segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Lembras-te, dos nossos passeios ao fim de tarde

Imagem relacionada
Neste fim de tarde em calma contemplação
Onde o sussurrar do vento se sentia
E calmos ruídos me atraem ao silêncio,
Medito, elevo a minha alma que se alegra
Por lembrar belos momentos de um dia
Em que contigo viajei, sem regra
Para poder atenuar minha saudade,
.
Lembras-te, dos nossos passeios ao fim de tarde
Dos abraços que trocámos sem compromisso
Do olhar envergonhado, que era o meu
Dos beijos que trazíamos na vontade
Que não demos, e meu pensamento submisso
Ficava esperando de algo que fosse teu
Para me sentir realizada de verdade
.
Mas neste fim de tarde apenas a natureza
Fica para trás sem reclamar a companhia
Caem as folhas da imensidão do tempo
Os raios dourados trazem à recordação
Aquele pôr-do-sol, qual oásis, pura beleza,
Mas foi-se embora, um novo dia apareceu
E de lembranças se alimenta meu coração.
***
Cidália Ferreira

33 comentários:

  1. Um fim de tarde que faz relembrar momentos...LINDA! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Um fim de tarde único, mas o coração não pode viver apenas de lembranças e recordações, tem de viver também no momento presente =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Este é outro poema muito envolvente :) beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Quantas lembranças chegam como fim de uma tarde junto com o amado.
    Lindo Cidália.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Os mágicos momentos passados com quem amamos nunca se esquecem...ficam sempre gravados no nosso coração!
    Belíssimo poema com uma ternura bem expressa pelas palavras e emoções!
    Como sempre é um prazer te ler amiga!
    Um xi coração!

    ResponderEliminar
  6. Cidália é muito bom lembrar de lembranças boas, recordações boas fazem um bem muito bom, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  7. E é nestes momentos nostálgicos dos finais de tarde que bate a saudade.
    Lindo e emocionante poema que toca o coração.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  8. Recordar passados
    Beijos que não destes
    Cheirar o perfume
    Das roupas que vestes
    Dum carinho teu
    Que marcou assim
    Num tempo de outrora
    Que chegou ao fim....

    Claro, amiga, que não me ponho a adivinhar, mas entramos neste "conto", como se personificássemos a história contada, ou fossemos o «reporter de ocasião».

    Beijinho e mais um Obrigado» por estes momentos lindos !!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Belo poema, cara amiga Cidália. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  10. Num entardecer...tudo fica belo e a poesia resplandece!!! Bj

    ResponderEliminar
  11. Obrigada pela visita ,Cidália! Gostei muito de a ver no Barlavento e do seu comentário tão gentil.
    Gostei da sua poesia, é romântica, sentida, fica em nós!
    Também gostei de a conhecer através do seu perfil.
    Um abraço, prometo voltar!

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália
    Belo poema, bom demais passeios no final da tarde. Abraços.

    ResponderEliminar
  13. Oi Cidália,
    As boas lembranças nunca serão esquecidas,
    e sempre trazem saudosismo...
    Bonita poesia, repleta de sentimento.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  14. Dizem que recordar é viver.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  15. Lindo demais suas lembranças de amor,amiga Cidália.

    Recordar de momentos como esses sempre nos encanta.

    Amo seu poetar e espaço.

    Recebi sua atualização e vim rapidinho ver.

    Beijos sabor carinho e uma semana de paz e alegrias

    Donetzka

    ResponderEliminar
  16. Lembrar com carinho do que já passou;
    faz parte de nossas emoções... mesmo que doa.
    Lindo.
    Boa semana.
    janicce.

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália querida


    As vezes o passado nos trás lindas recordações...

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  18. Que bonito fim de passeio bom poema
    https://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. A passa por cá para ler mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  20. Belo poema, o romantismo de lembranças de fins de tarde!
    Amei!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  21. Fins de tarde que ficaram no coração e neste belo poema.
    Uma boa semana, Cidália.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  22. Revi-me neste sublime poema.

    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  23. Oi Cidália,
    Linda sua poesia
    Hoje um fim de tarde só
    A solidão do amor dilacera o coração
    Abraços
    Dorli

    ResponderEliminar
  24. Momentos maravilhoso no fim de tarde, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  25. Oi Cidália
    Obrigada pelo carinho na postagem à a Nadine
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  26. Que lindo Cidália amei ler suas inspirações de fim de tarde. Bjs querida amo vc e Deus ainda mais

    ResponderEliminar
  27. Um quadro pintado pelas lembranças, adorei!
    Que a saudade aqueça o coração, mas que não entristeça a alma.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  28. Doces lembranças perduram para sempre no coração e na alma.
    Maravilhoso poema.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  29. Um poema simplesmente maravilhoso... do qual ficarei com umas palavrinhas debaixo de olho!...
    Para ler e reler! Gostei imenso, Cidália!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  30. "E de lembranças se alimenta teu coração"

    E eu amei essas lembranças no cair das folhas
    Que descem da imensidão do tempo
    e amei esse dizer e a lembrança desse tempo!

    Maria Luísa Adães

    ResponderEliminar