quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Numa natureza colorida e tão cinzenta

Numa natureza colorida e tão cinzenta
Onde o cheiro  do frio me faz  ponderar
Eleva o meu pensamento mas afugenta
A tristeza que em mim se tenta refugiar
.
O cheiro das folhas e meras recordações
Em que outrora em mim se apoderavam
Como um sol que me eleva nas emoções
Quando na natureza sentidos esvoaçam
.
Nesta natureza tão fria mas onde habitas
Como a melhor flor nascida no meu jardim
Deixando de recordação o cheiro a jasmim
.
Perco-me em recantos que procuro no frio
Onde o sol se afastou das folhas  sem brio
Mas, alumina-te sempre, sei que acreditas
****
Cidália Ferreira.

26 comentários:

  1. Cidália,seus sonetos nos encantam cada vez mais.
    Parabéns amiga por tão linda inspiração.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Mais um excelente e bem escrito poema que gostei.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  3. Poema lindo escrito em letras de sensibilidade

    Bjo

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde linda, amo poesia e fico feliz em vir aqqui ler e comentar os post do teu Blog, tenha um belo fds bijos.
    Venha tb me visitar !

    ResponderEliminar
  5. Lindo demais! A Natureza tem esse poder mesmo,querida amiga Cidália.

    Poema encantador!

    Obrigada pelas visitas e uma quinta_feira de Paz Profunda

    Beijos

    Donetzka

    ResponderEliminar
  6. Oi Cidália
    Lindo poema encantador
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  7. Inicias o teu poema com uma antítese, uma figura de estilo poderosa e que é também o título. Ela embala toda a emoção até ao último verso tornando este poema maravilhoso.
    A imagem dá um toque mágico a toda a aura poética!
    Um abraço amiga e resto de semana quentinha

    ResponderEliminar
  8. Querida Cidáliamiga

    A VELHA E O CÃO
    Uma pausa na Saga da Alzira porque acabo de publicar um post diferente – sem ironia, sem galhofa, a atirar para o drama. Por isso, gostaria dos comentários naturalmente também diferentes. Muito obrigado. Como habitualmente a publicação é anunciada blogue a blogue; e o pedido de divulgação, também se agradece.
    Qjs e/ou abçs Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  9. Que maximo belas linhas amei, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  10. Lindo e inspirado como sempre. Bjs querida

    ResponderEliminar
  11. Magnífico soneto, gostei imenso.
    Bom fim de semana, querida amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. As vezes a tristeza tira a cor e beleza de tudo.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  13. Um bom soneto. Gostei.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  14. Cara amiga Cidália, natureza e paixão, eis a marca do teu estilo bem definido. Um abraço daqui do sul do Brasil.Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. um soneto melancólico, embora bem rimado.
    bom fim de semana.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  16. Oi Cidália
    Como sempre escrevendo belas poesias
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  17. Este poema vem mesmo a calhar, está hoje tanto frio...
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidália
    Obrigada pelo carinho
    Linda poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. Passei por aqui e adorei o seu soneto, Cidália.
    Parabéns e bom fim de semana.
    Susana

    ResponderEliminar
  20. Querida amiga Cidália.

    Muito obrigada pelo comentário e votos de felicidades que deixou no meu espaço pelo meu aniversário amanhã,26 de novembro.

    Adoro você e agradeço pelo carinho e visitas.

    Deus a abençoe sempre!

    Beijos sabor carinho


    Donetzka

    ResponderEliminar
  21. a passar por cá para desejar um bom fim de semana!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália,
    Só consegui pelo FirefoxLinda poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar