quarta-feira, 14 de junho de 2017

Sinto-me a envelhecer...

Sinto-me a envelhecer como folhas que secam
Como as aves, que se cansaram, foram embora 
Com a promessa de um dia voltarem. Celebram
Todas as vidas que  já foram vividas, sem hora 
.
A vida é como a musica  que gostamos ouvir 
Uns dias pode ser dança, outros, ser  tristeza
Mas nunca, da vida, podemos porém, desistir 
Porque as tristezas, completam-se, de justeza
.
Quando for velhinha, e já não souber escrever
Talvez a minha alma tenha decorado a música 
Para envelhecer com sabedoria e até me prover
De momentos, onde por vezes, sou enigmática.
****
Cidália Ferreira.

32 comentários:

  1. Um belo poema minha amiga e se a natureza o permitir o envelhecimento "toca" a todos.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  2. Muito lindo e todos nós vamos envelhecendo...E tu nunca deixarás de escrever...bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Todos nós temos de envelhecer, é esse o destino natural... que seja com alegria e felicidade!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. É sempre com prazer que leio os teus poemas. Gostei muito deste teu "Sinto-me a envelhecer..." Belíssimo poema.
    Um beijo, Cidália.

    ResponderEliminar
  5. pois a vida ela por vezes nos da liçoes de vida mas velha isso nunca pois somos e seremos sempre jovens talvzes nao no corpo mas sim na alma adorei bjs bs

    ResponderEliminar
  6. Que na velhice possamos ainda ter a noss'alma jovem!
    Lindo poema Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Gostei a velhice chegará para todos.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, a velhice calha a todos, mas no caso da amiga até lá chegar, muitas palavras, muitos e muitos poemas vai escrever.
    Continuação de feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  9. Lindo poema, cara amiga Cidália! Velhice, dilema que nos espera, se tivermos sorte.
    Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar
  10. Olá Cidália
    Como é importante envelhecer com sabedoria. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  11. Todos nós envelhecemos a cada dia que passa, o importante é envelhecer com saúde e sabedoria. Bonito poema. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália! Todos nós vamos envelhecendo, o importante é envelhecer só na idade sempre com o espírito jovem e sábio.
    Eu quero continuar ler seus poemas daqui a muitos anos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Não há volta a dar, todos envelhecemos, mas que os poemas lindos continuem por aqui.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Esses confrontos consigo
    Ao existencialismo,
    Quando me pego e bem cismo,
    Não penso, me sinto antigo

    Mas renovado. O perigo
    Desta vida, em realismo
    É seguir o catecismo
    Do jovem. Se me empertigo

    A mais jovem me fazer
    Eu sinto-me ser um ser
    Sem ser aquilo que sinto

    Pois sinto amor e prazer
    De ser velho e parecer
    Vivo a estar e não minto.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  15. E é nesta altura que - embora mais fragilizados - precisamos ser mais fortes e corajosos.
    Gostei muito do tema e do poema, estimada Cidália.
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
  16. Hoje percebi, que estou envelhecendo! chega para
    todo mundo k.
    Abraços e continuação de boa semana.

    ResponderEliminar
  17. Boa noite Cidália,
    Um lindo poema. Envelhecer faz parte da vida, mas a Cidália ainda tem muitos poemas para escrever.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  18. esta chega a todos
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Todos os dias envelhecemos um pouco....

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  20. Ei Cidália!
    Eu gosto de sentir o tempo
    passar assim aos poucos.
    Belos versos.
    Amo Poesia.
    Bjins
    Catiaho Alc

    ResponderEliminar
  21. Todos para lá caminhamos,mas se deus permitir, tu vais envelhecer a escrever lindos poemas.
    Parabéns o teu talento não tem limites.
    Bjs e bom feriado.

    ResponderEliminar
  22. Ciclo da vida pelo qual todos vamos passar. E com tantos poemas bonitos vai envelhecer sim, com sabedoria e graça. Parabéns.

    ResponderEliminar
  23. é o ciclo da vida a que ninguém pode fugir...
    a nostalgia em forma de poesia.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  24. Cidália que lindo o poema concordo com você não podemos desistir nunca, bjs.

    ResponderEliminar
  25. Toda a gente envelhece...
    Resta-nos saber envelhecer com sabedoria.
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Bom resto de semana, amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  26. Não fugimos ao passar do tempo. Eu que o diga...estou pertinho dos 70.
    Amei o teu brilhante poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  27. Cidália,
    Não existe idade para escrever, já estou com o pé na cova, logo faço setenta anos e sou ativa em tudo. Não pode parar.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  28. Que a vida dê a todos um "bom" envelhecer.
    Maravilhoso poema
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  29. E contudo, envelhecer nos tempos que correm... é um verdadeiro privilégio... é sinal que continuamos vivos...
    Não há volta a dar! É mesmo um processo, que nos acompanha desde o momento que nascemos!
    Mais um belo poema... com a sensibilidade à flor da pele...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  30. Lindo...lindo...lindo!!! O envelhecer, algo natural da vida tão bem inspirado por ti e com base duma fabulosa imagem!
    Desejo que todos consigamos envelhecer com sabedoria e nunca esqueçamos as notas da música!
    Um abraço amiga

    ResponderEliminar