quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Debaixo do meu chapéu...

 ...*...
Recolho-te no meu chapéu,
Encosto meu peito ao teu 
Sinto calor do teu corpo 
Que treme encostado ao meu,
A chuva molha-me o rosto 
Tu limpas com teu jeitinho 
Fazes carícias, e eu  
Deixo-me ir devagarinho, 
Encostada ao teu peito 
Sinto o coração vibrar  
Meu corpo sente saudade 
Do teu carinho a beijar, 
Cai a chuva lentamente 
Sobre o chapéu dos desejos,
Agarrados, tu e eu 
Num carinho intensamente 
Como chuva que nos deu 
Momentos, frente a frente  
Debaixo do meu chapéu
Neste meu sonho demente.
***
 Cidália Ferreira

26 comentários:

  1. Momentos mágicos debaixo dum chapéu ...que poema tão amoroso e apaixonante Cidália...inspiraste-te num chapéu de desejos onde a chuva cai sorrateiramente e momentos de ternura surgem naturalmente, ao sabor da paixão e amor...adorei...poema simplesmente fascinante

    ResponderEliminar
  2. Hummmm que delícia, momentos assim, com nosso amor na chuva. Tive momentos assim quando estava com uns vinte e poucos anos, nunca esqueci. Bjussss

    ResponderEliminar
  3. Que momento gostoso, Cidália. Momentos assim são inesquecíveis!
    Uma bela noite pra você!!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  4. Estás a ver como a chuva até pode ter grandes vantagens?...:-)
    Um poema sobre belos momentos.
    xx

    ResponderEliminar
  5. Olá Cidália!
    Lendo seu lindo poema e vendo a foto, achei estranho.
    Depois descobri que em Portugal guarda-chuva é chapéu.
    Lembrei de momentos inesquecíveis da minha juventude, muito parecida, debaixo de uma pequena marquise na porta de uma igreja.
    Abraços!

    vitornani.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Romântica e tão linda inspiração! Ótimo dia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  7. Um sonho lindo,amar em baixo da chuva e desse chapéu.
    Bjs amiga Cidália
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Chuva e dias frios combinam com momentos assim, Cidália
    O poema está de jeito , muito criativo ,como a sua perfeição inerente de artista.
    beijinhos e um bom dia.

    ResponderEliminar
  9. A chuva como musa inspiradora, romantismo, amor, qual sonho desejado em caricias molhadas vividas a dois
    Poema fascinante.
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. oi Ci

    Não tem coisa mais gostosa do que repousar no peito do ser amado..
    Dá uma sensação de paz e segurança.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  11. A chuva é um combustível divino para o amor... pela chuva nascem flores, plantas, animais e o amor entre pessoas....
    Cidália, conseguiste capturar toda a ternura de um instante mágico em que observamos a chuva!!
    LINDO O POEMA!!!

    ResponderEliminar
  12. QUE POEMA ARREPIANTE...LINDO DE IMAGINAR E VIVER, TÃO BOM

    MARGARIDA

    ResponderEliminar
  13. UN TEXTO MAGNÍFICO. ME GUSTA.
    UN ABRAZO

    ResponderEliminar
  14. Fantástico, Cidália

    Fizeste da chuva e do chapéu de chuva. um soberbo poema! Lindo.

    Beijinhos, amiga

    ResponderEliminar
  15. OI CIDÁLIA!
    A CHUVA COMO COADJUVANTE EM TEUS LINDOS VERSOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Parabéns... O teu poema é maravilhoso, adorei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Sempre tão inspirada, minha amiga.
    Lindos versos. E a chuva os deixaram ainda mais românticos.
    Parabéns!

    Beijocas.

    ResponderEliminar
  18. Lindo poema, com uma ilustração também muito bonita e totalmente adequada.

    Abraço grande :)

    ResponderEliminar
  19. Excelente poema, este!
    Uma imagem lindíssima ...
    Bjos

    ResponderEliminar
  20. Que espetáculo amei, Curta e siga o meu canal
    https://www.youtube.com/user/NekitaReis
    TSU: https://www.tsu.co/Nequeren

    ResponderEliminar
  21. OLá, como restá?
    O poema tem um bom ritmo.
    E já agora: veja lá o que pode fazer um chapéu de chuva!
    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  22. Fazes carícias, e eu
    Deixo-me ir devagarinho,
    ------
    A descrição de momentos ternurentos.

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  23. Como sempre... lindo poema
    Beijos Cidália, ótima quinta-feira

    ResponderEliminar
  24. Tudo pode acontecer debaixo dum chapéu.
    Duma intensidade que se sente.

    Beijinhos e bom fim de semana, Cidália.

    ResponderEliminar