quinta-feira, 2 de junho de 2016

Espero-te aqui, no mesmo lugar

Espero-te aqui no mesmo lugar
Com meu colo cheio de saudade
Espero teu lindo sorriso de sempre
Mas não te vejo chegar, tudo é em vão,
Olho o horizonte imagino-te tão belo
O melhor que tem meu coração, de verdade
Que te acolhe sempre na maior protecção
.
Espero-te, tão só e tristemente
Meus braços sentem a fome dos teus
Do meu rosto, limpo a lágrima caída
Da saudade que sente constantemente,  
Olho o sol que vai desvanecendo
Procuro-te nas entrelinhas da minha vida
Onde fazes morada e não tens saída
.
Desesperada, sinto que estou a perder
Existem águas que agitam o meu olhar
Como palavras que se mandam ao ar,
Vou esperar que esta maré passe
Que o mar te traga de volta para mim
Quero abraçar-te, acolher-te em meu colo
Aqui te espero, ansiando que não seja o fim.
***
Cidália Ferreira.

23 comentários:

  1. A espera é sempre dolorosa, mas a esperança de encontrar não pode acabar, Cidália bjs.

    ResponderEliminar
  2. Olá Cidália
    Lindo poema. Esperar com paciência é o segredo. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  3. E que a espera não seja eterna, que seja breve. Muito lindo!!

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  4. Uma espera triste,mas ao mesmo tempo com grande esperança.
    Lindo Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. A espera pode ser longa e triste, mas enquanto se espera, é porque se tem esperança de alcançar algo.
    Quando morre a esperança, a espera é inútil.
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Que seja para já, por que estou cansada de esperar amei
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  7. Un poema lleno de tristeza y añoranza.
    No te puedes imaginar lo que entiendo esa saudade cuando se pierde lo que más queríamos, el amor que mueve la vida.
    Tus versos recogen todo el amor que aún siente tu alma.
    Te dejo cariños en un fuerte abrazo.
    kasioles

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema e quem espera sempre alcança.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. Suas rimas são tão perfeitas... e os versos, de um amor sem fim.
    Para vc, um fim de semana de delícias.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Por vezes é preciso acreditar que não chegou ao fim o sentimento que nos une a outra pessoa.
    Excelente poema, gostei muito.
    Cidália, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  11. Olá
    Parabéns pelo seu poema, que embora seja algo triste, tem muita beleza, também. Adorei

    Bom final de semana
    Beijinhos
    Hoje um poema de um amigo, visite. Obrigada.

    http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Lindo! Ótimo final de semana!! Beijos

    ResponderEliminar
  13. Há quem diga que quem espera sempre alcança ... há quem diga que quem espera, desespera :) Mas que a espera, se tiver que ser, que seja breve.
    bjs e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  14. Um poema maravilhoso fazendo da espera o ponto de encontro entre o desejo e o pensamento. Lindo demais.

    Bjuuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  15. Passando para ti desejar bom final de semana.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  16. Tristeza en tu poema en una espera.

    Preciosos versos.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  17. Tristeza en tu poema en una espera.

    Preciosos versos.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  18. Parabéns amei seu Blog, seus escritos...

    ResponderEliminar
  19. Cidália, mais um belo poema, quanto á foto da flôr, escolhi uma
    borboleta, baseado no tema do poema METAMORFOSE, que só acontece
    com as borboletas, de larvas, transformam-se em belas borboletas,
    bjs amiga, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  20. Poema emocionante duma espera desesperada e sem fim! Como sempre escolheste as palavras e emoções certas tornando o poema poderoso e emotivo. Uma espera sem fim é uma espera amargurada.Adorei como sempre!Um abraço Cidália

    ResponderEliminar
  21. Aí! como a espera pode ser tão dolorosa.
    Nostálgico e belo poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar