domingo, 16 de junho de 2019

Resistência de um coração magoado.

Sinto um turbilhão de sentimentos
Pairando pela minha mente, que luta
Mas há um silêncio que me desorienta
E me traz a saudade do tempo passado
Dando por mim em pranto, e lamentos
*
Lágrimas se dissipam pelo rosto cansado
O meu, que outrora foi sorridente
Onde tantas vezes as rugas de expressão
São as marcas da minha resistência
Numa resistência de um coração magoado
*
Silêncios...e palavras agrestes sem razão
Onde confesso, que nem sempre ganho
O cinzento da noite lava-me a alma
As lágrimas secam, as flores murcham
No meu sentimento, existe, apenas solidão
***
Cidália Ferreira.

31 comentários:

  1. Quantas vezes precisamos resistir esse coração magoado,levantarmos a cabeça e seguirmos em frente.
    E assim fica essa saudade imensa.
    Lindo amiga Cidália.
    Bjs e um lindo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Sentimentos, tristeza, solidão.Linda inspiração! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga Cidália, apesar de estar tentando dar a volta por cima, ainda sinto como seu poema, uma solidão enorme por um passado que não volta.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Um poema que faz parte da vida de tanta mulher por esse mundo de Cristo.
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. A solidão em poesia proporciona um poema lindo de se ler!!!
    Bom fim_de_semana

    ResponderEliminar
  6. Poema muito expressivo nos sentires.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  7. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema e desejar bom fim de semana!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  8. Pois por vezes a vida nos joga partidas umas boas outras nao gostei mt bjs

    ResponderEliminar
  9. Que lindo Cidália, gostei muito de ler! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  10. Há que contrariar esse sentimento de solidão e mágoas.

    Gostei do poema.

    Beijos Cidália

    ResponderEliminar
  11. Sentido, nostálgico e belo poema
    Bom domingo minha amiga
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  12. Um maravilhoso poema muitas vezes temos que lutar contra um coração magoado, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  13. Há dias em que tudo parece estar mal... mas temos que continuar a lutar pelo sorriso...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  14. "No meu sentimento existe apenas solidão", Cidália, lindo, ainda bem que é só uma poesia. Muito forte o verso.

    ResponderEliminar
  15. Poema reflexivo!
    Obrigada pelas visitas...
    Abç

    ResponderEliminar
  16. Nostalgia e solidão, também fazem parte daquilo que somos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Cidália,
    Eu quase fui traída, fiquei sabendo, então fui a pé, pois era perto e tinha uma chave do carro. Fiquei à espera, nisso os funcionários foram saindo e os dois mais atrás, abaixei a cabeça e quando senti que estavam perto,pedi a jovem que sentasse na frente e meu marido ficou atrás com a cabeça baixa pois o carro era apenas para 2 lugares, pedi a jovem que colocasse o cinto. Dei partida, saí cantando pneu, chegando perto de nossa casa, continuei e ele disse: onde vai? Você verá.
    Já sabia o endereço da jovem. Toquei a buzina do carro saiu sua mãe e estranhou: trouxe sua filha que queria roubar meu marido e vou ficar na vigia, pois trabalho meio período e se ela continuar eu mato os dois.
    Nunca mais ela pegou carona com ele e eu nunca mais dormi com ele. Depois de algum tempo ficou doente, pois jogava e fumava feito um louco, não demorou muito tempo passou muito mal, peguei o carro esporte e saí em disparada até o Hospital que sempre levava bem longe perto de uma favela, sabia que ia morrer levei o terno e talão de cheque e dinheiro. Telefonei para seu irmão que se encarregou de vir até o hospital, chorou muito, meu filhinho tinha 3 anos ficou com a vizinha.
    Eu fui à frente de carro e o carro fúnebre atrás, gastei uma fortuna para fazer um lindo enterro.
    Quando cheguei no velório no cemitério disse: isso é que é nora!
    Dos meus olhos não caíram nenhuma lágrima.
    Agora estou casada com outro há 29 anos e meu filho tem ótimo emprego: é economista por Escola Estadual e contador com pós.
    Ele é muito inteligente, mas quem ensinou matemática pra ele fui eu.
    Desculpa o desabafo, mas perdão não é comigo. O que se jura diante do padre numa igreja se não cumprir é um sacrilégio.
    Desculpa o desabafo, mas sou assim, se os direitos são iguais, as atitudes deverão ser também. Juramos.
    Beijos,
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  18. Vamos levantar esse astral, por favor.
    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
  19. Um poema emotivo... onde o peso da vida... se faz sentir...
    Mas às vezes... não dá para disfarçar com flores... pelo que apreciei imenso a sinceridade do mesmo...
    Um beijinho grande!... Votos de uma feliz semana!
    Apreciando de momento, apenas algumas das suas postagens mais recentes, Cidália, que por aqui se me têm escapado... e logo mais à noitinha, virei com maior disponibilidade ver o restante...
    Ana

    ResponderEliminar
  20. Um poema cheio de expressividade melancólica. Realmente as rugas do rosto são o caminho onde a angústia se detém…
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  21. Cidália a poesia mesmo que fale de solidão, como a que li, fica sempre bonita, até porque pensada e escrita em solidão, é alimentada por sentimentos de paixão.
    bjs

    ResponderEliminar
  22. Todo o tipo de sentimentos emana do seu lindo poema.
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Boa noite Cidália,
    Um poema reflexivo e nostálgico!
    O sol brilhará sempre!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  24. Sensacional e poderoso poema, com palavras e emoções fortes!

    Como sempre, encantas com a tua sensibilidade! Adorei!

    Abraço grande!

    ResponderEliminar
  25. Um belo poema cheio de sensibilidade.
    Gostei imenso, é magnífico.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria. Só deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘