quinta-feira, 24 de março de 2016

Vagueei por mares incertos

Deixei-me cair na ilusão
Pelas orlas de um mar revolto
Olhei o mar, sem o ver
Ouvi-te chamar-me bem longe
Senti as ondas bem perto
Que a meus pés queriam chegar,
Sem saber a que distância 
Estava minha ilusão tão triste,
Esperava a aragem salgada
Como quem espera teu beijo
Neste um mar feito desejo,

Vagueei por mares incertos
Que acolhem minha inocência,
Deixei falar a minha alma
Que em desilusão constante 
A entreguei ao teu destino,
E pelos areais proibidos 
Mostrei essência do meu ser,
Neste mar revolto, a carência  
Invade o meu coração
Que faz da vida um balouço 
E te espera com persistência.
***
Cidália Ferreira 

29 comentários:

  1. LINDA inspiração essa de vaguear pelos mares assim ... Beleza! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Esperar sempre por àquele que amamos,mesmo que seja por mares incertos.
    Lindo Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Vale a pena esperar pelo amor, mesmo que seja em mares incertos, Cidália tenha uma feliz páscoa beijos.

    ResponderEliminar
  4. Esse poético persistir numa espera que um mar revolto parece sempre fazer atrasar a chegada.
    Belo poema, Cidália.
    Boa Páscoa!
    xx

    ResponderEliminar
  5. OI CIDÁLIA!
    O MAR É UAM INSPIRAÇÃO INESGOTÁVEL, VEJA-SE A BELEZA DE TEUS VERSOS.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Cidália... quando eu penso que li tudo de belo vindo de tuas mãos mágicas, vejo esse poema...uma ternura, uma auto-confissão de tristeza, que não deve existir....
    Você é muito linda ao escrever de tristezas e anseios....pois teu romantismo e tuas palavras nos dão a certeza de uma pessoa linda que as escreveu... nada de desilusão... a Páscoa é um renascer....
    Um abraço amiga....

    ResponderEliminar
  7. O mar é sempre uma extraordinária fonte de inspiração...

    Beijinho Cidália!

    ResponderEliminar
  8. Quem espera sempre alcança. Não é assim que "reza" o sábio ditado?
    Poema muito bonito onde a espera é o ponto mais em realce, numa chegada por via marítima que está difícil de acontecer. Será que esse amor vai chegar por via terrestre?

    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Nem sempre o mar nos inspira na alegria mas também na tristeza. Este poema é um deles. Palavras sábias e carregadas de sensibilidade, deixam transparecer a desilusão, tristeza e ansiedade mas que juntas compoem um fantástico poema. Adorei Cidália e igualmente a imagem que considero fabulosa! Um abraço gigante

    ResponderEliminar
  10. Oi Cidália,
    O mar. ó o mar que inspira os poetas apaixonados.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  11. Bela poesia, Cidalia. Boa Noite, beijos!

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália,
    Que a alegria da ressurreição de Cristo esteja em seu coração hoje e sempre. Feliz Pascoa.

    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  13. Boa noite, querida Cidália!
    Ainda bem que temos as palavras por minhas companheiras!
    Lindo demais seu poema!
    Tenha um abençoado Tríduo Pascal junto aos seus amados!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  14. Nossa você todos os os dias posta um poema mais lindo que o outro, adorei.

    Uma Santa e sossegada Páscoa a você também!
    Beijos
    http://blogdaadilene.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Bom dia e Páscoa Feliz
    Linda inspiração que o mar e as brisas salgadas nos escrevem na alma e depois deixamos correr em cantos harmoniosos.

    ResponderEliminar
  16. Que lindo momento poético Cidália
    Vaguear pelos mares em busca do do amor que está tatuado no coração à espera do reencontro
    Desejo que o espírito de Páscoa invada seu coração e faça-o transbordar de alegria e renovação.
    Uma Feliz Páscoa para você e sua família
    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Nunca devemos deixar de esperar pelo amor!
    Magnífico poema.

    Beijinhos e uma Feliz e Docinha Páscoa.

    ResponderEliminar
  18. Desejo à você e todos seus familiares uma excelente Páscoa!
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Bom dia querida amiga.
    Retribuo o carinho de Boas Festas Pascais. Que Cristo Ressuscitado a todos nos abençoe.
    Relativamente à foto não sei porque a retiraram. É minha e aqui no meu jardim.
    Voltei a recolocá-la. Não tenho nem no blogue nem em sitio algum fotografias de cariz sexual e esta manhã recebi um aviso que eu estava ilegal porque tinha fotos de conteúdo pornográfico, que se não retirasse seriam eles a fazê-lo. Simplesmente ignorei.

    ResponderEliminar
  20. Cara amiga Cidália, mais um belo poema de exaltação à paixão e à natureza, composto de versos musicais.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda páscoa.

    ResponderEliminar
  21. Que inspirador! Adorei ler os teus versos, tens muito talento!
    Boa Páscoa

    http://amiudablogger.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Cidália querida,

    O poema é lindo, trazendo a marca da nostalgia pela inegotável espera de um amor, comprometida pelo revolto mar da vida.

    Obrigada pelo carinho dos votos. Desejo-lhe igualmente uma Páscoa feliz e adocicada.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  23. Olá Cidalia :)
    Maravilhoso, o mar também para mim é uma fonte de inspiração.
    Uma páscoa feliz minha querida
    Beijinho muito grande

    ResponderEliminar
  24. Uma Feliz Páscoa pra você.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  25. boa tarde, Cidália...

    quanto mais escrever, mais temática e saber vai conseguindo. tenho-lhe sempre dito isto e ve-se, com acento, que tem já mta fluência e à-vontade com as palavras.
    gosto de ver a evolução das pessoas na escrita e não só, sobretudo daquelas k com poucos meios e começando do zero ou quase, conseguem com a sua força de vontade e talento, que estava escondido, desmotivado, um nível mto elevado e naturalmente apreciado.

    se me disserem k escrevo, razoavelmente, mas há decerto quem não goste e eu compreendo isso, responder-lhe-eis k tenho obrigação disso, pke foram mtos anos de estudo, de cursos, de estágios, de dar e receber, de aprendizagem, afinal, que está sempre a fazer-se, a continuar.

    mais um poema de tristeza, com duas estrofes, de onze versos cada, onde coloca a nu, um pouco do seu mar interior, que é maior que o outro.

    na sua poesia fala, muitas vezes, de alguém, de um amor, de um amado k ha de chegar para a salvar do cativeiro, entre aspas, em k vive. falar de mar, poeticamente, dá a impressão a quem le, com acento, que há uma alma sedenta, desejosa de realização e pronta para lançar amarras.

    o seu poema, tal como a poesia, em geral, tem tantas interpretações, e por isso é k esta forma de expressão é tão específica e indecifrável, k vale sempre a pena dizer aquilo k nos canta cá dentro e cada um k pense o k quiser.

    agradeço a sua mensagem de Páscoa, que mto me agradou e k retribuo, sinceramente. a minha família, agora, resume-se a uma dúzia de primos, que nem sei onde moram. que sejam felizes, k eu tb sou.
    desejo, igualmente, k a sua família esteja bem e k este período de renascimento se faça sentir dentro do coração dela, em si e em cada um de nós.

    Páscoa redentora, feliz e doce.

    beijos com apreço e consideração

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidália.
    Feliz Pascoa a toda a família.
    Deus os abençoe
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  27. Amor é sempre um mar incerto, mas há que se navegar, não é? A gente sempre tenta! Parabéns, Cidália.

    ResponderEliminar
  28. Olá, boa noite!
    Olhe, hoje venho simplesmente desejar-lhe uma excelente Páscoa!
    Saudações minhas!

    ResponderEliminar
  29. Um poema de amor, triste e lindo, Cidália.
    Beijos e ´feliz Páscoa!

    ResponderEliminar