domingo, 10 de agosto de 2014

Escrevia aqui com saudade.

Foto: O Banco onde me sentei durante 15 dias depois do almoço.
Tirada por mim, [Cerci]

Escrevia aqui com saudade
Neste banco já cansado
Talvez seja do passado
Que diz tanto, ou talvez nada...
Sentam-se aqui lindos seres
Que apenas têm consigo
Um coração de verdade
Um abraço bem sincero
Um beijo de lealdade
E sentimentos sem falsidade...
Apreciam caras que passam
Que apenas em seu redor
Esperam por mãos carinhosas
E palavras lindas de amor...
Esperam carinho e conforto
E ao final de cada dia
Com seus olhares tão carentes
Mas que a felicidade se sente
Abraçam-nos à partida
E com seu rosto sorridente
Esperam pelo novo sol
Que outro dia chagará...
 E neste banco cansado
Que me deixa muita saudade
Pelos dias que nele me sentei
A viver...uma outra realidade.
 ***

Cidália Ferreira

15 comentários:

  1. olá Cidália

    Lindo... adorei está maravilhoso e carregado de sentimentos!!!

    beijinho grande e bom domingo

    ResponderEliminar
  2. Lindo banco e saudades de ali sentar e momentos viver! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Gosto cheio de sentimento e carinho beijos,laurinda.

    ResponderEliminar
  4. Mais um lindo poema e desta vez um pouco melancólico com saudades, acho que todo mundo passa por um sentimento assim, e vc traduziu esse sentimento em palavras mais uma vez amei.

    bjs e um ótimo domingo

    ResponderEliminar
  5. É bom encontrar blogs como o seu, onde podemos aprender alguma coisa, dou-lhe os parabéns desejo muitas felicidades, que Deus vos abençõe.
    PS. SE desejar visite o Peregrino e servo, e se ainda não segue pode fazê-lo agora. Decerto vou retribuir seguido o seu blog também.
    António Batalha.

    ResponderEliminar
  6. Um poema e um banco com muito significado!
    xx

    ResponderEliminar
  7. Todos os banco tem significado, principalmente se já fez parte da nossa história.
    Beijos Cidália boa semaba

    ResponderEliminar
  8. Esperam por mãos carinhosas
    ----------
    As mãos! Mãos que afagam, mãos que matam.
    --------------
    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  9. Oi Cidália
    Sentar num banco e com saudades escrever deve ser muito triste, dependendo do que esteja escrevendo
    Beijos no coração
    Mundo dos Inocentes

    ResponderEliminar
  10. Ai a saudade sempre presente...lindo como sempre
    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Olá Cidália,

    Poema pleno de melancolia e saudade.
    Se esse banco pudesse falar, quantas histórias contaria, não é verdade?

    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. Escrevias e continuas a escrever tão bem mesmo que o local tenha mudado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Momentos ricos, cheios de vida, que pelo banco passaram.
    abraço

    ResponderEliminar
  14. A sdd sempre vai permanecer, pq aquilo que é verdadeiro é para sempre.

    bjokas =)

    ResponderEliminar