sábado, 26 de janeiro de 2019

Rendilhada de flores ...

Nenhuma descrição de foto disponível.
Rendilhada de flores, quando passava
E a noite na sua calma era companhia
A lua. A mais bela e doce, apaixonava
Quem com ela despertava, não dormia
*
As estrelas, e o meu olhar tão distante
Silêncios de ouro, que tanto precisava
Mesmo que fosse um luar apaixonante
As flores e o aroma do silêncio parava
*
Contemplava em noite escura a solidão
Recordava momentos recitados ao luar
Coisas que preservava dentro da ilusão
*
Rendilhada, na escuridão da esperança
Doando paz às partículas do meu olhar
Enquanto a noite seguia, em segurança
****
Cidália Ferreira.

37 comentários:

  1. E fez se magia!!!!! SOBERBO e encantador poema!
    Emoções apaixonantes e palavras perfeitamente escolhidas.
    Adoro a imagem!

    Um abraço com carinho!

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde. Poema maravilhoso que me encantou.:))

    Hoje:- És o fogo que arde no meu corpo desnudado

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta-Feira.

    ResponderEliminar
  3. Maravilhosa poesia,inspiração nota MIL! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  4. Um Soneto que nos leva a sonhar...
    Rica fonte de inspiração!
    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  5. Rendilhado poético belo no seu ler!!!
    Bom fim_de_semana!

    ResponderEliminar
  6. Queridos amigos leitores,

    convidamos-vos a ler o capítulo 6 do nosso conto escrito a várias mãos "Ecos de Mentes". Esta semana, pela Cristina Torrão interpretando Amélia.

    Com votos de excelente fim-de-semana,
    saudações literárias!

    ResponderEliminar
  7. Ao luar a poesia é esta magia que nos domina.
    Belíssimo poema, Cidália.

    Beijo meu.

    ResponderEliminar
  8. Seu poema encantador,
    o qual me deu gosto ler
    junto da lua aquela flor
    a qual não posso colher!

    Da terra, tão, distantes,
    encantando o seu olhar
    algumas delas cintilantes
    estrelas no céu a brilhar!

    Bom fim de semana amiga Cidália Ferreira.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Maravilhosamente bem escrito Poema lindo.

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, querida amiga Cidália!
    Imagem belíssima!
    Recordar momentos recitados ao luar e poetar lindamente como o fez.
    Felicidade e bênçãos para você!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🌷⚘🌺🌹💐🌼🌻🌸

    ResponderEliminar
  11. Linda poesia, meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito :)

    Bom fim de semana

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Belíssimo poema, Cidália querida
    Um carinhoso abraço de
    Verena

    ResponderEliminar
  14. De alma e sentires profundamente poéticos...
    Bom fim de semana, poetisa amiga.
    Beijinhos.
    ~~~

    ResponderEliminar
  15. Oi Cisália,
    Quanto amor sai do seu coração
    Poetiza com a alma
    Linda demais sua poesia
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. A Lua... confidente... companheira...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  17. Fiquei rendida, a minha respiração até se susteve.
    Adorei a profundidade do poema
    Lindo
    Parabéns Cidália
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Olá, Cidália!
    Dentre os belos versos de teu soneto, transcrevo esta estrofe:

    Contemplava em noite escura a solidão
    Recordava momentos recitados ao luar
    Coisas que preservava dentro da ilusão"


    Parabéns, minha amiga Cidáçia!
    Beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde Cidália,
    Um poema lindo! Gostei bastante.
    Beijinhos e um bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  20. Olá, estimada Cidália!

    Mto obrigada pela visita e comentário, exagerado, claro, deixado no meu blogue.

    Li o seu soneto e não o percebi à primeira leitura. Depois, uma segunda, e então fez-se luz -rs, fez-se lua.

    Uma homenagem bonita e floreada dedicada à senhora lua, que sempre teve, tem e terá influência sobre nós e sobre as nossas atitudes.

    Beijos e bfds.


    ResponderEliminar
  21. Tão lindo comparar as estrelas a renda!
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Muito bela a poética em forma quase clássica, duas quadras e dois tercetos bem rimados. Parabéns.
    BFS com bj.

    ResponderEliminar
  23. Oi Cidália,

    Foi triste o que passou, mas o campo que falo é fazenda e não pode ser de cana de açúcar e nem de matas, aí mora o perigo.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  24. Pois é, a lua é cúmplice dos namorados e inspiradora dos poetas.
    Abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  25. Sempre linda e rendilhada a inspirar os poetas e os amantes
    Belíssima poesia amiga Cidália
    Beijos e bom domingo

    ResponderEliminar
  26. Gostei muito deste encantador poema
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Pitas de 12 anos quando querem ser adultas

    ResponderEliminar
  27. Por aqui não falta inspiração...mais um bonito poema!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  28. Enquanto a noite segue seu caminho, cá estamos nós perdidos em nossos pensamentos, revivendo nossas emoções no sentido de atravessar esta noite. Linda construção Cidália.
    Um bom domingo de feliz semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  29. Que lindo Cidália, um poema mágico! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  30. A noite é sempre inspiradora e a prova disso, é este belíssimo poema.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  31. "Nunca lamente uma ilusão perdida, pois não haveria fruto se a flor não caísse."🌹 Que a sua semana seja regadinha de muitas alegrias! beijo grande!💋

    ResponderEliminar
  32. A lua, como fonte inesgotável, de mistério, encanto e sedução... e de mais uma bela inspiração, por aqui...
    Adorei o poema, Cidália! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  33. Um rendilhado de poesia a tocar o nosso coração com toda a sua beleza e encanto.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘