quinta-feira, 2 de abril de 2020

Amigo, é aquele que te dá a mão quando precisas

****
Amigo, é aquele que te dá a mão quando precisas
E aquele, que te diz verdades que podem magoar
É o que te levanta para cima no momento de dor
Que diz as palavras mais certas, com ou sem cor
Amigo é aquele, sem estar presente...pode ajudar
*
Amigos há muitos, mas verdadeiros, tão poucos
Mesmo que a distância seja grande imortalidade
Meses silenciosos em dias tristes. O tempo o diz
Que o que é verdadeiro não esquece, o aprendiz
Amigo, aquele que estende a mão e dá felicidade
*
Hoje...ofereço-te meu Amigo, a minha gratidão
O presente sem embrulho nem laço, fica o gesto
Mais um ano que passa sem presente nem graça
Mas...acredita, que o meu pensamento te abraça
Porque a amizade é mais, do que aqui manifesto
****
Cidália Ferreira

Meus parabéns pelo seu * Mensagem de Aniversário

clique.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Num reboliço extremo de emoções

****
Queria, ver a luz ao fundo do túnel
Enquanto isso, vai ficando a solidão
Dentro da minha alma, agoniada
Por tanto esperar chega a exaustão
Numa tentativa de fugir fico tensa
De tanto que desejo, sinto-me irritada
*
E num reboliço extremo de emoções
Onde me refugio, dou asas à minha alma
Imaginando aquela luz cintilante
São pequenos nadas, onde a calma
Me deixa num só momento serenar
Para que o dia seja mais atenuante
*
Mas quando tudo passar, se cá estivermos
Quero mostrar o quão se pode simplificar
Se não houverem as indiferenças
Porque somos todos iguais, para enfrentar
Novos espaços, novos desafios, outros ventos
E que os abraços não sejam as desavenças
****
Cidália Ferreira

terça-feira, 31 de março de 2020

Eu posso...

****
Eu posso seguir na inquietude desta quarentena
Posso, ser tudo, ser nada, neste mundo Indigno
Posso, não receber os abraços... Mas é obscena
A ideia, da rebeldia dum mundo cruel. Designo
*
Posso, e quero, o que for melhor, para o mundo
Quero, um mundo melhor, e de sorrisos abertos
Quero união, humanidade, em estado profundo
Porque, podemos ser mais unidos, nos desertos
*
Queria, poder continuar este caminho, sozinha
Queria, poder adormecer e sair deste pesadelo
Abraçar o mundo, tão incerto, que se avizinha
*
Não consigo, ficar mais tempo antes da partida
Eu posso... e quero... esquecer todo este flagelo
Acreditar, que dentro do meu lar existe guarida
****
Cidália Ferreira

domingo, 29 de março de 2020

Um futuro mundo melhor

****
Amanhece, o sol espreita pelas ramagens
A brisa fresca em verdes campos
Pássaros cantando para ninguém
Campos vazios de gente, a mágoa
A mudança de uma vida, tão severa
Que nos faz meditar pelas brechas do tempo
*
Os raios de sol desafiam os sentimentos
Do querer a libertação e sentir a brisa
Sentir ao pés no chão, olhar em volta
Ver o mundo activo... ver gente
Ver o crescimento da natureza
Sem receios, sem a prisão, sem o pânico
*
Amanhece, mas dentro da minha janela
Espreito pela cortina e vagueio
Com uma saudade tremenda de outrora
Onde pouco valor se dava à natureza
Hoje, tanta coisa se desejava fazer, não faz
Resta a meditação, de um futuro mundo melhor.
****
Cidália Ferreira
.
🌈VAMOS TODOS FICAR BEM🌈

sábado, 28 de março de 2020

Tudo se recomeça...

Resultado de imagem para imagens de força
****
Entre o distanciamento tão duro e lento
Quando, no solo, apenas existe uma flor
Num sol brilhante e tão cinzento de dor
Existe o murmúrio moribundo, sedento
*
Sendas abandonadas, por gentes de bem
Deixando à sua sorte a flor da esperança
Ficando, entre muitas outras lembranças
Num solitário distanciamento de alguém
*
Tudo se aprende nesta vida tão exigente
Tudo se ganha, tudo se perde neste meio
Tudo se recomeça lentamente em anseio
Que o afastamento seja um bem urgente
****
Cidália Ferreira

quinta-feira, 26 de março de 2020

Deambulo nas tuas palavras escritas outrora

****
Deambulei, pela  noite, perdida de amores
Cheguei ao local um  alguém me esperava
O mar, qual lago, matizado de tantas cores
Onde me deixei ficar...a saudade imperava
*
As estrelas pareciam teus beijos cintilantes
Onde cada uma parecia teu olhar sorridente
Mas neste lugar tão silencioso, dos amantes
Ficam-me as lembranças gravadas na mente
*
Deambulo nas tuas palavras escritas outrora
Afago-as no meu coração como o prometido
Deixo-me envolver no irreal a qualquer hora
*
As estrelas continuam brilhantes...Tu existes
Neste mar deserto, só para mim, e comedido
Onde deambula minha saudade e tu sumistes
****

terça-feira, 24 de março de 2020

Primavera assombrada...

****
Noite vazia, escura como breu
Lua brilhante, iluminando
Almas vazias, tristes, sozinhas
Nuvens dispersas
Sem estrelas
E a solidão instala-se
*
Árvores secas, morrendo de pé
As folhas voaram
Os ramos não brotam
A primavera entrou assombrada
Mas a noite
É como o dia, vazio
*
Nasce mais um dia, e termina
Nem viva alma se vê
A tristeza é companheira
A revolta domina-nos a mente
As árvores morrem
Numa constante solidão
*
O dia nasce, e ninguém faz caso
As ruas sentem-se abnegadas
Já outros olhares ali passaram
Correrias, e vidas atarefadas
Numa solidão tão deserta
Como se fosse noite na minha alma.
****
Cidália Ferreira