quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

São nossas, estas raízes que nos prendem

São nossas, estas  raízes que nos prendem
Jamais secarão porque existe um caminho
Por onde me guiam e tanto  me defendem
Estas raízes, a quem ofereço meu carinho

São tantos os momentos de alguma  tensão 
Que me fazem pensar e vaguear no infinito
Secam raízes e unimos-nos num só coração
Onde o abraço faz falta, para aliviar o grito

Unem-se corpos  que se prendem ao desejo
Não existem  raízes que impeçam um beijo
Num imaginário de tão frágeis sentimentos

São nossas, estas raízes que me fazem sofrer
Mas que despertam meu eu, desejo e querer
De vaguear contigo  nos difíceis momentos.
****
Cidália Ferreira.

31 comentários:

  1. Bom dia

    Simplesmente maravilhoso. Existem momentos na vida que desejamos e até precisamos de vaguear pelos nossos frágeis sentimentos. Frágeis no falar... muito fortes no sentir...
    Deixo um beijo

    ResponderEliminar
  2. Que lindos versos, a imagem é especial, linda!
    Sentimentos que enraizados ficam eternos, no caso o amor entre dois seres que se afinam!
    Abraços linda poetisa!

    ResponderEliminar
  3. Aplaudindo daqui! Lindíssimo poema! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Lindo!!!!!!!!! Ótimo dia!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  5. Lindíssimo poema com lindíssima ilustração.
    Desejo é vida... que nunca morra o desejo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo amiga Cidália.
    As raízes nos prendem por um amor eterno.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Que tuuudo! Cidália. Acredita que me vi em cada expressão?
    Cada pensamento seu... me vi!
    Adorei!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  8. Mais um belíssimo poema, enquadrado num não menos belo painel.
    Parabéns amiga, gostei de T U D O...........
    Beijinho e Feliz semana !!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Um soneto de amor, perfeito!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Arrasou Cidália!
    Lindo demais, poesia e imagem.
    E é assim que sentimos em nosso amor forte, que julgamos ser eterno...
    Amei amiga.
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  11. Um soneto no qual me identifico!
    Um aplauso...Parabéns. Muito bonito e a imagem é brutal.

    Beijo-gostava de receber a sua visita-aqui-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  12. A imagem é belíssima e o poema "VISCERAL"
    Maravilhada com tua escrita poética amiga
    Um beijo

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde, lindo poema escrito cm sentimento, mas entre a raiz e a flor, há o tempo.
    AH

    ResponderEliminar
  14. Mais uma bela expressão poética, Cidália.
    Amor que se finca em raízes, está fadado a dar doces e longevos frutos...

    ResponderEliminar
  15. Parabéns, Cidália. Um poema maravilhoso!

    ResponderEliminar
  16. Olá Cidália
    Lindo poema. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  17. Que maravilha de soneto!

    Parabéns, Cidália!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Que expressivo. Os bons momentos são raízes que nos prendem, que sobrevivem e nos atém, nos fazem respirar, nos alimentar de esperança e afeto. Bonito, Cidalia. Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Que espantoso poema protagonizado pelas raízes que vieram do teu coração e deram toda a emoção a este poema. Belo demais com uma construção e rima perfeita! Parabéns amiga também pela escolha da imagem que está em plena sintonia com toda a aura poetica...um abraço grande

    ResponderEliminar
  20. Para se manter firme, o amor bem precisa de raízes...
    Excelente soneto, minha amiga Cidália. Parabéns pelo talento criativo.
    Bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  21. Cidália impressionante a imagem, o amor pra ser eterno precisa de raízes fortes, pra ele permanecer, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  22. Lindas mensagens amei beijo.
    www.ficarbem.com

    ResponderEliminar
  23. Sempre engrandecendo o amor essa imagem estar um luxo amei
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=apP6eHn5PlI
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  24. Bem bonito de se ler, Cidália. E essa imagem ficou perfeita.

    beijos♥

    ResponderEliminar
  25. Gostei muito mesmo do poema e da imagem. Harmonia perfeita.
    Desejo que a amiga esteja bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  26. Raízes profundas e fecundas, num sensível e belo soneto!
    Beijo, Cidália!

    ResponderEliminar
  27. Que lindo Ci, os versos a imagem e a Adele de fundo (ai ai) rs....

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  28. OI CIDÁLIA!
    QUE LINDO!
    TER COM QUEM DIVIDIR MOMENTOS FELIZES É FÁCIL, MAS, NOS DIFÍCEIS, SÓ QUANDO AS RAÍZES FOREM PROFUNDAS, TEREMOS ESTA COMPANHIA.
    ABRÇS
    -
    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderEliminar
  29. Estás como o vinho do porto, cada vez melhor...

    ResponderEliminar