segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Diz-me se me aceitas...

Diz-me, se me aceitas tal como sou
Perdida, insegura entre meus medos
Neste corpo marcado existem segredos
Defeitos, virtudes, alguns desgostos
Que me fazem temer, perder-te,
Sozinha converso com meu coração
Dispo-me, olhe-me ao espelho
Sinto que existe uma rejeição
Não sei se é dúvida ou impressão
É o que meu corpo quer dizer-te
Se aceitares minha confissão,

Diz-me, se me aceitas em tua vida
Ofereço-te meu corpo que te convida
A olhar a vida e dar-lhe valor,
Tristes são os olhos que me olham
Expressam sentimentos, nada dizem
E de repente um rosto se molha
E meu corpo apaixonado te chama 
Mas nada mais te pode oferecer,
Nos meus segredos existe uma flor
Para te dar, mas espero merecer
Que aceites meu corpo, que te ama.
***
Cidália Ferreira.

35 comentários:

  1. Um poema mais sensual, de amor, mas sensual... muito lindo!
    Tenha uma semana iluminada e de muita inspiração.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Muito lindo poema, de quem aguarda uma bela resposta! bjs, ótima semana! chica

    ResponderEliminar
  3. Lindo!!!!!!!!!!Ótima semana!!!!!!!!!!! :) Beijos

    ResponderEliminar
  4. Sempre ansiosa pela resposta, uma linda e perfeito poema de amor, Cidália beijos.
    Lucimar Estrela da Manhã

    ResponderEliminar
  5. Sensualíssimo poetar amiga Cidália.
    O pedido com certeza será aceito.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Minha Querida.
    Agradeço seu carinho comigo sempre marcante a cada postagem
    és de uma fidelidade infinita te agradeço amiga te agradeço.
    Uma semana abençoada.
    Beijos..Evanir.

    ResponderEliminar
  7. Olá Cidália,

    Tudo bem com você?

    Uma pessoa que ama aceita incondicionalmente a pessoa amada.
    Lindo e apaixonado poema.

    Tenha um bela e feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Sussurros inebriantes da paixão em palavras enviadas pelo coração. Lindo poema

    ResponderEliminar
  9. O amor verdadeiro aceita tudo... Um poema muito apaixonado. Gostei, amiga.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Com amor aceita-se tudo sempre...
    Lindo amiga!
    Beijos, uma boa semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  11. Eis, mais um belo poema romântico e musical. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  12. Realmente muito bonita esta confissão da insegurança que toda a gente tem

    Também gostei muito do fundo musical

    Boa semana

    ResponderEliminar
  13. O amor é uma coisa que agarra, lol
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Se o amor for correspondido ,aceita sim!

    Magnífico poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Cidália, mais um belo poema, o amor aceita cada um como é,
    beijo amiga e boa semana

    ResponderEliminar
  16. Uma entrega total este seu belo poema.
    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália
    Lindo poema, como é bom aceitar o outro. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  18. Quem ama de verdade aceita a gente com as nossas imperfeições, neuras e loucuras rs...

    bjokas=)

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália
    Quem ama não vê os defeitos físicos doidos do outro.
    Ame-se em primeiro lugar e faça o que gosta sem pensar em outrem.
    Não somos nada para o outro e sim para nós mesmo.
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  20. Cidália!
    Tocante como sempre!
    Sensibilidade nas palavras!
    Adorooooo!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  21. A aceitação é condição primeira para o amor. Ama-se como a pessoa é, sem intenção de mudá-la. Belo poema! Bjs.

    ResponderEliminar
  22. Linda esta sensualidade em poema.
    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  23. Nossa, que poema lindo...
    Uma melancolia de amor fascinante...

    Amei ler-te amiga Cidália!
    Linda música também, amoooooo

    ResponderEliminar
  24. Quem ama aceita.
    Belo e sensual.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  25. Só um louco e insensível não aceitaria uma oferta tão poética e envolvente como essa.
    Bonito poema, Cidália, parabéns!
    Um abraço pra você!

    ResponderEliminar
  26. Maravilhoso, mágico, divino...todos os adjectivos seriam poucos para elogiar este soberbo poema. Adorei!!! Amar verdadeiramente é amar as imperfeições também, por isso a aceitação é sempre uma realidade quando se ama. Muitos beijinhos e feliz noite Cidália

    ResponderEliminar
  27. Um amor tão grande assim, não pode ser recusado...
    Lindo!
    Beijos, Cidália!

    ResponderEliminar
  28. Um amor tão grande assim, não pode ser recusado...
    Lindo!
    Beijos, Cidália!

    ResponderEliminar