sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Esperavam-se chuvas, palavras de amor.

Esperavam-se chuvas, palavras de amor
Junto ao rio que apreciava os momentos
Ruídos, murmúrios,  tudo  em seu redor
Conseguiam acalmar  meus sentimentos

Esperava  por ti com  toda a esperança
Como  quem espera as chuvas de verão
Brincando, saltando, tal e qual criança
Que vive esperando a mais bela paixão

Corriam as águas serenas num sentido
Sobre elas depositava os meus desejos
E tudo o que a vida me tem permitido

A beleza é de quem  connosco caminha
Que aplaude sorrindo, aos nossos beijos
Que saboreamos debaixo da sombrinha
****
Cidália Ferreira 

34 comentários:

  1. Que venha uma chuvada de palavras de amor.
    Um belo poema minha amiga.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Arrasou show de poema que essa chupa seja para sempre
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  3. Saborear beijos sob a sombrinha!Que lindo!Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Chuva precisa-se. Pode ser de amores.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Amiga Cidália, eis mais um belo soneto , mais uma bela página em louvor à paixão e à natureza. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  6. Lindo Cidália,
    A chuva é ótima e necessária,mas poderia ser só de amores.rs
    Bjs e uma ótima quinta-feira.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Cidália, pois, a beleza connosco caminha, com a prazeirosa leitura da tua poesia. Agradável experiência.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, os murmúrios por caminhos distantes escorre pelo meu rosto, lindo poema de amor que escreveu.
    AG

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, Cidália. Aqui tem mais um soneto cheio de sensibilidade e amor.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Um soneto com ternura e amor e cheio de positivismo.
    beijo amigo

    :)

    ResponderEliminar
  11. Que desça uma chuva de amores hoje em minha vida, eu não vou me importar!!! kkkkk
    Lindo Cidália!!!
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Que lindo, me fez lembrar de minha infância essa linda sombrinha,rsrs, mas o poema é de nos levar a sentir essa leveza de amar!
    Estou um pouco atrasada nas minhas leituras dos blogues amigos, andei sem internet por conta de uma chuva que veio com tudo de uma vez aqui em São Paulo, isso quando acontece causa transtornos mesmo, são árvores que caem, energia elétrica interrompida e junto, a falta de internet, mas como estamos precisando de água até agradeço, que chova mesmo!
    Abraços linda amiga poetisa!

    ResponderEliminar
  13. Poesia doce, sentimental, que entra no coração
    Adorei ler
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Oi Cidália
    Linda poesia de amor
    Quantos amores passaram por debaixo da sombrinha...
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderEliminar
  15. Cidália, adorei mais um lindo poema e quem não quer se molhar em uma chuva de amor...,

    bjs

    ResponderEliminar
  16. Adorei o lindo poema, cheio de amor e ternura..
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Maravilhoso,querida amiga Cidália! Romântico, leve e mostra que a beleza está nos olhos de quem vê.

    Obrigada pela visita,uma sexta e fim de semana de paz e alegrias

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderEliminar
  18. Desejo-lhe uma chuva de amor com boa companhia!
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Amiga passando para ti desejar bom final de semana.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  20. Que o seu fds seja lindo e regado de amor

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  21. Poema e imagem, lindíssimo. Parabéns.

    Desejando um bom fim de semana- visite-aqui-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Olá Cidália,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  23. Poema lindo, cheio de ternura, qual áurea do sentimento, onde o carinho pelas palavras são a voz do coração da poetisa. Bonito de ++++
    Bjo

    ResponderEliminar
  24. Poema muito lindo recheado de ternura adorei...Otimo fim de semana..

    www.studiocriativoarteemeva.blogspot.com

    ResponderEliminar
  25. Que delícia de amores de baixo do guarda chuva, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  26. Que venha essa chuva que eu nem vou usar chapéu !
    Mais um belo e terno poema !

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  27. Olá Cidália
    Linda reflexão. Desejo um ótimo final de semana. Bjs

    ResponderEliminar
  28. Que todas as nossas esperanças, um dia se tornem realidades.
    Minha amiga, hoje venho especialmente para agradecer o carinho da sua mensagem pela morte da minha mãezinha. A amizade é um farol que ilumina com palavras o nosso coração, principalmente quando temos de atravessar as tempestades da vida. Muito obrigado por me ter acompanhado e por ter tornado o meu caminho um pouco menos sombrio.
    Um grande beijinho.
    Maria

    ResponderEliminar
  29. Despertou-me a curiosidade e aqui vim a me encantar com sua linda poesia... Que esta seja eterna sempre carrega de lindo dizeres em momento especiais , que cada um ficara a olhar por entre a vidraça a chuva a nos despertar tamanho amor....
    Ja estou a te seguir desde ja, estendo-te o convite de fazer o mesmo.... Por que vim pra ficar.... bj de carinho no coração... uanderesuascronicas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  30. Bela poesia. Eu quero uma chuva cheia de tudo isto para nossas vidas.
    Lindo final de semana.

    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  31. Tanta ternura que salta das tuas palavras! Poema radioso e maravilhosamente inspirado da imagem, igualmente bela! Adorei Cidália! A tua magia entra nos nossos corações! Abraço grande para ti

    ResponderEliminar