segunda-feira, 4 de maio de 2015

Corria uma brisa sobre meu corpo embalado

Corria uma brisa sobre meu corpo embalado
Num baloiço, da imaginação do meu querer
Meu corpo apaixonado neste sitio imaculado
Sobre aragem do deserto onde eu quero viver

Espero que o baloiço me traga o momento
E me presentei-e mesmo com o impossível
Nem que para isso te faça o meu juramento
De esperar neste canto onde tudo é possível

Nesta vida embalada e de coração apertado
Vou-te procurando na aragem que me segue
Nesta meu baloiçar de imaginário excitado

Como brisa que sopra meu corpo esquecido
Quando existe um sentimento que nos ergue
Torna meu baloiçar, puro amor, enternecido.
***
Cidália Ferreira

24 comentários:

  1. Um belo poema minha amiga e que o baloiço da imaginação encontre a aragem desejada.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Não tenho palavras! Entrei pela manhã neste cantinho e senti uma brisa poética extraordinária! Senti-me embalada naquele balouço e levada para um mundo de emoções profundas através do encanto das tuas palavras e sentimentos...AMEI...nada mais posso acrescentar só os meus parabéns....um grande abraço e continua assim

    ResponderEliminar
  3. Adorei ler,Cidália! Lindo! bjs e ótima semana,chica

    ResponderEliminar
  4. Lindo Cidália!
    Um balanço que vai e vem e com a esperança de
    trazer através da brisa esse amor esperado.
    bjs Cidália e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Cidália um poema magnífico. Beijos e ótima semana.

    ResponderEliminar
  6. Lindo!! Poema maravilhoso amiga.
    Beijos, e uma linda semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Cidália,
    Linda brisa de amor transformada em poema!
    Obrigada pelo carinho no meu palavras.
    Ailime

    ResponderEliminar
  8. Bom dia Cidália... lindo isso.. ontem fiz uma falando da brisa a nos tocar.. é sempre majestoso isso.. bjs e lindo dia

    ResponderEliminar
  9. Uma linda semana para vc.
    Conseguiu tocar meu coração hoje rs...
    bjokas =)

    ResponderEliminar
  10. Maravilhoso Balouço...Sentimentos à flor da pele.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Imaginativo e belo. Uma pergunta: No deserto existem árvores assim?...
    Cumprimentos sem serem desertos...

    ResponderEliminar
  12. Belo poema...Gostei de ler... e de imaginar. lol.

    Semana feliz-beijo- visite-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Muito lindo, Cidália
    Beijos e abraços.

    ResponderEliminar
  14. A brisa intensa que sopra do teu poema, fez-me sonhar...

    Magnífico poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. um soneto terno e cheio de esperança.
    boa semana!
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  16. E de como a partir de um baloiço se constrói um belo soneto, embalado pela brisa.
    Parabéns, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
  17. Lindo poema, como sempre,amei ler!
    Abraços poetisa!

    ResponderEliminar
  18. Que maximo amei, tenha uma semana abençoada
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=3xZdo8xMv34
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  19. Eis mais um belo soneto que tu acabas de criar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar

  20. Construiu bem o soneto, Cidália.
    Leve e linda inspiração.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  21. Olá Cidália! Eu já conheço o teu lindo blog e teus lindos poemas, como esse desta bela postagem! E vou te levar para o meu blog!
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  22. Belíssima poesia, Cidália!
    Adorei conhecer o seu espaço, pleno de talento e sentimento!
    Parabéns!
    Beijos
    Ana

    ResponderEliminar
  23. Lindo soneto Cidália.
    Cada dia mais inspirada. Bjussss

    ResponderEliminar