sexta-feira, 4 de maio de 2018

Dançaria, se o desejasses...

Foto de Cidália Ferreira.
Dançaria  em ponta dos pés, se o desejasses
Faria desta minha triste sina a nossa alegria
Obrigava o meu corpo nesta dança de magia
Se no final, te pudesse receber e me beijasses
*
Poderão estar na escuridão meus sentimentos
Se esta dança, não me oferecer, a alegria vital
Meu corpo recente o esforço mas em pedestal
Aprecias a minha dança em brandos lamentos
*
Dançaria, só para ver teu comedido semblante
Mostrar-te-ia o interior do meu corpo, retraído
Se reconhecesses em mim um coração tolerante
*
Só tu me conheces a mente quando se entristece
Estará meu corpo relaxado, sentimento contido
Nesta dança, onde tudo ou nada, nos acontece.
****
Cidália Ferreira

40 comentários:

  1. Fiquei com o cérebro a rodopiar de felicidade

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Belíssimo soneto que dança suavemente em cada palavra!
    Lindo demais Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Mt bonita a foto como sempre amiga e eu que adoro musica e dança fiquei a dançar com este poema parabens bjs

    ResponderEliminar
  4. Uma danças de palavras da qual resultou este magnífico soneto!

    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Belezura,Cidália! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  6. Olá Cidália,
    Seria uma dança bonita e desafiante
    feita por amor. Linda inspiração :)
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Um poema lindo e suave com uma dança! :) Beijinhos e boa noite.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. A suavidade da dança bem expressa na ternura poética deste tema. Muito bonito.
    Bjo

    ResponderEliminar
  9. Tenho de ler o que me escapou!
    Gostei imenso deste poema, suave..
    Beijinhos,
    https://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  10. A dança aliada à paixão e desejo serviram de inspiração a esta fantástica poesia!
    Bravo amiga! Como sempre um fabuloso poema com o teu ímpar toque poético!

    Beijinho grande e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Poema maravilhoso, tal como a imagem. Adorei.

    Hoje:- Nem sempre as palavras são deixadas ao vento.

    Bjos
    Votos de uma boa Sexta - Feira

    ResponderEliminar
  12. Muito bonito, este poema .

    Beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Parabéns, Cidália, pelo soneto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Um poema que expressa a dança do amor... Desejos ardentes e crescentes.
    Bom fim de semana e o meu abraço

    ResponderEliminar
  15. A dança da vida com os seus altos e baixos
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Cidália!
    Amei sua bela dançarina exposta em versos.
    Desejo um MÊS de sucesso e bençãos!
    “Nunca confunda movimento com ação.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/05/divulgacao-cultural-56-33-poetizando-e.html

    ResponderEliminar
  17. Um belo soneto. Triste quando o amor só está de um lado.
    Abraço e bom fds

    ResponderEliminar
  18. Olá Cidália!
    Minha amiga poetisa sempre inspirada inicia este belo soneto com esta estrofe:

    "Dançaria em ponta dos pés, se o desejasses
    Faria desta minha triste sina a nossa alegria
    Obrigava o meu corpo nesta dança de magia
    Se no final, te pudesse receber e me beijasses"


    Desejo-te uma ótima semana.
    Beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  19. Amiga, que encanto de poesia e imagem. Você é uma maravilhosa poetisa. Parabéns! Abraços

    ResponderEliminar
  20. Querida Cidália, sua poesia é mais uma pérola fruto do seu lindo poetar. Amanhã ai em Portugal é o dia das mães. Mãe é um ser tão sublime que mesmo sem está nesse plano, continua amando seus filhos de onde estão, pois o amor de mãe é infinito. Para todas as mães, de sangue, de coração, desejo um feliz dia das mães. Abraços

    ResponderEliminar
  21. Olá Cidália
    Belo poema, desejo uma tarde abençoada. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  22. Olá bonito soneto, poesia é alegria do poeta, e as palavras rodopiaram lindamente no salão do coração!Gostei dessa dança poética.]
    Tem também B C da Chica.
    http://blogandocoletivamnte.blogspot.com.br

    Bjss!

    ResponderEliminar
  23. Una bella poesía dedicada a otro arte no menos bello como la danza.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  24. A passar por cá, hoje, para desejar um bom domingo!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  25. Dançando com as palavras e saiu este magnífico soneto, amei mesmo.
    Muitos parabéns pelo talento.
    BJ e bom domingo.

    ResponderEliminar
  26. que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  27. Quanta leveza e suavidade
    Cidália!
    Senti-me leve após a
    leitura.
    Ótima nova semana pra nós.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  28. Lindo poema, oh amiga!
    Nele é a emoção que dança!
    Dança!... Dança!... E não se cansa
    Porque a dança é arte antiga

    Que vai seguindo a cantiga
    Ou a música que se lança
    Em compasso da balança
    Com dois pesos onde fustiga

    A tristeza, e contagia
    A alma com a alegria
    Amorosa - maravilha!

    É linda a tua poesia!
    Mais te cumprimentaria
    Pelo amor dessa partilha.

    Lindo poema, dileta poetisa e minha amiga Cidália! Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  29. Belíssima dança de emoções... que emanam desta bela inspiração, Cidália!
    Mais um belíssimo trabalho, que foi uma delícia descobrir e apreciar por aqui!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar