domingo, 7 de agosto de 2016

Numa espera, onde não calo meu coração

Agitam-se as ondas em meu redor
Qual felicidade sem rosto
Efeitos de uma maré que se agita
Contra a natureza em esplendor,
Beijam meus pés pelo gosto
Deixam salpicos de quem grita
São as ondas mostrando felicidade,
Enquanto meu corpo exposto 
Te espera para a realidade
.
As nuvens seguem-me sorrindo
Com o dourado que se ia reflectindo
Nas águas deste mar que me recebe,
Estou rodeada por tanta beleza
Vejo teus braços que se entregam a mim,
Olho as ondas desfeitas, ninguém percebe
O louvor oferecido pela natureza
Aproxima-se a noite e eu fico assim,
.
Numa espera, onde não calo meu coração
Fala sozinho, adora-te e implora, 
Que as ondas se afastem de mim agora
E te tragam para mim com a certeza 
De que te espero neste mar de emoção
Rodeada de tanta saudade, meu amor,
Que teu carinho me chegue a qualquer hora. 
***
Cidália Ferreira.

24 comentários:

  1. La belleza se deslumbra en tus oupilas.


    Muy bello tu poema.

    Muy feliz día.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  2. Lindo gostei bastante deste belo poema minha amiga.
    Um abraço e bom Domingo.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  3. Uma espera pedindo o retorno do grande amor.
    Lindo Cidália!
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. O romance delineado em formidáveis versos enquanto espera com o coração pulsando o retorno do grande amor
    Belíssimo poema amiga Cidália
    Um feliz domingo
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito, gostei! E condiz a 100% com a música que se ouve de fundo, bonito detalhe.

    Marli, do My Own Anatomy ☀

    ResponderEliminar
  6. Esse carinho, sem dúvida, chegará para aplacar a carência dessa poeta linda, que implora pelo amor que ão a deixe!
    Coisa linda esse pedido...
    Beijos cheios de admiração!!!

    ResponderEliminar
  7. Lindo como sempre. Parabéns Poetisa

    Beijoos

    ResponderEliminar
  8. Em uma espera quem pode calar o coração, o coração pede por amor, linda poesia Cidália bjs.

    ResponderEliminar
  9. Bela poesia Cidália, boa semana, bjs amiga

    ResponderEliminar
  10. Mais um bonito poema...
    Uma ótima semana por aí!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  11. Olá, Cidália. Consegue, neste poema, misturar o fascínio da Natureza com o desejo de amar... Gostei.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  12. Esperas não são fáceis.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  13. Lindo poema mais esperar é muito ruim, tenha uma semana abençoada.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  14. Excelente e intenso poema, tal como a saudade de quem espera a pessoa amada.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Belo poema no teu estilo peculiar: louvor à natureza e a paixão. Belas imagens sensitivas: amar ao som da mar/à luz do sol/o atrito do sal na pele/o desejo em meio as ondas...
    Tudo muito lindo.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  16. Mais um belo poema! Gostei muito de ler.
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Um grande amor pode-se esperar por muito e muitos anos.
    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidália
    Amei sua poesia.
    Você é tão romântica
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde Cida.. toda espera nos brinda com algo belo no seu final.. bjs e feliz sempre

    ResponderEliminar
  20. Gostei muito,mensagem inspiradora!
    Beijos.

    http://belezacontente.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. Que todas as esperas sejam um dia recompensadas.
    Mais um belo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  22. Inspirações marítimas,uma espera com ansiedade e com a saudade a apertar no coração, serviram de tema para o poema de hoje.
    Maravilhoso como sempre e já se esgotam as palavras para te elogiar!
    Um abraço amiga e excelentes inspirações

    ResponderEliminar