quinta-feira, 7 de maio de 2015

O nosso pacto.

Fizemos o nosso pacto 
De nossas vidas paralelas
Diante do o sol e o mar,
Com o segredo guardado 
Nas águas serenas e límpidas
Que balançam sem desaguar,
Sorriem nossos corações 
Que nunca se sentem sós,
E no borbulhar destas águas 
Ondulam odes de felicidade
Que jamais se apagarão
E ficarão para a eternidade,
Brilha o sol em nossos rostos
E num olhar enternecido
Unem-se os pensamentos
Em duas vidas paralelas,
Agitam-se as águas pendentes
Como braços que se unem
Num simples gesto, que é o teu
Neste pacto que fizemos
Para sempre, tu e eu!
***
Cidália Ferreira

31 comentários:

  1. Poema maravilhoso, muito sedutor, onde a inspiração poética brilha como as águas serenas que envolvem esses dois corações, qual pacto de amor e entrega, existentes na mensagem inserta no poema. Muito bonito
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Palavras lindas e pacto ainda mais lindo!

    ResponderEliminar
  3. Um maravilhoso pacto de amor.
    bjs Cidália.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Belíssimo poema!

    O mais belo pacto...o de amor!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Que lindo pacto de amor, Cidália.
    Beijão,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  6. É isso mesmo, quando juntamos os trapinhos é um pacto que fazemos, gostei da
    foto e do coração, beijo amiga

    ResponderEliminar
  7. Pacto adorável! Tanto amor que tens este poema.
    Adorei!!

    Beijo.Visite-me aqui: http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Bonito, Cidalia. Pacto de cumplicidade. Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Lindo pacto de amor, simplesmente lindo...
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Exactamente! O Intervalo para Café tinha-se mudado para o sapo mas foi tomado de assalto, maneiras que não consegui mais recuperar o blogue...mas sou eu mesmo, o Jorge!
    Não tens que pedir desculpas por nada!
    Ass:
    Ricardo Jorge
    :)))

    ResponderEliminar
  11. Começando pela imagem, quero enaltecer a sua beleza e a escolha perfeita para este pacto de amor! O poema é fabuloso...a junção de duas vidas, de dois eternos apaixonados! Como sempre as tuas obras encantam! Um grande abraço e uma noite bem feliz

    ResponderEliminar
  12. Um pacto belíssimo, Cidália.
    Um poema fabuloso!
    xx

    ResponderEliminar
  13. Promessas em pacto fruto de momento que se quer eterno.

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Um belo pacto de vida.
    Uma abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. Fantástico paco!...O Amor é assim mesmo!!!
    Adorei, Bjs

    ResponderEliminar
  16. Um lindo pacto de amor! Ótimo dia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  17. Lindo poema,adorei conhecer seu blog.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. É lindo quando duas vidas se encontram, e mesmo com as adversidades que aparecem, continuam pactuando o mesmo proposito que é de estar juntos um do outros.

    Beijos amiga,
    Dan
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Que lindo, pena que nem todo mundo lembra do que prometeu, do que escreveu e do que viveu...
    Um feliz dia das mães pra vc

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália,
    A vida são escritos nos papéis, livros ou numa mente sã( os famosos "causos"), os que perdem a memória são alheios ao mundo não vivem, infelizmente vegetam.
    Linda poesia
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Olá Cidália, ah! que belo e singelo pacto de amor e tendo por testemunha as águas do mar, o céu infinito e o amor.....
    Será que o pacto será cumprido, foi o que eu pensei na hora que li seu poema. Com certeza sim, pois o amor fala mais alto. Linda postagem. Grande abraço!

    ResponderEliminar
  22. Que lindo, nem sempre se cumpre o que promete. Beijos, bom final de semana

    ResponderEliminar
  23. Fiquei completamente maravilhada com o poema e quando vi que é da tua total autoria só tenho a dizer parabéns, porque está lindo! ^^

    Estou a seguir <3

    fume,
    http://sleepy-deer.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  24. Um pacto de amor eterno este seu belo poema.

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  25. Maravilhoso poema.
    Que esse amor seja um pacto até à eternidade.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  26. Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
    E se gostar e desejar comente.
    Que Deus vos abençõe e guarde.
    Abraço.Peregrino E Servo.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. Belíssimo poema, parabéns!
    Beijos

    http://blogdaanoca.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar