terça-feira, 29 de setembro de 2015

A noite já ia longa, eu despertava o sentido.

A noite já ia longa, eu despertava o sentido
Com lembranças do meu diário  que guardo
E da tua imagem, o meu imaginário contido
Quando num sussurro te recebo, e resguardo

Desejo que sintas do meu corpo, o perfume
Que te espera em desejo, momento solitário
Silenciosa esta noite, do desesperado ciúme
Que me leva a confessar ao meu belo diário

Despida com  saudade de te voltar a encantar
Quero que sintas o toque da minha pele a suar
Que se eriça por desejo e saudade do teu calor

A noite já ia longa, o silencio me perturbava
Sentia gemidos, de um amor que não tocava
Mas meu corpo ressentia a falta do teu amor.
****
Cidália Ferreita

22 comentários:

  1. Tem noites longas que a sdd surra nosso coração.

    bjokas e um lindo dia =)

    ResponderEliminar
  2. Esses desejos que são incontroláveis diante do amor.
    Muito linda como sempre amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Oi Cidália,
    Espero que você estivesse sonhando, pois ninguém aguenta.
    Beijos no coração
    minicontista

    ResponderEliminar
  4. Olá Cidália
    A saudade é onde o coração deseja estar. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  5. A saudade tantas vezes nos faz sofrer...
    Lindo amiga!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  6. Saudades!Ela está sempre presente,em nossas vidas.
    Belo poema,muito romântico
    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Como diz a Lucinalva "A saudade é onde o coração deseja estar".
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  8. Poema maravilhoso sempre arrasando com seus belos
    sentimentos.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Maravilhoso!!!!! Ótimo dia!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  10. gostei do soneto, com um pouco de sensualidade que ficou muito bem.
    a imagem muito bem escolhida!
    beijos
    :)

    ResponderEliminar
  11. Oi querida
    Linda poesia
    Beijos
    Minicontista

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália,

    O soneto é levemente sensual e bem rimado. Gostei muito.
    Impossível que os sentidos permaneçam indiferentes diante de lembranças de um saudoso amor.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  13. Quando você lê um poema, e imagina o autor escrevendo <3 Como n amar?

    http://www.1001julietas.com

    ResponderEliminar
  14. Marco Aurélio - Brasil30 de setembro de 2015 às 21:20

    Queria eu ser o sortudo que escuta esses versos:
    "Despida com saudade de te voltar a encantar
    Quero que sintas o toque da minha pele a suar
    Que se eriça por desejo e saudade do teu calor..."

    Mesmo lindo e romântico..... perfeito!!!
    Beijos amiga....

    ResponderEliminar
  15. Intenso e maravilhoso poema,Cidália! bjs, chica

    ResponderEliminar
  16. Poema sentido. Uma ausência que dói...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  17. Poema encantador e ricamente construído, com emoções fortes e sentidas! Como sempre a magia persiste em cada poema que fazes. Mudam os temas mas o teu toque pessoal predomina e maravilha-nos sempre. Um beijinho Cidália

    ResponderEliminar
  18. Muito lindo como sempre é tudo que postas aqui Cidália!!!
    Beijos e boa noite!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar