quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Esperei o sol nascer na esperança de te ver

Esperei o sol nascer na frescura da manhã
Ainda tudo dormia  em descanso merecido
Vagueava meu  pensamento já enternecido 
Enquanto admirava a beleza da montanha 
.
Cada raio  de sol é um pedaço de ti, gosto
Quando me apareces assim surpreendente
És meu perfume, a minha  estrela cadente
Que me aquece e me deixa alegria no rosto
.
O sol vai subindo eu espero  pela chegada
D'alguém que me abrace, me deixe a sorrir
Na frescura da  natureza tão aconchegada
.
Esperei o sol nascer na esperança de te ver
Poder ter teu carinho, prometer-te cumprir
Porque minha  mente deseja-te, sem sofrer.
****
Cidália Ferreira 

29 comentários:

  1. Lindo e belo poema minha amiga e quem espera sempre alcança.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  2. Menina menina...passo alguns dias sem vir aqui e deparo-me com essa peça deliciosamente romântica, apaixonada!!
    Um doce de poema, recheado de amor, ternura e paixão!
    Nota mil!!

    ResponderEliminar
  3. Magistral poema como sempre,querida amiga Cidália! Sabe falar de amor como poucos,com seu poetar!

    Seu blog está na lista de Meus Blogs favoritos à direita do meu.Basta olhar!

    Obrigada pelas visitas e uma quinta_feira de Paz Profunda!

    Beijos sabor carinho

    Donetzka


    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  4. Cidália,confesso a você que li seu poema em forma de canção.
    Para mim soou como música aos meus ouvidos em cada palavra descrita.
    Adorei,parabéns.
    Bjs-Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  5. great post
    Would you like to follow each other on GFC
    let me know and I follow back https://bysinkj.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Mais um belo soneto de exaltação à paixão e à natureza. Se eu ler um poema escrito por ti, em outro lugar, saberei identificar devido ao estilo bem delineado.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um belo dia.

    ResponderEliminar
  7. Mais um magnífico soneto.
    Arte poética difícil, mas muito bem conseguida por ti.
    Cidália, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Em soneto magistral delineia com paixão o amor que envolve este coração numa magistral exaltação à esse sentimento tão pujante
    Um lindo dia querida Cidália
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Que soberbo poema! Esperando pelos raios de sol que irá iluminar o amor que está chegando!
    Todos os versos são sublimes mas destaco este "Cada raio de sol é um pedaço de ti, gosto" que demonstra bem a intensidade sentimental com que escreves.
    ADOREI....uma abraço amiga e boa quinta

    ResponderEliminar
  10. Olá Cidália
    lindo poema, bjs querida amiga.

    ResponderEliminar
  11. O sol aquecendo o corpo e a alma, esperando pelo amor.

    Excelente soneto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Querida Cidália
    Muitos parabéns pela sua página inicial:é o Faro da Barra? Que magnífica fotografia! A minha amiga ficou mesmo bem!
    O seu poema é um bela declaração de amor:as minhas felicitações.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é o nosso falo da Barra. A Foto foi quase ao fundo do paredão.Muito obrigada pelo carinho.

      Beijo

      Eliminar
  13. Uma declaração de um amor profundo que mora no coração da poetisa. Um fascínio de poema

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Querida Cidáliamiga

    Um belo soneto que traz com ele uma carga de amor profundo, de desejo igual e de eperança de que venha o amor de sempre. Excelente.
    ********

    NOVO TEXTÍCULO

    CONTINUA A SAGA DA IMPOSSIBILIDADE – SABE-SE LÁ POR QUE MOTIVO… - DE ACTUALIZAR A INFORMAÇÃO SORE OS NOVOS POSTS COLOCADOS AQUI NA NOSSA TRAVESSA E QUE DEVERIA APARECER NO TEU BLOGUE MAS INFELIZMENTE NÃO APARECE.

    POR ISSO CONTINUAREI ESTA METODOLOGIA PARA TE AVISAR SEMPRE QUE HAJA UM NOVO ARTIGO. É O CASO DE ONTEM EM QUE PUBLIQUEI UM TEXTO – VÊ LÁ O QUE MEU NA GANA – QUE É UMA “NOVA VERSÃO” DO “TRIUNFO DOS PORCOS” DO SR. ORWELL. QUE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ME CUBRA DE BÊNÇÃOS… JÁ QUE NÃO ME PODE COBRIR DE OUTRA MANEIRA…

    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  15. Para ver o amor toda a espera vale a pena.

    Um beijinho Cidália

    ResponderEliminar
  16. Belas linhas arrasou amei, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália,
    Maravilhosa poesia,
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  18. Escreveu lindamente, amiga Cidália!
    Gostei! Gostei!

    Beijos!

    Nanda

    ResponderEliminar
  19. Belo nas palavras e rico de sentimentos.
    Também esperei até que a desilusão me venceu.
    Obrigado pelas visitas.
    Tenho andado muito ausente, mas vou voltar.

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália,
    Adorei sua poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  21. Lindo demais Cidália! Adorei.
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Olá, estimada Cidália!

    Mto obrigada pela sua presença e comentário no meu blogue. É o meu poema é satisfatório e não soberbo, em minha opinião.

    É de manhã, que começa o dia, diz-se, e assim fez o seu eu-lírico esperando o amado. Que inspirado soneto!

    A natureza acompanha os seus estados de alma, de forma surpreendente, sabe chama-la, poeticamente. É isso.
    Lógico que o amor tem de ser alegria e não sofrimento, pke é um sentimento físico e anímico.

    Gostei do k li. Continue, pke estamos sempre a melhorar e a reinventar.

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  23. A passar por cá para desejar um bom fim de semana!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  24. Tão lindo! A esperança de ver o nosso amado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Adorei a poesia
    Parabéns Cidália
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  26. Maravilhoso soneto, que a esperança esteja sempre presente no nosso coração.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar