quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Saboreamos os dois o mais esperado licor...

Sinto que em meu corpo alguém vagueia
Sinto estremecer são arrepios de emoção
Sinto que o teu toque doce  me manuseia
Corpo meu que desnudado perde a noção

Média luz, ambiente perfumado e brindo
À tua chegada, que imagino  tão calorosa
Em  meu corpo  desnudado sinto subindo
O calor das tuas mãos deixam-me fogosa 

Sinto que vagueias pelas brechas do olhar
Espero tua presença para contigo festejar
Quando meu corpo tocares sentes o apego

Saboreamos os dois o mais esperado licor
Não dispenso tuas mãos exalando o calor
Perdidas em meu corpo.Teu desassossego.
****
Cidália Ferreira

24 comentários:

  1. Bom dia

    Assim sim. vale a pena começar mais um dia de vida em pura poesia. Deliciosos versos
    bjo

    ResponderEliminar
  2. Marco Aurélio - Brasil14 de janeiro de 2016 às 09:52

    Cidália... o licor do amir é para ser bebido, saboreado com o gosto do amor e da paixão...e que tem o calor que faz o corpo se desassossegar...
    Belos versos.. e saúde no tilintar dos copos!!

    ResponderEliminar
  3. Um brinde ao amor ao sabor do licor.
    Amei Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Lindo!!!!!!!!!!! Ótimo dia, Cidália!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  5. O amor é lindo... ainda que às vezes não dure muito.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. "Teu desassossego", e nós que tanto recebemos o desassossego dos outros...
    beijinhos e resto de boa semana :)

    ResponderEliminar
  7. Tão mas tão bonito. Amei!

    beijinho
    www.blogasbolinhasamarelas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Lindos momentos valiosos amiga!Gostei muito!
    Beijos!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  9. Lindo poetar, sedução e paixão, eis o sabor do licor que aflora a sensibilidade!
    Amei ler como sempre amiga poetisa "cronista do coração"!
    Abraços bem apertados!

    ResponderEliminar
  10. Quanta entrega e paixão neste seu poema, parabéns Cidália.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. Ci, veio com tudo em 2016.
    To adorando.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  12. Há toques que nos fazem perder a noção das coisas...
    Magnífico soneto, minha amiga, gostei imenso.
    Cidália, bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  13. Olá amiga, boa tarde.
    Chamaria a este Poema « Poema à Gripe »......
    Gostei da temperatura anunciada e de toda a efervescência, que tempera este lindo poema.
    Parabéns amiga, beijinho e Feliz semana !!!!!

    ResponderEliminar
  14. Como é bom saborear junto com um licor, Cidália divino beijos.

    ResponderEliminar
  15. Oi Cidália
    Urra! Essa foi de perder o fôlego
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Sensualmente Belo!

    Beijos-visite-me- aqui-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    Obrigada

    ResponderEliminar
  17. Sensualidade na medida exata, sem ser vulgar, nem precisa, basta ser natural. Um dos poemas mais bonitos que li por aqui, parabéns, acertou em cheio! Beijos, Cidalia.

    ResponderEliminar
  18. Lindo e belo poema minha amiga.
    Gostei.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  19. O ano começou corrido e tem me feito faltar algumas vezes mas tão logo consigo um tempo venho, pq gosto daqui, dos seus poemas sempre tão ricos em amor, na dor do amor, da saudade, na alegria do amor...
    Deixo beijos

    ResponderEliminar
  20. Abençoado final de semana!!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  21. Querida Cidália....estou de pé a aplaudir-te!!!!!! Que assombro de poema e duma sensualidade nata! Senti esses arrepios deliciosos vindo das tuas palavras. ADOREIIIIII....parabéns! Um grande abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  22. Sensual e terno. Como sabe bem saborear esse licor tão especial.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar