sábado, 23 de maio de 2015

O vento soprava.

O vento soprava
Fortemente em meu coração
Que frágil, murchava
Como flor em seca extrema 
Que se sente machucada,
Sem vida, sem nada,
Meu coração tombou sem força
De lutar contra tempestades,
O vento soprou fortemente
Levou-me o gosto de viver
Deixou-me o desgosto 
De não conseguir lutar 
Contra fraquezas, afetos
Que guardava num só lugar
Que o vento agora levou,
Até um pedaço de mim
O vento tirou,e deixou
Meu coração a sangrar.
***
Cidália Ferreira

22 comentários:

  1. Magnífico e melancólico poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Um grande poema, Cidália!
    O coração sofre e sangra, mas aguenta tanto !
    xx

    ResponderEliminar
  3. A inspiração mora em ti! Lindo! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. É por tudo isto que eu gosto imenso de ti e de te ler...

    ResponderEliminar
  5. Boa noite minha querida lindo poema ,um maravilhoso fim de semana ,bjs.

    ResponderEliminar
  6. Sempre a tristeza extrema. Para quando um poema de alegria?
    Tal estado de espírito é apenas poético? Espero que sim, lool

    ResponderEliminar
  7. O vento é assim...

    Algumas pessoas
    São como o vento!

    Maria Luísa Adães

    ResponderEliminar
  8. Espero que esse coração sare, rapidamente.

    ResponderEliminar
  9. Oi Cidália,
    Linda e tristinha poesia
    Quiçá seu coração se restabeleça
    Beijos no coração

    ResponderEliminar
  10. Uma tristeza transformada em beleza poética!

    Bjuss

    ResponderEliminar
  11. Belo e melancólico poema e estou de acordo com a Salomé tristeza transformada em poema.
    Um abraço bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Que tristeza mais você pode da a volta por cima e tudo
    ficar alegre e a alma se esvaziar deste triste pensar, e
    tudo vai da certo e a sua alma vai traduzir só alegria
    bom final de semana.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Que lindíssimo poema amiga!
    Quanta inspiração...uma mais linda que a outra!
    Beijão e lindo dia!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  14. O coração é frágil mas em certos momentos, é o que nos torna forte.
    Lindo poema!

    Beijos e ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  15. Lindo poema! Hoje o coração sofre, mas amanhã poderá sorrir.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  16. Este poema é muito triste,interpretei mal,suponho que sim,mas,confesso,que não gostei. De qualquer das formas,excelente fim-de-semana para ti,até breve!!

    ResponderEliminar
  17. O amor causa alegrias mas também tristezas. No equilíbrio está a virtude de uma boa conjugação dos sentimentos. Oxalá essa tristeza se transforme rapidamente numa alegria douradora
    Feliz Domingo.

    ResponderEliminar
  18. A fragilidade do amor.neste poema..
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália,
    Passando para lhe desejar um bom resto de domingo
    Beijos no coração

    ResponderEliminar
  20. Lindo poema Cidália.Porém um tanto triste, porém a tristeza é parte integrante dos amores que morrem...e nesse momento meu coração está assim, meio despedaçado e sangrento...
    Porém só um novo amor, é capaz de nos fazer esquecer um amor que se foi...
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. A melancolia entrou pelo teu cantinho a dentro e a tristeza soltou-se da tua alma em palavras e emoções. Um poema amargurado mas bem elaborado...os desabafos profundos fazem igualmente parte do "mundo poético". O vento não te vai derrubar...solta a tua força interior porque sei que a tens! Um beijinho feliz semana Cidália

    ResponderEliminar