segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Não existe alegria quando tudo é cinzento

Resultado de imagem para imagens: sentir tristeza
Se tu soubesses como sofro neste momento
Quando observo à minha volta, ressequido
Já não existe cor, tudo será  um tormento 
Quando o meu  coração se sente, excluído
.
Não há nada  que te possa trazer de volta
Quando tua ausência, noto, tão marcante 
Sinto na tristeza, a minha própria revolta
Sinto falta d'outrora, tudo tão significante
.
Não existe alegria quando tudo é cinzento
Quando  tua falta, eu noto, no meu alento 
Neste momento tão seco, quanta ignoração
.
Se tu soubesses encontrar a minha tristeza 
E descobrisses, o que guardo em delicadeza
Saberias entender as coisas do meu coração.
.
****
Cidália Ferreira

35 comentários:

  1. Triste, tão profunda ,mas linda inspiração em poesia! Ótima semana! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Um poema muito belo, mas tão cheio de melancolia que dói...
    Uma boa semana, Cidália.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Inspiração e emoção, sempre no seu melhor, por aqui...
    E a semana, começou em bom, por aqui... em muito bom!
    Adorei o poema, Cidália! Beijinhos! Feliz e inspirada semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema embora bem triste.
    Grandebeijo e uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  5. Cara amiga Cidália, diz-se que a primeira impressão é a que vale, pois, direi, então: eis um belo poema triste. Levando-se em conta, entre outras coisas, a musicalidade deste belo soneto, ele daria um ótimo fado. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma bela semana. Feliz sempre.

    ResponderEliminar
  6. Cidália,seus versos estão muito tristes,mas em compensação são de uma beleza ímpar.
    Bjs amiga e uma feliz semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Olá Cidália
    Por trás das noites cinzentas o sol volta sempre a brilhar. Bjs querida e um ótimo dia.

    ResponderEliminar
  8. Um belo poema Cidália e nós sentimos o mesmo!!! Bj

    ResponderEliminar
  9. Apesar de melancólico achei muito bonito!

    Beijinhos para ti e teus filhotes.
    As minhas férias acabaram-se.

    ResponderEliminar
  10. Profundos y bellos versos Cidália.
    La ausencia hace mas presente si cabe,
    la ausencia.

    Rafael Santana

    ResponderEliminar
  11. As vezes vivemos um tempo de tristeza que tudo parece perder a alegria e cor.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  12. Quanto tudo está cinzento é difícil ver o sol a brilhar, mas depois ele lá acaba por aparecer! :) Belo poema. Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  13. Brilhante e triste poema!
    Amei!
    Parabéns!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. A dor da ausência dilacera o coração.
    Maravilhoso soneto
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  15. Nossa Cidália
    Uma das mais belas poesias que você já fez
    Parabéns poetisa
    Você é demais
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Olá Cidália,
    A imagem combinou perfeitamente
    com o poema, que embora seja triste
    é muito bonito...
    Quando a alegria se ausenta, a vida perde o
    colorido mesmo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Linda sua poesia,apesar de triste,amiga Cidália.

    A imagem tem tudo a ver com o poema.

    Mas vamos colocar cor em nossa vida,porque ela é um presente de Deus!


    Obrigada pelas visitas,minha linda.

    Beijos sabor carinho e uma semana de paz

    Donetzka

    ResponderEliminar
  18. Poema bem concebido.
    Ora bem, tristezas não pagam dividas, por isso temos de dar a volta!
    Boa semana.
    Bj

    ResponderEliminar
  19. Versos sentidos,porém belos, a lustração não podia ser melhor.
    Tenha um bom dia amiga.
    Paz e Bem!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  20. Oh amiga..começas a semana com uma inspiração atormentada! Mas nem essas tormentas retiram a beleza ao teu poema!
    Verdadeiramente maravilhoso e com emoções fortíssimas e melancólicas.~
    Vamos acabar com a alma cinzenta e colori-la com muita vivacidade.

    Beijinho e ótima semana

    ResponderEliminar
  21. Um poema saudoso e belo.Parabéns querida Cidália pela bela inspiração. Abraços com desejos de um dia feliz e de muita paz.

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália,
    Como sempre cada dia mais lindos os seus poemas
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  23. Que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. Cidalia,
    O alvo do amor da gente
    Sempre sabe o quanto
    são amados,
    Só que a vida sem encarrega
    de esmaecer e atenuar
    dando a impressão
    quase certeza de não
    saberem...
    Lindo e envolvente poema.
    Linda noite e ótima quarta feira.
    Obs: Parabéns pela classificação
    de Portugal hj a tarde
    para a Copa do Mundo 2018.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  25. Gostei do seu soneto triste e melancólico de um outono
    instalado, mas que ainda brilha... tempos difíceis para quem está só e recorda o grande Amor de um relacionamento terminado...
    Ficou muito bem, estimada Cidália.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  26. Super envolvente arrasou como sempre, obrigada pela visita bom feriado.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  27. Que o cinzento se renove em cores vivas !

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Cidália, parabéns por mais um excelente poema que muito apreciei!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  29. Está provado que na tristeza existe beleza! Lindo soneto.
    O blog ficou lindo com essa roupagem nova...
    Beijo!

    ResponderEliminar