sexta-feira, 28 de abril de 2017

Esta saudade...

Imagem relacionada
Esta saudade que invade a minha alma
É tão grande, provocando alucinações
Em noites mal dormidas de aflições
No silencio das paredes desnudadas,
Onde meu corpo repousando, acordado
Esperando, nem que seja a tua mão
Essa, que me dá tanto num só gesto
Fazendo com que a saudade seja calma
.
Esta saudade é como as ondas do mar
Quando se agitam na calmaria do entardecer,
Sinto a tua falta, do acordar ao amanhecer 
Como o mar sente falta das ondas bravias,
Num encontro das nossas almas que se gostam
A Saudade é um tónico que fortalece
E nos une num só caminho sem cobrar
Mas nesta saudade, meu amor por ti, prevalece.
***
Cidália Ferreira.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Soubesses tu...

Imagem relacionada
Soubesses tu como te quero ver feliz
Abririas o teu coração ao meu mundo
Farias do momento o mais profundo
E a meu lado tu jamais serias infeliz
.
Soubesses tu o que sofre meu coração
Quando no meu sentimento imponente
A força que transmite  meu consciente
É tão forte, que fico triste e sem acção
.
Mesmo debaixo de fortes tempestades
Deixando doces e dolorosas saudades
Saberás sempre que meu coração é teu
.
E tudo o que  guardo em meu segredo
Descobrirás  no momento, e sem medo
Entenderás, o teu sofrimento, é o meu.
****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Viaja em meu corpo, pelos labirintos

Imagem relacionada
Numa viagem ao meu mundo solitário
Onde meus sentidos vão ao teu encontro
E pela escuridão da noite quente
Este desejo que em mim despertas
São devaneios, arrepios, suores da mente,
Vem, viaja em meu corpo, pelos labirintos
Os mais misteriosos do imaginário,
Descobre a fragrância do meu perfume
E meu corpo despido de preconceito
Que se perde pelos sonhos mais famintos,
.
A noite chegou, vagueias no pensamento
O vazio permanece, excitante momento
Fazes parte do sonho, do meu devaneio
Que entra em meu corpo voluptuoso,
E no silencio da noite escura 
Onde o desejo é o balsamo de minha alma 
Vagueiam tormentos em meu corpo saudoso,
Desassossegas-me, tiras-me a calma
Tiras-me o sono, despertas-me o desejo
Onde dava tudo, por apenas, um só beijo.
***
Cidália Ferreira.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Hoje, tenho saudades...

Foto de Cidália Ferreira.
" eu "
Hoje tenho saudades, saudades de tudo
Do ontem, e de um  passado que deixei
Saudades do tempo, sem  contratempo, 
Saudades de ti, de mim, mas sobretudo
Da atenção que jurei dar-te mas não dei
.
Saudades do vento em forma de amor
Da chuva, a minha  grande inspiração,
Até as estrelas me ajudavam no tempo
Em que a inspiração era como o motor
Que comandava meu saudoso coração
.
Saudades  do teu  cheiro e da juventude
Dos abraços sentidos por  nós trocados,
Dos dos sorrisos  de menina, de outrora
Em que minha  felicidade em plenitude
Fazia parte de mim, mas foi-se embora.
****
Cidália Ferreira.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Sinto em teu corpo o calor do teu prazer

Nesta noite iluminada pelo teu ser
Como chuva de estrelas em brandura 
Que iluminam, aconchegam meu coração,
Sinto em teu corpo o calor do teu prazer
Que me transmite segurança sem se ver,
Neste momento em que o desejo, a paixão
Fazem parte de toda a minha loucura,
Quero sim, que me aconchegues nesta noite
Em que os desejos são a minha companhia, 
.
Não saberás o valor do meu carinho
Quando entras em meus sonhos enamorados,
São teus beijos partículas de poesia
Que espalhas em meu corpo desejoso,
São nossas vestes a transparecia, o glamour 
De todo o nosso momentos esplendoroso
Nesta noite iluminada pelo teu ser
Saberás tu o valor que tens para mim
Quando nesta entrega sentirás, o meu amor.
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Vencida pela saudade beijei o mar, o areal...

Resultado de imagem para imagens de saudade
Vencida pela  saudade  beijei o mar, o areal
As ondas faziam a cama mostrando alvura 
Todo o seu  cheiro a maresia parecia surreal 
Nesta  frescura, saudade, nunca será loucura
.
As ondas segredam-me a tua visita em breve
Que seja ao meu mundo onde sempre esperei
Esta  saudade é tão profunda, mas  tão leve
Na areia molhada o teu nome escrito deixarei
.
O perfume das ondas encantam  meu coração
Quando as vejo chegar e partir. Como te sinto
Nunca será um adeus, sabes que não te minto
.
Vencida pela saudade deixei-me ficar à espera
Sentir as ondas em turbilhão, é minha quimera
Pois neste mar é tua visita, a minha inspiração
****
Cidália Ferreira.