quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Dia internacional da pessoa com deficiência.


Hoje comemora-se o dia internacional da pessoa com deficiência . 
Bem sabemos  que a nossa sociedade ainda olha um pouco de lado, estes casos. 
Falo por experiência que, lidar com crianças ou jovens portadoras de deficiência é muito gratificante...é cansativo também, mas, deles retiramos grandes lições de vida. 


Normalmente as pessoas que não têm no seu seio familiar problemas deste género, ou nunca lidaram com assuntos deste  tipo,  dizem que, não conseguiriam nunca de lidar com estas situações, por falta de coragem e paciência. Eu própria  já ouvi dizerem-me... nem sei com tens paciência e coragem, e como gostas de trabalhar com "eles"... pois...  mas nada acontece por acaso! 

...Hoje, e trabalhando eu  com os meus meninos queridos, não podia deixar de homenagear este tão nobre trabalho. 


Somos todos iguais...todos diferentes... Brancos, negros, em cadeira de rodas, mudos, cegos, sem pernas, carecas.... etc...etc...etc... todos temos o direito à vida e ao bem estar, seja qual for a situação em que a pessoa se encontra. 
Sobretudo estas crianças e jovens têm que direito a uma vida digna.... mas neste País ainda são muito mal subsidiados... e assim vai continuar.

Também não nos podemos esquecer que, existem pessoas normais que no fundo parecem bem piores que estes ditos  jovens.


Não podia deixar de partilhar convosco esta experiência que, brevemente me vai deixar muita saudade, muita mesmo. 



***
Cidália Ferreira


15 comentários:

  1. Feliz dia para eles, e para a minha bruninha também. Bj
    Natércia

    ResponderEliminar
  2. Ótimo texto Cidália. Importante lembrar que a deficiência propriamente dita pode não ser um obstáculo intransponível para a pessoa, mas sim para a sociedade em relação a pessoa que a rotula, como se essa pessoa não soubesse assumir suas responsabilidades, ocupar lugares de destaques. As organizações se preocupam com suas imagens do que com suas finalidades propriamente ditas. Lamentável
    Beijos, ótima quarta-feira

    ResponderEliminar
  3. Lindo texto e homenagem nesse dia que deve ser sempre lembrado! bjs,chica

    ResponderEliminar
  4. Lindo texto amiga Cidália,uma homenagem àqueles que não são deficientes,mas sim seres especiais.
    bjs amiga-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Um texto bastante emotivo Cidália...um dia especial para homenagear aqueles que são iguais a nós mas especiais, a quem a vida não lhes sorriu por uma razão ou outra...sei muito bem lidar com esta situação porque lido com ela há 50 anos..mas uma deficiência tão profunda e confinada à cama...sem um sorriso e sem um olhar directo...somente como um ser humano muito amado que está ali presente...nunca lhe faltou nada...sempre muito amor e carinho da famíla que sempre tratou dele como um anjo e sempre pôs de parte a hipótese dum lar...o meu priminho Américo que podia ter sido o meu companheiro de brincadeiras porque só tem menos 2 anos que eu e a quem uma maldita meningite acabou com os seus sonhos...sou muito sensível às pessoas a quem não considero deficientes mas especiais com as quais aprendemos sempre porque sabem amar...sabem sorrir...sabem expressar-se embora à sua maneira...concordo contigo Cidália há pessoas normais que "deficientes" e muitas...são ocas de sentimentos e princípios...foi muito bom para mim ler este texto embora tivesse ficado bem emocionada..continua a espalhar o tudo o que existe no teu coração, que não é pouco, pelas crianças que adoras...nada acontece por acaso e elas estavam à tua espera...um abraço e dia muito feliz

    ResponderEliminar
  6. Belo texto sobre a deficiência, centrado nessa ideia de que somos todos iguais.Todos nós podemos também vir a ser deficientes um dia, por um qualquer acidente, ou a uma qualquer doença incapacitante.
    As necessidades com as quais os deficientes se debatem devem ser lembradas todos os dias.
    Eu acredito que renoves o contracto, se não acontecer é uma injustiça para ti, e sobretudo para eles.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Oi Ci

    A sociedade taxa quem é normal e quem não é, conceitos muitas vezes discriminatórios.
    Precisamos olhar para as diferenças com amor, pq ninguém é igual mas perante Deus todos somos.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  8. Gostei imenso deste "desabafo" muito sentido.
    Aqui podemos sentir que no coração poetico, desta nossa amiga, existe uma dor solidária e preocupada, com as realidades que se prendem, nas diferenças, tantas vezes esquecidas e ignoradas.
    Parabéns amiga. E vamos ter esperança que, um dia,tudo possa modificar-se e esses seres menos compreendidos, possam ver ser compensado e seu isolamento, nesta sociedade egoísta e sem compaixão.
    Por mim, deixo a expectativa o desejo de que, quem de direito, possa aproveitar toda essa força, energia e vontade de servir, permitindo a continuidade desse serviço que, afinal, nem em todos nós encaixa.
    Beijinhos e muita coragem !!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Quando se perde o direito de ser diferente perde-se o privilégio de ser livre.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Importante lembrança, ajuda a tornar o mundo mais bonito lembrar e aceitar as diferenças de cada um.

    Um abraço, Cidália!

    ResponderEliminar
  11. Importantíssimo texto.. o teu curso deu frutos...Conhecendo-te como te conheço, tenho esperança que fiques, tu mereces.
    Adorei o que escreveste e muito bem. Parabéns
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Todos iguais ...todos diferentes

    Bom texto
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Um texto que não passa indiferente! Sim todos iguais...todos diferentes ... Um trabalho que muito respeito.
    Bjus

    ResponderEliminar
  14. Está tudo dito, Cidália. E bem dito.
    Bjs

    ResponderEliminar