não há distância que defina o meu horizonte
Enquanto olhar em verdadeiro estado d'alma
.
Serenam as águas, silenciam-se os momentos
Olham-se as árvores, contempla-se a destreza
Das águas que correm sem qualquer ligeireza
No silêncio, o balsamo de nossos sentimentos 
.
Em cada margem que avisto, um carinho meu
Em cada ramo, um pensamento, qual renascer
Como o sol que espreita ligeiro, ao amanhecer
E nos dá vida, porque meu sentimento é o teu
****
Cidália Ferreira.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Cada pétala minha, a ti pertence.

Resultado de imagem para imagens sentimentais
Como desfolhar pétalas de um malmequer
Se não sais do nobre meu pensamento,
São como as raízes que alastram meu corpo
Incondicionalmente permanecem
Do amor que te sinto no momento,
Não será um desfolhar qualquer
Mas são pétalas perfumadas que se vão
E me ficam gravadas no coração,
.
Como desfolhar o malmequer se o guardo
No cofre onde a chave te pertence
Posso abri-lo, olha-lho com carinho
Deixar falar a voz do meu silêncio, 
Desfolhar, recordar cada pedaço nosso
Seguir as coordenadas do caminho
Sem perder o cheiro do perfume
Pois cada pétala minha, a ti pertence.
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Na incerteza de um caminho melhor.

Na incerteza de um caminho melhor
Vagueiam tristes  meus pensamentos
Tudo parece tão cinzento, pormenor
Que meus  olhos vêm sem tormentos
.
Nada mais certo tenho neste olhar
Quando espero a vida sem certezas
Nada mais importante  que  chegar
Ao teu coração e eliminar tristezas
.
Na incerteza, vagueia meu coração
Por longos caminhos, pura emoção
Mas que passam e não voltam mais
.
Nada mais certo tenho nesta espera
Quando  na razão, o coração impera
E meus sentimentos continuam leais
****
Cidália Ferreira.

sábado, 25 de março de 2017

Eras parte do meu sonhar, acordada .

Eras parte do meu sonhar, acordada 
Quando olhava as paredes do quarto vazio
Imaginava-te, deslumbrava minha mente
Esboçava um sorriso desejoso
Enquanto lá fora, a chuva caía,
Sonhava acordada, o teu corpo beijava
Minhas mãos tocavam-te, um arrepio
Era felicidade na ponta dos dedos,
Eras tu, o causador de meu sonho tão frio
.
Meus lábios sussurravam docemente
Queriam ser, donos da nossa verdade
Queriam beijar-te sem ter medos,
E neste sonho duma noite mal dormida
Sentia a frieza do quarto vazio
E apenas a cumplicidade, 
De um sonho que não existia,
Mas ficaste preso ao meu corpo somente
Porque eras parte do meu sonho, irreal
***
Cidália Ferreira.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Numa observação para lá de uma vidraça

Foto de Cidália Ferreira.
(Imagem minha ) 
Quando em viagem se sente a melancolia
Dos dias revoltados em tristes momentos
Seguem viagem, inseguros pensamentos
Deixando que a tristeza olhe em rebeldia
.
O meu pensamento olhava, triste imagem
Apenas o vidro separava as ondas do mar
Queria poder sentir no meu coração, o ar
Vindo daquela sombra em bela miragem 
.
A viagem seguia, a chuva teimava em cair
O meu olhar na escuridão tentava abstrair 
São tantas, as tristezas que viajam comigo
.
Numa observação para lá de uma vidraça
A chuva, o vento, soprando em desgraça 
E nesta viagem triste, melancólica...Sigo 
****
Cidália Ferreira.

terça-feira, 21 de março de 2017

Quem me dera...

Quem me dera saber escrever
Umas linhas em poesia
Contaria a tanta gente
O que meu coração presente,
Sofre de noite e de dia
Por quem ama e não esquece,
Porque sendo ou não poeta
Toda pessoa merece
Uma vida com alegria
Sem ter que fingir a dor
Que na realidade sente
.
Mas como não sei escrever
Aqui fica a minha dor
Fingir eu não sou capaz
Porque meu chora coração,
Refugio-me na saudade
Escrevo palavras em vão
Que não serão em demasia,
Caem lágrimas de ansiedade
Voando em liberdade,
São partículas do meu amor
Que saem, com se fosse poesia
***
Cidália Ferreira

segunda-feira, 20 de março de 2017

Meu olhar atravessa margens do infinito

No silêncio das águas  deixo meu olhar
Por tão bela  paisagem onde me refugio
Sinto o murmúrio das águas a orvalhar
E sobre a minha  alma serás meu elogio
.
E no meu silêncio um céu tão carregado
De tantos, pequenos nadas, não importa
Teu coração será meu segredo guardado
E o teu silêncio, não me fechará a porta
.
Meu olhar atravessa margens do infinito
São as águas, testemunhas do meu grito
Onde  liberto as mágoas do meu coração
.
No meu silêncio deambulam sentimentos
 O meu coração emociona-se, são lamentos
De quem no silêncio te olha, com emoção.
****
Cidália Ferreira 

domingo, 19 de março de 2017

Triste melancolia.


Cliquem, para poderem ver... (meu)

Hoje sinto uma melancolia inexplicável...Uma saudade tremenda...Uma dor inacabável... Hoje estou assim...triste...

Feliz dia do Pai.

Resultado de imagem para Imagens dia do pai com frases

Feliz Domingo

Feliz dia para todos os Pais

Feliz dia, para o Pai dos meus filhos

E feliz dia para os Pais das minhas netas.
.
Sejam imensamente felizes, hoje e sempre.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Soltam-se...

Resultado de imagem para imagens de pensamento
Soltam-se pensamentos, devaneios meus
Como ventos que sopram fortemente,
Abre-se minha alma à tempestade
Como quem quer vaguear sem destino
levando apenas o que pede o coração,
Para trás, uma vida de anseios
Em cada palavra solta tormentos se vão
Nestes pensamentos que voam livremente
.
Soltam-me, como pássaros que se libertam
levando leves fardos, pesadas mensagens,
Até o meu sorriso se esvai na ventania
Ficando apenas o rosto sem alegria,
Uso minhas forças para me precaver
Doutras tempestades que ainda virão,
Mas nos meus pensamentos quero reviver
Livrando-me, desta ansiedade, triste agonia.
***
Cidália Ferreira

quarta-feira, 15 de março de 2017

Queria voltar atrás...

Resultado de imagem para Imagens-  passos- voltar atras no tempo
Queria voltar atrás no tempo mas sem pressa
Queria ser o que não  sou  mas sem vaidade 
Porque  essa, nunca  entrou, é uma verdade
Queria que o tempo parasse e sem promessa
.
Queria ser, como que  já fui, durante a vida
Queria voltar a ser a energia que me guiava
Queria ser o passado  de uma era precavida
Porque essa, simplesmente eu vislumbrava
.
Queria voltar atrás nestes passos de firmeza
Ser a criança que não fui na minha infância
E que nada  disto fosse o peso  da distância
Queria voltar, à minha força, e sem tristeza.
****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 13 de março de 2017

Sinto que o horizonte alcancei

Resultado de imagem para imagens horizonte
Olho o horizonte, olhar sem demora
Sinto que as águas querem serenar,
Quando o dia acaba, o sol vai embora
As nuvens chegam para contemplar,
E os raios de sol que ainda espreitam
É como esperança que renasce
Das águas serenas da maresia
Que me acalmam, me fazem pensar
Em quão belo foi a luz do dia
.
Sinto que o horizonte alcancei
Onde vagueei em breves momentos
Nas águas, flutuam sentimentos
Os raios protegem-me das contradições
Que a vida me dá, sem razão,
Mas sei, que neste mar me inspiro
E deixo para trás as desilusões,
Levando apenas o conselho do mar
Porque outro dia chegará ao meu coração.
***
Cidália Ferreira

sábado, 11 de março de 2017

Longe vai o meu olhar...

Imagem relacionada
Pode ser a musica, carinho que tanto precisas
Sei que em todos os momentos  te reconforto,
Quando as  palavras  se cruzam, são indecisas
Porque meu coração é a carência, tão sozinho,
Tenho  sentimentos que guardarei para sempre
Mesmo que meu peito esmoreça eu te acarinho
Porque meus os olhos choram constantemente.
.
Longe vão meu olhos para além do horizonte
Pensamentos e emoções, tudo no meu coração
De ti, guardo todas as recordações, qual fonte
De forte inspiração como bem sabes provocar
Deixando o meu sentimentos por ti, mais forte
Porque teu sofrimento me impede a libertação,
Longe vão meus olhos, que te desejam abraçar
****
Cidália Ferreira.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Deixo que a minha força voe por aí

Imagem relacionada
Deixo que meus pensamentos voem
Num turbilhão de sentimentos tão tristes
Olho o hoje, lembro o ontem
Penso no amanhã
Onde tudo pode ser tão cruel, quem sabe,
Nada nesta vida é assim tão certo,
Olham meus olhos a tristeza que virá,
Nenhum coração se apronta para assumir
As agruras, que estão ali tão perto.
.
Deixo que a minha força voe por aí
Como borboletas que procuram a luz,
Que atenuem, a tua, que é a minha tristeza
E iluminem os sofredores corações
Porque existem momentos tão ingratos
Que nos deixam sérias desilusões, 
Quando os sonhos acabam, a tristeza conduz
Os corações frágeis às emoções
Deixando nossos pensamentos sem firmeza,.
***
Cidália Ferreira.

terça-feira, 7 de março de 2017

No silêncio, a noite chega devagarinho

Foto de Cidália Ferreira.
Murmuram  belas no silêncio da noite 
As águas que emanam belos momentos
Trazem a felicidade para nosso deleite 
Levando o passado de outros tormentos
.
Serenam ao meu olhar, quanta saudade
Das manhãs, apanhando a brisa do mar
Outros caminhos são a impossibilidade 
De encontrar no sol, a vontade de amar
.
No silêncio, a noite chega devagarinho 
As nuvens parecem em perfeita sintonia 
De quem espera a incerteza dum carinho
.
Murmuram as águas em poesia cantada 
No silêncio, meus sonhos de monotonia 
Onde  espero, por tanto, ou talvez nada.
****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 6 de março de 2017

Saberás tu o quanto te protejo.

Abro a minha porta para poder entrar
Todo o carinho que me queiras dar,
Entra, sorri para mim, abraça-me
Liberta tudo o que tens dentro de ti
Mesmo que o momento seja tenso
A chave do meu coração será tua
Recebe-a, guarda-a, que ainda há tempo
.
Sinto-te tenso, carente, sem rumo
Como um barco no mar, à deriva
Sinto, que não serei eu a tua diva
Mas abro-te meu coração, assumo
.
Saberás tu o quanto te protejo
Ao entregar-te a chave para entrares 
Pode parecer misterioso, devaneio
Mas a minha porta fechada, entreaberta
Recebe tuas tristezas, que são as minhas,
Demoraste. Fui à porta e espreitei,
Deixei a chave para entrares, sem receio.
***
Cidália Ferreira 

domingo, 5 de março de 2017

Para reflectir, Bom Domingo

Imagem relacionada

Na vida, todos os "obstáculos" que encontramos, servem para nos fazer "crescer" e  fazer de nós pessoas mais fortes. Nunca os devemos abandonar, mas sim, ter força e fé, para os conseguir ultrapassar.

Tenham um Domingo de paz e Amor

sexta-feira, 3 de março de 2017

Chove, como se molhasse minha alma

Chove, como se molhasse minha alma
Tão fria, é como dentro de mim a sinto
Caem as pétalas que libertam a calma
Fica a tristeza dentro de meu instinto 
.
Este sentimento que a chuva me traz
Onde as lágrimas escorrem sem querer
Só a tua doce companhia me satisfaz 
Mas divide comigo o que te faz sofrer
.
Caem  pétalas perfumadas de tristeza
Sinto como ela  invade o meu coração
Que se enche de  revolta, da incerteza
.
Chove lá fora, chegam  os sentimentos
Revoltas de vidas, que exigem reflexão
Para que nos aliviem certos tormentos.
****
Cidália Ferreira 

quarta-feira, 1 de março de 2017

Podem todas a flores murcharem

Resultado de imagem para Imagens tristes de chuva
Pode a tristeza ser a nossa companhia
Se o sol não aparecer com o sorriso,
Pode um coração sofrer sem querer
Quando falta a alguém a alegria
Porque a chuva voltou e quer ficar
Mas haverá sempre uma flor, um olhar
Que jamais te deixará esmorecer
.
Podem todas a flores murcharem,
Pode a chuva leva-las de vez
Mas haverá sempre uma outra
Que te acompanha com altivez
Mesmo que nunca a possas tocar
Podes sentir seu perfume no ar
E esquecer um pouco o que te faz sofrer
.
Pode a tristeza chegar e ceifar tua alegria
Mas nunca estarás só neste caminho,
Podem minhas forças de nada te valerem
Mas sei, que esta minha forma de carinho
Poderá aconchegar teu enorme coração
Para que a tristeza atenue e vejas florir
Nem que seja uma só flor e te faça sorrir.
***
Cidália Ferreira