segunda-feira, 30 de setembro de 2019

25 anos de orgulho...

A imagem pode conter: 1 pessoa
Foto pessoal, proibida a partilha
Tão pequenina e tão fofinha
Era/é, a nossa jé'carida
Mas foram anos passados,
Hoje está bem crescida
Com novos planos marcados
*
Quem diria que um dia
Te via festejar vinte cinco
És bela, tens ousadia
És também menina da tia
E sabes bem que não minto
*
Do dia ainda me lembro
Estávamos de parabéns
Ao teu pai dei meu apoio
Fomos ver o Quim Barreiros
À festa de Recardães
*
Hoje, nos teus vinte cinco anos
Teríamos que festejar
Enquanto tu estás solteira
Porque depois vais casar
E acaba-se a brincadeira
 😁
.
( brincadeira) 


       Desejo - te um feliz aniversário.
                   Que a felicidade resida sempre no teu coração
Ontem... Hoje...Amanhã e  Sempre... ADORO -TE.

Da tia que se sente orgulhosa: Cidália Ferreira. 

domingo, 29 de setembro de 2019

Vida ...

***
A vida é uma linha recta ou com curvas
E um relógio, que corre contra o tempo
A aflição que espreita a cada momento
A desilusão invasiva em aragens turvas
*
É ser ou não ser, querer viver...ou não
É parar no meio do nada, mas pensar
Se vale a pena a mágoa no meu olhar
Se passo sozinha ao lado da multidão
*
É olhar... e ver que já não existe a luz
Nem um tempo contado, o de outrora
Saber, que para tudo há tempo e hora
Nesta vida difícil onde nada me seduz
****
Cidália Ferreira.

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Prosa em doçuras.



Tudo o que fizer-mos pode ser poesia. Hoje peguei nos ovos, na farinha, no açúcar, chocolate, etc... misturei com carinho. Levei ao forno com tenrura, cozeu lentamente, e enfeitei,  para vos adoçar o olhar, quiçá se salivarem.  Não é da net, é mesmo real. Foi um lanche prometido a três meninas, desde que terminou o ano lectivo. Encontrei esta receita num blogue em comum, achei bastante fácil, dado à minha preguicite aguda para fazer bolos, e tomei a liberdade de "rapinar" a receita. Convém agradecer a receita deste saboroso bolo, aqui» Desabafos de Mãe  Muito bom e recomenda-se. BOLO ... Os Fhisalis são meus. 

Bom fim de semana. 

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

No deambular dos meus pensamentos

Resultado de imagem para bodas de carvalho
Rompe o sol, através da neblina
Rompe pelos espaços das folhas caídas
Daquela árvore tão solitária
Tão firme, tão antiga
Que nem o vento consegue derrubar
Além, ao fundo daquela colina
*
No deambular dos meus pensamentos
Olho o horizonte, medito
Sobre um desejo que guardo no peito
Como quem guarda um segredo
De algo que já foi dito
De repente se imutam lamentos
*
Sinto que o meu coração fraqueja
Quando a brisa me beija o rosto
E me deixa sem jeito
Mesmo deambulando sozinha
Sinto que o sol me acarinha
Por entre os espaços do meu sorriso.
***
Cidália Ferreira.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Um brinde à vida... 10 anos depois

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, árvore e ar livre
2009
Entre uma foto e outra passaram 10 anos. 

A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir
2019
Sim, faz hoje 10 anos que, por esta hora, andava meia fábrica a correr como baratas tontas, qual filme de terror, enquanto a minha pessoa andava numa luta contra as chamas de uma Sra máquina de lavar e aspirar, que queria "matar-me"! Mas, quem a matou fui eu!  A partir daquele dia nunca mais trabalhou... nem ela nem eu...Lol  
Hoje, 10 anos passados, muita coisa mudou na minha vida. Principalmente a sensibilidade a tudo o que me rodeia...Hoje, faço um brinde à vida. Pedindo pelo menos maia 10 anos. Não sei é quem me vai conseguir aturar! 

Não é ser lamechas...é ser grata por conseguir falar do assunto sem me fazer qualquer diferença. 

Cidália Ferreira. ;)

Melancolia das manhãs ...

Resultado de imagem para Gifs outono
****
Ficam vazios, tristes, numa intensa solidão
Os campos e as árvores  que mudam de cor
Os caminhos ganham tapetes, pura gratidão
E o tempo ganha outra vida, e noutro frescor
*
Bancos que outrora, eram sagrado descanso
Agora, em abandono pela chuva que chegou
Que seja curto período do tempo em balanço
O sol volte e eles recebam quem lá se sentou
*
E na melancolia das manhãs das incertezas
Onde afloram os sentimentos mais profundos
Existem sempre angustias, entre as riquezas
Da natureza, que nos mostra outros mundos
****
Cidália Ferreira.

sábado, 21 de setembro de 2019

Lembranças dum passado sorridente. {Poetizando e Encantando}

****
Lembro-me, do nosso beijo, naquela manhã
Fugaz, mas muito fogoso na nossa intenção
Como um clique que nos assaltou o coração
E uma saudade desejosa daquela montanha
*
Sinto um arrepio na pele e em reminiscência
Que provoca a revolta duma saudade eterna
Enquanto eu me sentir gente, ser-te-ei terna
E grata, por me fazeres feliz, com sapiência
*
Sendo as lembranças um passado sorridente
Onde mergulho em teu peito, e fico dormindo
Não será mentira, uma verdade que sentindo
Sorrio quando recordo o nosso olhar inocente
*

Mas ficam as lembranças onde tu és meu jardim
És a flor, que brota todos os dias, na minha mão
Ainda que te guarde como jóia rara nesta solidão
Farás, para todo o sempre, grande parte  de mim
****
Cidália Ferreira


Mais uma semana, mais uma edição...e muito perto de festejar o tão desejado Centenário. Actualmente tenho o tempo mais "contado", derivado à ajuda que dou à minha filha. Contudo, quando se gosta da escrita arranja-se sempre um tempinho. Para mim, é como uma terapia da mente. Então aconselho a todos os meus visitantes e comentadores a visita a este maravilhoso Blogue. Filosofando na Vida. Da amiga Lourdes Duarte. Desde já, obrigada pelo convite. E obrigada a todos os que por aqui passarem.

Bom fim de semana.

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Horizonte devastado

****
Estrada fora, existem olhares  que se entristecem
Existem  árvores, que fazem as suas despedidas
Existem solos matizados  de tristeza, esmorecem
Quando o frio chega e as árvores  ficam despidas
*
Existe o horizonte  devastado, e sem misericórdia
Folhas que voam, saudando a chegada do outono
Ainda a fumaça dispersa neste mundo de discórdia
Tanta dúvida, que dentro do pensamento questiono
*
Sigo a estrada da vida onde a canseira traz emoção
Sigo sozinha com a brisa e pensamentos no coração
Numa viagem, breve, mas tão difícil de compreender
*
Estrada fora, sem ruídos apenas paisagem cinzenta
O cheiro a queimado, entristece-me, traz a tormenta
Numa paisagem onde a natureza não pode defender
****
Cidália Ferreira.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Fragrância ilusória...


Fragrâncias que se espalham no meu ser
Que me elevam a auto-estima
Que atenuam a saudade
Trazendo as mais belas recordações,
E cada momento de liberdade
Onde tudo acontece sem querer
Mas que este aroma, meu corpo mima
*
Preparo o meu corpo sem grande euforia
Visto-me de alegria para a chegada
Coloco um batom a teu gosto, mate
Imagino, o abraço recebido, e caloroso,
Sinto-me incapaz de suster as emoções
Olho o espelho... não me diz nada
Sinto-me iludida de tudo, mais vazia
*
Vazia, mas por dentro da minha ilusão
Onde me enfeito das mais finas jóias
Sacudo os cabelos, respiro fundo
Espero alguém que aprecie meu valor,
Que a fragrância seja o aroma mais profundo
Que seja o chamamento, sem pudor
E não se apodere de mim, a desilusão.
***
Cidália Ferreira.

domingo, 15 de setembro de 2019

Ultimo Adeus!


Hoje, Domingo 15-09-2019 - faleceu - vítima de cancro - um dos Cantores que marcou a minha adolescência. Entre os meus  13/14 anos de idade já andava a servir, e a musica rolava nos rádios, nas cassetes e até cartuchos, o dia todo. Era o êxito do momento! Sempre, mas sempre apreciei as suas musicas. Acompanhei sempre nas tv's. Vi - o pela última, vez na TVI, em Janeiro, já estava doente. A força Dele era enorme...Mas chegou o Seu fim. Como fã Dele não podia deixar de o homenagear. Fiquei em "choque", não contava. Até sempre meu Querido Roberto Leal. Descansa em Paz 

Resultado de imagem para flor  descansa em paz

sábado, 14 de setembro de 2019

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Não sou o que não quero ser. [Poetizando e Encantado]

***
Sonhos fantasiados, tal como o tempo que faz
Por onde deambula a minha mente sem noção
E o meu olhar perdido, num campo tão sagaz 
Deixa minha alma saudosa, perdida, sem chão
*
Neste campo de girassóis tão belos e floridos
O sol esconde-se, e quiçá, entre falsa timidez
As nuvens matizadas trazem tempos doridos
Onde os sonhos são parte da minha sensatez
*
Colho girassóis, dos mais belos e perfumados
Imagino, a cesta florida para poder  oferecer
Nos momentos, que os sonhos forem sanados
*
Sonhos que não passam duma triste realidade
Não me deslumbro...nem sou, e não quero ser
Um ilusório dissabor. Mas sim, a cumplicidade
****
Cidália Ferreira

Agradecendo o convite da Profª Lourdes Duarte, do Blogue Filosofando na Vida... Espero que este simples poema agrade a todos os meus leitores e comentadores. Obrigada e um dia feliz.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Nostálgica Viagem...

***
Avistava-se um pôr-do-sol no horizonte
Ainda o calor se fazia sentir abrasador
As árvores em placidez sentem o calor
Abrigam-se, de tudo no meio do monte
*
A estrada que me guia todos os sentidos
Que me a dá segurança, e em liberdade
Conduz o destino onde mora a saudade
Algures à beira mar...sentimentos ávidos
*
Ao entardecer e numa nostálgica viagem
Olhava o horizonte, pensava só em mim
Não me imaginava sem ti no meu jardim
Onde és a árvore, a flor, a minha aragem.
****
Cidália Ferreira

domingo, 8 de setembro de 2019

Jardim delineado ... " Com Amor"


Repousei por breves instantes, por ali
Olhei a paisagem à minha volta
Arvoredos num bailado, em beleza,
Um jardim à minha frente, delineado
O mar que deixa as emoções à solta,
Procuro no silêncio enamorado
Escuto ecos da tua passagem por aqui, 
As nuvens parecem dispersas e felizes
Os pássaros esvoaçam sobre o mar
E o meu pensamento recua,
Talvez se envaideça, com glamour
*
Lágrimas de felicidade afloram o olhar
Ainda que a minha alma se sinta nua
Num repouso sobre os sons da natureza
Jamais deixarei de olhar o horizonte,
Numa passagem onde somos uma ponte
Mas, qualquer pessoa, enquanto gente
Mostra a cumplicidade que dela sente
E tudo em redor me encanta tantas vezes,
Motivo, porque aceitei o desafio, 'Com Amor'
***
Cidália Ferreira 

O meu 1º desafio, com a Amiga Marta Vinhais do Blogue  Com Amor Que aconselho a visita.
Bom fim de semana.

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Não seria eu ... [ Poetizando e Encantando ]

***
Não seria eu... era a minha alma, feita gente
Caminhando sem destino pela praia deserta
Recebendo a brisa, que sussurra, docemente
Deixando a minha alma, calma, tão desperta
*
Não seria eu, mas sim, meu espírito lutador
Numa praia deserta, com aroma de maresia
Onde pudesse soltar o meu grito com fervor
Deixando a minha alma reinado, na cortesia
*
Não seria eu, se não acordasse da quimera
Se não respirasse o balsamo que me rodeia
Num bailado ao som da brisa da primavera
*
Não seria eu se não brilhasse na minha vida
Se não acreditasse nas pegadas desta areia 
Não seria eu, mas sim, a minha alma vestida
****
Cidália Ferreira.


Voltei. Um pouco condicionada, mas há sempre um momento em que já posso dar asas à imaginação. Num simples poema aqui deixo a minha participação, no Poetizando e Encantando. Blogue Filosofando na Vida...Obrigada pelo convite. Um resto de uma boa semana.

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Estou de volta...


Estou de volta, mas um pouco sem inspiração.  Felizmente tudo se está a encaminhar, sobre as melhoras da minha filha. Quem sabe o que é uma depressão saberá que não é fácil. Para além de ser muito complicado tem de haver muita ajuda por parte das pessoas que a rodeiam. Marido,  Mãe/Pai. Fiz o que me pertencia enquanto Mãe/Avó. Dei o melhor de mim. Apoio. Afecto, sobretudo retirar-lhe todo o trabalho de casa e filhos das "costas" incluindo refeições. Retirá-la do fundo não foi fácil, mas quando se tem força de vontade consegue-se. Ela com a sua força de vontade também vai conseguindo... Estive a 100% para ela, e estarei sempre, de uma forma ou de outra!  Agradeço a todos pela paciência que tiveram em esperar por mim.  OBRIGADA.

Cidália Ferreira.