segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Angustiada, saí por aí...

Angustiada, saí por aí
De lágrima caindo
Saudade que atormenta
Angustia que invade
Meu rosto que sente,
A tristeza faz-me frente
Meu peito sente um aperto 
Saudade, angustia, receio.
Deixo que a noite chegue
E que o sol se vá
Que a lágrima seque
Mas que chegue depressa o dia
De poder abraçar o horizonte,
Sentada em lugar incerto
Olhando o mar, defronte
Pensando, ansiando
A chegada do dia certo
De dar um abraço à saudade
Que mora dentro de mim,
Sempre com tanta ansiedade.
***
Cidália Ferreira

30 comentários:

  1. A ansiedade é pura angustia, belo poema que diz bem sobre isso!
    Amei ler amiga Cidália!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  2. Angustiada, ansiedade, saudade, termos demasiado pesados.
    Boa semana, Cidália.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Depois que a angústia passa, eis que a vida surge outra.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  4. Olá Cidália,

    Um poema coroado pela nostalgia, tristeza e saudade. São sentimentos inspiradores para uma poesia tocante, mas que maltratam a alma de quem os sente.

    Muito lindo e intenso.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. A saudade, a incerteza e o medo faz a gente caminhar sem rumo...

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  6. Triste ansiedade, mas que resultou num belo poema!!!
    Adorei

    Estou aqui:-->http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/
    Beijos e boa semana

    ResponderEliminar
  7. A angústia é muito triste.
    Um poetar encantador amiga Cidália.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. É triste viver-se em angustia...Mata e fere a alma

    Bjo

    ResponderEliminar
  9. Amiga hoje venho especialmente desejar a si e sua Família
    um Feliz e Santo Natal.

    Vou estar ausente até perto do fim do ano, daí ter que o
    fazer com esta antecedência.

    Tudo de bom para si e os seus.

    Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  10. A angústia corrói. Busquemos a luz do dia.
    Belo poema!
    xx

    ResponderEliminar
  11. Mais um belo e poderoso poema.
    Tão poderoso que, ao começar a escrever aqui, todo o sistema caiu por terra, tento que reiniciar tudo. Isto é a força da gravidade, imposta nestes sonhos da nossa poetiza.
    Parabéns amiga e uma muito Feliz semana..... Beijinho !!!!!

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália,
    Quanta amargura há na sua poesia e é exatamente que estou me sentindo já há tempos.
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  13. Embora angustiante, um poema maravilhoso!
    Gostei daqui!

    ResponderEliminar
  14. Esta etapa é difícil...Mas passa!
    Não devemos jamais nos entregar à ela!
    Poema lindo.
    Beijos, boa semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  15. Belíssimo e tão sofrido poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Há que decidir por ser feliz e apanhar a vida com todas as mãos do mundo.

    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Tristeza, angústia, saudade, um trio de sofrimento, que resultou num bonito poema. Bonito e triste.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  18. Parabéns, Cidália. O seu poema é muito bonito, transmite a dor duma alma angustiada.Gostei muito.

    ResponderEliminar
  19. Ahhhhh... a saudade!
    Sei bem como é.
    Ausentei-me e senti saudade tb.
    Deixo beijos para vc

    ResponderEliminar
  20. Quando a saudade nos corrompe a alma, devemos abrir o coração a fim de que o amor entre e apague para sempre a dor da saudade
    Belo poema

    Bjo

    ResponderEliminar
  21. A angústia sempre está perto de nós, mas nunca podemos deixar que ela venha nos dominar, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  22. A angústia sempre está perto de nós, mas nunca podemos deixar que ela venha nos dominar, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  23. Olá Cidália.
    Apesar de tanta angústia e ansiedade escreveu um belíssimo poema.
    Uma noite feliz
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Emoções fortes dominam: saudade, angústia e ansiedade. Juntos, com as palavras certas e em sintonia, construístes este belo poema.A imagem escolhida, reflete bem a sua alma. Muitos beijinhos Cidália e um dia feliz

    ResponderEliminar
  25. Um passeio pelas emoções que tomam conta da alma, em momentos de ansiedade. Belos versos, Cidália! Bjs.

    ResponderEliminar