segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Neste flutuar nas nuvens, qual algodão de leveza

Neste flutuar nas nuvens, qual algodão de leveza 
Entre sonhos de ternura contigo em puro sorriso
Segues  meu caminho fazes-me sentir em beleza
Quando num adormecer, tu és tudo o que preciso

Vivo sonhando nos dias em que o sol me aquece
Mesmo não aparecendo está  meu frágil coração
Em alvoroço, de tanto carinho teu que enriquece
Este sonho flutuante, qual felicidade e exactidão

Sob nuvens brancas, qual pensamento de sentido
Que envolvo nos meus sonhos, te deixo entretido
Elevas-te nas nas palavras para minha felicidade

São tantas adversidades que permitem continuar
Contra diferenças e gostos fazendo-nos acreditar 
Neste flutuar nas nuvens de nossa cumplicidade.
****
Cidália Ferreira

32 comentários:

  1. Bonito! uma ótima semana.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Que tuuuudo!!!!
    Depois de 400 dias longe, volto e leio algo como se feito pra mim... belíssimo poema, que traduz uma alegria imensa de um retorno tão desejado!
    Sinta-se ABRAÇADA!

    ResponderEliminar
  3. Flutuar nas nuvens deve ser uma delícia Cidália, beijos.

    ResponderEliminar
  4. Um poema de amor correspondido, nada mais encantador e saudável que um amor correspondido, nada traz mais alegrias. Bom incentivo para um segunda-feira nublada.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. A cumplicidade de flutuar nas nuvens...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Flutuar nas nuvens é magnifico! lindo poema! Cidália sempre com poemas lindos! tenha uma linda semana beijinho.
    www.ficarbem.com

    ResponderEliminar
  7. Belo soneto, cara amiga Cidália, no vosso estilo peculiar.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  8. Lindo!!!!!!!!!!! Ótima semana!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  9. Uma leveza em cumplicidade.
    Amei Cidália.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  10. Como texto, está bonito mas, se o mesmo for o reflexo de um estado de espírito ...
    Boa semana, Cidália. Beijos

    ResponderEliminar
  11. Muito bom ler um texto tão lindo já no começo da semana. Parabéns, Cidália. bjs

    ResponderEliminar
  12. Poesía hecha a mano, precioso
    Un beso

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde, Cidália, que soneto lindo, com rimas que o deixam parecendo uma melodia. Também gostaria desta leveza das nuvens, e cumplicidade com elas. Bj!

    ResponderEliminar
  14. Sonhar a dois é amor, partilha, cumplicidade.

    Excelente soneto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Só com a leveza da poesia podemos caminhar e até nos deitar em tão alvas nuvens.

    Tuas asas poéticas sempre nos toma pela mão e nos põe e tão elevado lirismo, Cidália.

    Adoro!

    ResponderEliminar
  16. Ao deixarmos o espírito flutuar nas nuvens, vamos esquecendo as adversidades da vida.
    Lindo poema!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália.
    Cada verso uma ternura
    Cada estrofe um amor
    Juntando tudo dá essa linda poesia
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  18. Como é boa esta cumplicidade,
    É tudo de bom!
    Lindissimo amiga.
    Beijos, e uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  19. Lindo poema.
    Gostei.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  20. Poema encantador como sempre, tenha uma semana abençoada.
    Meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=WflDsh0kjCo
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. Lindo flutuar poético. Parabéns linda poetisa. Bjs

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular2

    ResponderEliminar
  23. Venho reactivar o conívio, visto que tenho estado, mais ou menos impedido.
    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  24. ESTOU A APLAUDIR DE PÉ!!!!!! QUE ASSOMBRO DE POEMA!!! Construção rica, imagem fabulosa, emoções que nos fazem flutuar....ameiiiiiiii!!! Beijinho Cidália e parabéns!

    ResponderEliminar