sábado, 1 de novembro de 2014

Afundei o que tinha!


Afundei  tudo o que tinha
Dentro do meu coração
Numa espera infinita,
Choram meus olhos de tristeza
Pelas lembranças que guardo
No meu baú da saudade,
Afundo-me neste mar morto
Vencida pelas amargas
Que o destino me ditou,
Tenho meu corpo  ferido 
Com flechas que me rasgam alma
Desgostos guardados, tenho em mim
Aflições que me tiram a calma
Choro sozinha nesta escuridão
Onde se ouvem cair as lágrimas
Como chuva que insiste em cair,
Nesta tristeza por não te ver, caio
Como lágrimas sufocantes no chão
No silencio da minha solidão!
***
Cidália Ferreira

Ps: Hoje no Prosas Poéticas  tem um poema meu... Tinha muito gosto em ver-vos lá... Obrigada.
 VISITEM,  AQUI

22 comentários:

  1. Linda e triste!!! beijos, tudo de bom,chica e vou te ver lá!

    ResponderEliminar
  2. Olá Cidália como eu te admiro é forma como escreves vais dereitinha ao coração ,pois me encaixo neste desse teu ser e por isso muito grata beijos. laurinda anjo.

    ResponderEliminar
  3. Esse foi de partir o coração. Mas, não perde a beleza!!
    Beijoo'o

    ResponderEliminar
  4. Palavras carregadas de tristeza...
    bjinho

    ResponderEliminar
  5. Muito triste mas belo como sempre.
    Deixo um beijo

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde Amiga.
    Mas o que é isso de tristezas ???? a chuva ainda não saiu à rua.
    Vamos lá animar, pois só lá pare Outembro é que chega o Inverno......
    O poema é lindo, sim.....como sempre, mas.....as amarguras só podem ser lançadas quando o vulcão abrir portas e as águas comecem a cair............
    Vamos viver em alegria, cara poetiza. Sonhos maus, traduzem-se em pressentimentos negativos e, isso, dá azar.
    Feliz fim de semana, Amiga....beijinho !!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  7. Lembranças quase sempre deixam tristezas, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  8. Um leque de emoções profundas e tristes mas que deram origem a um belo poema...não te deixes afundar Cidália...há sempre uma mão estendida para ti...nunca te esqueças...sai do silêncio da tua solidão...o poema do outro blog está sublime...adorei...nao consigo comentar..beijinhos gigantes

    ResponderEliminar
  9. Querida Cidália
    A solidão é algo terrível!
    A partir desse sentimento, redigiu um belo poema!
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  10. Cidália.... que é isso??????????
    Que inspiração cheia de dor e ternura ???
    Isso não é poesia.... isso é um toque de ternura na alma...
    Perfeita... que se aperfeiçoa a cada dia...
    Qual o anjo que te sopra essa poesia nos ouvidos????
    Beijos do amigo e admirador!

    ResponderEliminar
  11. Afundei tudo o que tinha
    Dentro do meu coração
    Numa espera infinita,
    Choram meus olhos de tristeza
    Pelas lembranças que guardo
    No meu baú da saudade,
    ....................
    Um dia li que os poetas/poetisas exprimem os seus sentimentos e estados de alma através da escrita, abrindo a alma, e mostrando tudoi o que lhes vai no coração.
    Tristezas de alma, desejos de ventura apaixonada, amor que sofre no esquecimento da palavra: Saudade.

    Poema muito triste mas que mostra o quanto um coração apaixonado sofre com a ausência de um carinho, de uma palavra, de um tónico que pode ser simplesmente um, olá

    Beijinhos de longe do amigo Pedras.

    ResponderEliminar
  12. Tem que emergir e não afundar,acredite dias melhores virão e acabará essa imensa saudade.
    Poema triste,mas com lindas palavras.
    Bjs amiga Cidália.

    ResponderEliminar
  13. Que triste! Mas tão bonito e tão bem escrito!
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Cidália, tão triste.... mas consegues dar-lhe beleza. Adorei no contexto poético!

    Beijinhos. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. Cidália, mais um lindo poema, triste, saudoso, mas belo, beijos amiga, bom fim de
    semana

    ResponderEliminar
  16. Triste, mas muito bonito...Gostei muito, mas vê lá se escreves alguma coisa mais alegre.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Amiga, esse poema é de uma tristeza...
    mas de uma beleza poética maravilhosa.
    Bjussss

    ResponderEliminar
  18. UMA TRISTEZA MARAVILHOSA.

    MARGARIDA

    ResponderEliminar
  19. Cidália, tens um coração tão grande!
    Um poema triste mas muito belo.
    xx

    ResponderEliminar
  20. Amiga realmente devemos tira tudo que é ruim da nossa vida
    não vale apenas viver nessa solidão. Bom final de semana.
    canal:https://www.youtube.com/user/NekitaReis/videos

    ResponderEliminar
  21. OI CIDÁLIA!
    VIM LÁ DO VIVIANI PARA TE PARABENIZAR PELO BELO TRABALHO E ME DELEITO COM A BELEZA QUE ENCONTRO TAMBÉM AQUI.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália como disse o anonimo acima. - "Uma tristeza maravilhosa"
    Um lindo final de semana. bjs

    ResponderEliminar