quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Deambulando (...)

Deambulando, sem o porquê entender
A tua partida que me ficou na saudade
Procuro dentro de mim de alma a doer
A explicação para toda esta fragilidade

Flutuam nas águas meus pensamentos
Deixo-me levar pelo vento que acalma
Secam lágrimas, sentimentos  intensos 
Que permanecem  dentro d'minha alma

Deambulando, procurando o caminho
Que me foge, tirando-me  teu carinho 
Como ondas  que levam meus desejos

Deixo que o meu coração  liberte a dor
Respiro  maresia deixo vaguear o amor
Que deambula na fúria de meus ensejos.
****
Cidália Ferreira 

22 comentários:

  1. Intensos sentimentos em poesia!Linda! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Deambulei por aqui e uma vez mais adorei!
    Beijinho, Cidália!

    ResponderEliminar
  3. Há deambulações que libertam...
    Beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  4. Ci

    Tem coisas que nunca teremos respostas.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  5. Versos tristes de um coração à procura do amor que partiu.
    Lindo Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Oi Cidália, tristes versos de um coração que sofre a partida do amor.
    Lindo poesia.
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso poema!
    Cidália nunca desista deste lindo amor!
    Nunca perca a esperança.Mesmo que continue deambulando.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Oi Cidália
    Pelo caminho da vida sempre caminhamos do amor até encontrá-lo
    Lindo soneto de procura.
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderEliminar
  9. Oi Ci, desejo-lhe uma ótima quinta-feira, Aqui está chovendo, viva!!!
    Enfim a chuva. beijos

    ResponderEliminar
  10. Obrigada Cidália pela visita e comentário.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Um belo poema cheio de sentimentos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Poema doce onde os sentimentos são a mensagem mais belas
    Abraço

    ResponderEliminar
  13. Amiga Cidália, mais um belo soneto musical cantando o amor e a natureza. Um abraço daqui do sul d o Brasil. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  14. Sentimentos profundo e cheio de emoção forte arrasou
    belo poema
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Magnífico e melancólico soneto de amor.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. o amor sempre deixa marcas, mas mais triste é não ter amado. um lindo soneto ao amor, gostei muito, bjs

    http://mentesinfantisfuturodapaz.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  17. Lindo soneto, a imagem é inspiradora!
    Amei ler amiga Cidália, amor é amor, sempre!!!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  18. LINDO DEMAIS,CIDÁLIA!

    TUDO A VER A IMAGEM COM SEU POEMA E AMEI O TÍTULO!!

    FALAR DE AMOR SEMPRE É A MISSÃO DE POETAS COMO VOCÊ QUE TÃO BEM SABE POETAR E SENTIR COM O CORAÇÃO.

    ADORO LER TUDO SEU,QUERIDA AMIGA.

    OBRIGADA PELA VISITA E BELOS COMENTÁRIOS.

    UMA NOITE DE QUINTA DE PAZ E LUZ.

    BEIJOS SABOR CARINHO

    DONETZKA

    ResponderEliminar
  19. Magnifico poema, uma inspiração, muito emocionante, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  20. deambulando com sentimentos e sentires agarrados na pele e na alma...

    bom fim de semana.

    beijos

    :)

    ResponderEliminar
  21. Deixei-me deambular pela onda emotiva das tuas palavras! Soberbo poema! Adorei!!! A saudade e mágoa presentes com grande emoção! Una feliz semana para ti e beijinho gigante

    ResponderEliminar