sexta-feira, 22 de maio de 2015

O dia era de alegria e passava

(foto da net)
O dia era para ser de alegria e passava
Na minha solidão diária, que ia lendo 
As mensagens lindas que emocionava
O meu coração que triste vai vivendo

Coisas na vida que não fazem sentido
Como na inutilidade que me encontro
Quando este dia seria para ser  vivido
Esperei e fiz da ilusão o desencontro

Pouco importa o que faço, o que digo
Se o meu destino é caminhar sozinha
Pouco importa se é alegria ou castigo

Se o meu coração vive triste até carente
Fica olhando o horizonte pela noitinha 
Vai esperando com a saudade eminente. 
***
Cidália Ferreira

20 comentários:

  1. Um belo e nostálgico poema carregado de alguma tristeza mas com alguma esperança.
    Um abraço e um bom fim de semana.

    Visite o meu novo blogue e espero que goste.
    http://dedaisfranciscoidalisa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Triste coração na inspíração! Linda poesia,Cidália! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Lindo e triste poetar.
    bjs Cidália e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Ah não acredito que o destino de ninguém seja a solidão, eu me recuso a aceitar isso.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  5. Inspiração vinda duma decepção...da ilusão criada dum momento que não aconteceu!
    O poema está divino...fantasticamente elaborado e onde a decepção e tristeza residem.Não dês albergue no teu coração à tristeza, solidão e carência mas sim à esperança. Um final de tarde tranquilo e muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Tão tristinho amiga... Mas até isso passa... tudo na vida passa. Um bj

    ResponderEliminar
  7. Oi Cidália,
    A vida é isso, cada um tem seus dias de amargor que perduram para sempre: pode ser física ou emocional
    Temos que dar graças a Deus por estarmos vivos, pois se olharmos para trás vamos reconhecer que há pessoas que nem consegue ver o alvorecer. É triste.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Cidália,
    Fiquei tão emocionada que errei o verbo: "conseguem".
    Desculpa
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Bom dia amiga, espero que esteja bem.
    Lindamente triste, como quase todas as suas poesias que escreve, porém sempre me emociono. Solidão as vezes, se faz necessário, mas deixa-lá como um acessório de nosso cotidiano é triste não é ? Vamos joga-la fora !

    Beijão grande,
    Dan
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Um poema tão triste que chega até a ser desolador...Contudo muito belo.
    Alegra-te mulher!
    xx

    ResponderEliminar
  11. Adorei o poema, embora o ache triste. Mas gostei!!

    Bom fim de semana-Beijinhos-visite-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. um poema muito nostálgico.
    precisa de colocar um pouco mais de cor.
    bom fim de semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  13. Lindo poetar, embora triste!
    Abraços apertados linda amiga, hoje em especial pelo dia do abraço!

    ResponderEliminar
  14. A nostalgia e a saudade num poema tão belo.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  15. É tristinho mas tão bonito.
    Admiro o seu talento para escrever.
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Tão triste o teu poema amiga. Mas lindo!
    Hoje a tristeza sempre aperta, mas o amanhã vem repleto de esperanças!
    Um beijão,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália
    A tristeza pode até surgir, porém a alegria sempre aparece. Bom final de semana amiga. Bjs

    ResponderEliminar
  18. Muito triste... mas também muito belo
    Bjus

    ResponderEliminar
  19. Triste poema.
    Bom final de semana Cidália
    beijos

    ResponderEliminar
  20. Muito bonito, porém triste!

    ResponderEliminar