domingo, 14 de fevereiro de 2016

Existem partidas que provocam dor, na alegria

Na minha  ingenuidade sinto o chão a fugir-me
Como  sem eira nem beira, deambulando por aí
Sobre saudosos momentos onde vou redigir-me
Ficar apenas  flutuando nos momentos que vivi
.
Deambulando sobre plumas de branca candura
Onde o teu ar tão puro enterneceu meu coração
Lembro com sentimento, tu és a minha  ternura
Aquela, por quem dou a vida, és  minha  paixão
.
Sinto  teu cheiro aveludado, guardo-o em mim
Fazes parte dos meus sonhos, tenho esperança
O teu sorriso angelical é o meu jardim em flor
.
Existem partidas que provocam dor, na alegria
Inexplicável será o sentimento, sem lembrança
Ao recordar que ao meu colo, te dei meu amor.
****
Cidália Ferreira.

31 comentários:

  1. Tristes versos, linda poesia,Cidália! um lindo domingo! bjs,chica

    ResponderEliminar
  2. Uma partida, um amor perdido é sempre motivo de sofrimento.
    Versos tristes mas, muito lindos.
    Beijos e ótimo domingo para vc

    ResponderEliminar
  3. As partidas são sempre muito tristes,mas muitas vezes temos que nos conformar.
    Poema triste amiga Cidália,mas sempre muito delicado em palavras.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Belo momento lírico, cara amiga Cidália. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  5. Palavras aveludadas e emoções fortes compoêm este maravilhoso poema. Uma partida deixa sempre saudades e a amargura domina o coração mas ele deambula pelas recordações dos momentos vividos e dá-nos força e alento.
    Cidália tens uma alma sentimental gigante e tudo sai naturalmente da tua alma, transformando as palavras e emoções em belas poesias. Um grande abraço e domingo feliz

    ResponderEliminar
  6. partidas causam sempre dor
    muito melancólico
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  7. Dentro de uma Cidália há uma grande poetisa! Adoro ler seus belos poemas.
    As partidas deixam uma dor enorme amiga.
    Bis

    ResponderEliminar
  8. Quem é mãe tem que se emocionar com este seu soneto minha amiga.
    Um beijinho solidário

    ResponderEliminar
  9. Muito lindo Cidália, a partida é sempre triste, mas como diz
    traz alegria, boa semana amiga, beijo

    ResponderEliminar
  10. Não me digas que tiveste cá a tua netinha mais nova...?
    Poesia linda que conseguiste construir a partir desse momento da despedida, em que a alegria se mistura com a dor.
    xx

    ResponderEliminar
  11. Oi Cidália,
    Essa partida pela imagem que vi um dia retornará pra você.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  12. A partida é sempre triste e nos causa muta dor.
    Lindo amiga.
    Beijos, boa noite!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  13. Um poema muito sentido... Amor de mãe? Amor de avó?
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  14. Toda partida leva um pouco da gente....

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  15. Existe a alegria da chegada e a dor da partida. Cada uma dessas facetas tem o seu valor e grau de exaltação. Na dor da partida construíste um poema maravilhoso de amor, carinho, quiçá saudade-
    Lindo de ++++
    Bjo

    ResponderEliminar
  16. Ai que saudade palavra triste, tenha uma semana abençoada.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Meu Canal:https://www.youtube.com/watch?v=apP6eHn5PlI

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde, o seu grande amor causa-lhe a dor da partida, seu sentimento é enorme e morador para sempre no seu coração.
    AG

    ResponderEliminar
  18. A alegria passa a morar nas lembranças, como forma de ocultar a dor da despedida. Sensíveis e belos versos, Cidália! Bjs.

    ResponderEliminar
  19. Muito bonito e muito sentido.
    Gostei, amiga.
    Desejo que se encontre bem e que
    com sua irmã tudo esteja a correr bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  20. Boa noite Cidália,
    Um poema muito sentido.
    Partidas que doem!
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  21. Oi Cidália
    Obrigada pelo carinho lá
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  22. Lindo soneto, amei ler amiga Cidália, sentimentos são sempre verdadeiros, mesmo em poesias!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  23. Um poema tão triste e tão pleno de saudade e amor.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  24. Palavras muito dolorosas, força!
    beijinhos

    ResponderEliminar